A PRESENTE VERDADE (IV)

crstam 80 2

 

   O mesmo princípio da revelação progressiva é visto no que as Escrituras dizem a respeito do Concerto Abraâmico, o Velho Concerto (a Lei), e o Novo Concerto.

     Cerca de 2000 anos antes de Cristo (agora, quase há quatro mil anos) Deus fez um concerto incondicional com Abraão (então ainda Abrão), no qual Ele prometeu abençoá-lo e fazer dele uma bênção para todo o mundo (Gén. 12:1-3). Este concerto estendeu-se mais tarde à semente de Abraão, e foi repetidamente confirmado.

     Mais de quatrocentos anos depois Deus fez um concerto com a semente de Abraão, Israel, no qual Ele disse: “Se Me obedeceres, Eu vos abençoarei” (Ver Êxo. 19:5,6). Este segundo concerto, a Lei, “foi acrescentado por causa das transgressões” (Gal. 3:19), para mostrar a Israel que eles não podiam merecer a bênção de Deus, pois a Lei, em vez de os ajudar a serem bons, só podia mostrar-lhes que eram maus, pois “pela lei vem o conhecimento do pecado” (Rom. 3:20) e a Lei, em vez de os justificar e abençoar, só os podia condenar e amaldiçoar.

     Não é assim de estranhar que cerca de 1000 anos ainda mais tarde (cerca de 600 A.C.) Deus chamasse ao Concerto da Lei “velho” e fizesse um “novo” concerto com “a casa de Israel” e com “a casa de Judá”, no qual Ele prometeu “perdoar a sua maldade” e abençoá-los a despeito do seu fracasso sob a Lei (ver Jer. 31:31-34). Assim, progressivamente, Deus disse, sob o Concerto Abraâmico, “Eu farei”; sob o Velho Concerto, Eu farei, se”, e sob o Novo Concerto, “Eu farei, mesmo que”.

     No que respeita à lei e à graça, o apóstolo Paulo declara: “… ANTES que a fé1 viesse, estávamos guardados debaixo da lei, e encerrados para aquela fé QUE SE HAVIA de manifestar. De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir A Cristo2, para que pela fé fôssemos justificados. Mas, DEPOIS que a fé veio, JÁ NÃO estamos debaixo de aio” (Gál. 3_23-25).

É claro que o apóstolo fala aqui historicamente, pois a lei nunca foi dada aos Gentios. Foi dada a Israel, enquanto ainda era nação favorecida de Deus. Mas hoje em dia Deus não tem qualquer nação. E certamente que aqueles que hoje são salvos não se encontram debaixo da lei Mosaica, pois Rom. 6:14 declara distinta e enfaticamente:

     “Vós NÃO estais debaixo da lei, MAS debaixo da graça”.

     O acima exposto são apenas algumas das muitas evidências da revelação progressiva que se encontra latente ao longo das Escrituras, e especialmente as epístolas de Paulo explicam a importância da compreensão deste princípio ao conterem constantemente palavras como antes, depois, agora, então, etc.

_______________________________________________ 
1Isto é, o princípio da justificação apenas pela fé.
Nota: as palavras “para nos conduzir” encontram-se em itálico na Versão de Almeida. Não se encontram no original. A lei foi simplesmente um aio até Cristo.

- Cornelius R. Stam
(Continua)

A PRESENTE VERDADE (I)
A PRESENTE VERDADE (II) 
A PRESENTE VERDADE (III)
A PRESENTE VERDADE (IV)
A PRESENTE VERDADE (V)
A PRESENTE VERDADE (VI)
A PRESENTE VERDADE (VII)
A PRESENTE VERDADE (VIII)

Sermões e Estudos

José Carvalho
Vivendo acima da média

Sermão proferido por José Carvalho em 16 de setembro de 2018

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:2 em 19 de setembro de 2018

David Gomes 09SET18
A Ambição

Sermão proferido por David Gomes em 09 de setembro de 2018

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:2 em 12 de setembro de 2018

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    356 2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário