A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (6)

C. R. Stam

 

MATEUS 18:20

     “Porque onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, aí estou Eu no meio deles”.

     Se existe alguma passagem nas Escrituras que tem sido usada ilegitimamente tem sido esta. Tem sido tirada do seu contexto imediato quase por consentimento geral e tem-se-lhe atribuído um significado que não possui; tem-se feito com que ela diga o que na realidade não diz.

     Apesar do versículo principiar com o associativo “porque” e de ser claramente apenas uma parte secundária duma linha de pensamento mais vasta, os crentes têm-no usado tão fora do seu contexto que lhes é difícil associá-lo com a linha de pensamento de que faz parte; na realidade, há mesmo muito poucos crentes que conhecem os importantes versículos que o precedem e que com ele adquirem grande enfâse.

     Qual de nós - no seu subconsciente - não tem associado esta passagem com uma reunião pequena? Quão familiar se tem tornado o acrescento humano que parece estar em sintonia com a compreensão popular do versículo: "Porque onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, aí estou Eu no meio deles para os abençoar!"

     Até a Bíblia Anotada de Scofield coloca sobre estas palavras o subcabeçalho: "A forma mais simples de uma igreja local". Louvamos muitíssimo a Deus pela grande obra que o Dr. Scofield realizou, mas apesar disso temos que tomar aqui uma posição de reprovação, pois este cabeçalho desrespeita completamente o contexto e dá a impressão injustificada de que aquelas palavras se referiam a assembleias locais de crentes durante a presente dispensação, quando na realidade têm a ver com a disciplina na igreja Messiânica e estão relacionadas com o reino dos céus e não com o Corpo de Cristo.

     Uma vista de relance ao versículo 19 revelará que o “porque” do versículo 20 une os dois versículos. Leiamo-los conjuntamente, como aliás devem ser lidos, e não haverá qualquer incompreensão quanto ao seu sentido. O Senhor promete aos apóstolos que se DOIS deles concordarem na terra a respeito de algo que peçam, Seu Pai conceder-lhes-á o seu pedido porque onde dois ou três estiverem reunidos no Seu nome, ali estará Ele no seu meio. Isto é, assim reunidos eles representam-No.

     Porém o facto do versículo 19 principiar com as palavras, "Também vos digo", envia-nos ainda para um outro versículo, para o principio de toda a promessa, a saber, que tudo o que eles ligarem na Terra será ligado no Céu e que tudo o que desligarem na Terra será desligado no Céu.

     Leiamos agora toda a declaração e vejamos como os versículos 19 e 20 acrescentam simplesmente detalhe e enfâse à declaração principal do versículo 18:

     “Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na Terra será ligado to Céu, e tudo o que desligardes na Terra será desligado no Céu ,

     “Também vos digo que, se dois de vós concordarem, na Terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por Meu Pai, que está nos Céus.

     “Porque onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, aí estou Eu no meio deles”.

     Haverá hoje algum crente que, manejando bem a Palavra da verdade, reivindique a autoridade concedida  por estes versículos?[1]

     Quão injustificado é, então, tirarmos Mat. 18:20 do seu contexto tão claro e atribuirmos-lhe um significado totalmente diferente!

     Nós não negamos que o Senhor esteja presente em comunhão muito abençoada numa reunião de duas centenas de pessoas, ou até mesmo de apenas duas, que tenham o desejo sincero de estudarem a Sua Palavra ou orarem. Na verdade, Ele estará presente mesmo onde estiver uma única pessoa cujo coração aspire por Ele. Contudo o ponto aqui não é esse. Os "dois ou três" aqui conduz-nos ao passado, à Lei Mosaica, onde lemos: “Por boca de duas ou três testemunhas, será confirmada toda a palavra” (Deut. 17:6; 19:15; 2 Cor. 13:1).

     O que esta passagem simplesmente ensina é que os apóstolos teriam autoridade oficial durante a Sua ausência, (Mat. 18:18); que não teriam que estar todos reunidos para atuarem oficialmente - dois bastariam (Mat. 18:19), pois onde dois ou três estivessem reunidos em Seu nome (isto é, representando-O), Ele estaria ali presente.

     Certamente que isto não nos rouba nada. Nós sabemos que Ele é omnipresente e que quando nos reunimos para O adorar Ele está presente duma forma especial. Mas, para assegurarmos a Sua presença connosco não carecemos de uma reunião, mesmo que seja de dois ou três. Paulo, ao referir-se aparentemente ao seu problema diante do iníquo Nero, diz,

     “Ninguém me assistiu na minha primeira defesa, antes todos me desampararam ...

     “MAS O SENHOR ASSISTIU-ME E FORTALECEU-ME ...” (2 Tim. 4:16,17).

     E isto conduz-nos a uma verdade ainda mais e elevada:

     A bênção esplendorosa do reino milenar será o próprio Cristo como “EMANUEL ... DEUS CONNOSCO” (Mat. 1:23). Porém, a bênção esplendorosa neste “presente século mau” é a bênção dos crentes serem chamados pelo Senhor para habitarem nos lugares celestiais COM ELE (Efé. 1:3; 2:6; Col. 3:1-4), e ali serem abençoados com todas as bênçãos espirituais.

     Certamente que é verdade que se nós estivermos com Ele, Ele também estará connosco, e vice-versa, mas nos dois casos existe uma grande diferença de enfâse. No reino Ele virá à Terra para habitar com o homem, enquanto que hoje nós somos chamados ao Céu para habitarmos com Ele.


[1] Ver o panfleto do autor intitulado, “A Autoridade Apostólica dos Doze”.

- Cornelius R. Stam
(Continua)

A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (1)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (2)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (3)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (4)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (5)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (6)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (7)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (8)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (9)
A tua fé na Palavra de Deus é supersticiosa ou inteligente? (10)

Sermões e Estudos

Fernando Quental
Como o Senhor transforma

Sermão proferido por Fernando Quental em 08 de dezembro de 2019

José Carvalho
Clamei a Deus

Sermão proferido por José Carvalho em 01 de dezembro de 2019

Dário Botas
Moisés e Paulo

Sermão proferido por Dário Botas em 24 de novembro de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:23 em 04 de dezembro de 2019

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário