Jesus ser Deus - a maior dificuldade de todas? (2)

Não tenhas dúvidas: Jesus é mesmo Deus

 

     Mas ele poderia estar genuinamente enganado, dirá, sem ser uma fraude deliberada. Porém, nesse caso, pense no que isso significa. As pessoas que equivocadamente pensam ser Deus, são insensatas. Jesus Cristo era um insensato, então? Bem, se Ele era, então pouquíssimas pessoas foram sãs! É impossível estudar o comportamento e as palavras de Cristo como descritos no Novo Testamento e chegar a qualquer conclusão semelhante. O Jesus que podia dizer com convicção: “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo e aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração” (Mateus 11:28-29), não era nenhum Hitler ou Mussolini! É um facto simples que Jesus Cristo foi responsável por mais saúde e estabilidade mental do que qualquer outro no mundo. A leitura das Suas palavras tem trazido paz a milhões. A fé n’Ele e no Seu sacrifício libertou milhões da tortura de uma consciência culpada. A comunhão diária com Ele, para milhões, rompeu o domínio de hábitos destrutivos e deu-lhes um novo respeito por si mesmos, um senso de propósito na vida e a libertação do medo da morte.

Ler mais: Jesus ser Deus - a maior dificuldade de todas? (2)

Jesus ser Deus - a maior dificuldade de todas? (I)

Não tenhas dúvidas: Jesus é mesmo Deus

 

     A maior dificuldade que muitas pessoas encontram em contemplar a possibilidade de que o Novo Testamento possa ser verdadeiro é a sua alegação de que Jesus Cristo é mais do que humano, que ele é Deus encarnado. Certamente que, dizem elas, isso deve ser superstição, que surgiu porque as pessoas, no mundo antigo, acreditavam em muitos deuses e imaginavam que os deuses visitavam com bastante frequência a Terra sob a forma de seres humanos excepcionais.

Ler mais: Jesus ser Deus - a maior dificuldade de todas? (I)

Inventado? Jesus? (II)

As pessoas deliram na sua incredulidade. É impressionante.

JESUS: IDEIA DE HERÓI ESTRANHA - TIDA POR NINGUÉM
 
     Mas não avancemos depressa demais. Vamos ficar, por um momento, com a hipótese de que alguém inventou o personagem Jesus, apresentou essa ficção ao mundo, onde ela imediatamente atraiu pessoas de culturas amplamente diferentes e foi assumida como o seu ideal religioso.

     Porém, essa hipótese cai por terra no primeiríssimo obstáculo. Quanto mais sabemos sobre as principais culturas da época, mais se torna claro que, se o personagem Jesus não tivesse sido uma realidade histórica, ninguém o teria inventado, mesmo que pudesse. O Jesus dos Evangelhos não se ajustava ao conceito de herói de ninguém. Gregos, Romanos e Judeus — todos o achavam exatamente o oposto do seu ideal.

Ler mais: Inventado? Jesus? (II)

Sermões e Estudos

Fernando Quental
Como o Senhor transforma

Sermão proferido por Fernando Quental em 08 de dezembro de 2019

José Carvalho
Clamei a Deus

Sermão proferido por José Carvalho em 01 de dezembro de 2019

Dário Botas
Moisés e Paulo

Sermão proferido por Dário Botas em 24 de novembro de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:1 em 11 de dezembro de 2019

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário