O Engano da Tradição (I)

ricky_kurth1.jpg     Como crentes, mantemos que a Palavra de Deus é a nossa maior autoridade em todos os assuntos de fé e prática.  Entretanto, quando este escritor era menino frequentava a igreja católica, uma religião que ensina que a tradição da igreja tem a mesma autoridade que as Escrituras.  É deste modo que a igreja justifica as doutrinas do purgatório, a reza pelos mortos e a adoração a Maria, etc., nenhuma das quais pode ser encontrada na própria Bíblia católica.  Poderíamos pensar que existem versículos bíblicos nos quais baseiam as suas alegações para a autoridade destas tradições, mas não é o caso!  Considere uma das passagens que utilizam: 

Ler mais: O Engano da Tradição (I)

O Engano da Tradição (II)

ricky_kurth1.jpg     O Senhor avisou claramente, em seguida, sobre os perigos das tradições orais, especialmente quando entram em conflito com as Escrituras.

     "Então chegaram ao pé de Jesus uns escribas e fariseus de Jerusalém, dizendo: Por que transgridem os Teus discípulos a tradição dos anciãos? pois não lavam as mãos quando comem pão" (Mt. 15:1-2). 

Ler mais: O Engano da Tradição (II)

O Engano da Tradição (IV)

ricky_kurth1.jpg     Observe que em II Timóteo 3:15 Paulo escreve a Timóteo que as Escrituras "podem fazer-te sábio para a salvação", o verbo encontrando-se no tempo presente.  Timóteo já era salvo dos seus pecados, mas ainda precisava ser salvo de todas as angústias, dores e desesperos que acontecem por não continuar na doutrina das Escrituras (cf. I Tm. 4:15). 

Ler mais: O Engano da Tradição (IV)

O Engano da Tradição (III)

ricky_kurth1.jpg     O perigo da tradição é bem ilustrado na história que é contada sobre cinco macacos que foram colocados numa jaula, onde havia uma banana pendurada no teto e uma escada posicionada por baixo dela.  Entretanto, quando um macaco subia a escada para pegar a banana, todos eles imediatamente levavam um banho de água, tratamento que não eram bem recebido pelos primatas!  Este castigo foi repetido tão frequentemente e tão prontamente que em pouco tempo se um macaco tentava subir a escada, os outros começavam a bater nele.  O grupo acabou por tomar as devidas providências contra um ofensor mesmo sem levar um banho de água. 

Ler mais: O Engano da Tradição (III)

Sermões e Estudos

Alberto Veríssimo
Terra de Gigantes

Reunião de Homens por Alberto Veríssimo em 10 de agosto de 2019

Alberto Veríssimo
Tempestade vivida

Sermão proferido por Alberto Veríssimo em 18 de agosto de 2019

Alberto Veríssimo
José, ou saber esperar em Deus

Reunião de Jovens por Alberto Veríssimo em 09 de agosto de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:18 em 31 de julho de 2019

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário