• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

Marcos Roque 24MAR19
O todo é maior que a soma das partes!

Sermão proferido por Marcos Roque em 24 de março de 2019

David Gomes 17MAR19
Uma vida sem stress

Sermão proferido por David Gomes em 17 de março de 2019

Miguel Barreira 10MAR2019
Inferno

Sermão proferido por Miguel Barreira em 10 de março de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:13,14 em 20 de março de 2019

ver mais
 

10-03-2019 - Teólogos divergem sobre se chamar “pastora” a mulher de pastor é bíblico

AsMulheresPodemSerPastoras1

 

     O uso do termo “pastora” para se referir à esposa de um pastor é prática recorrente em muitas igrejas evangélicas. Um levantamento recente indica que na última década cresceu o número de ministérios que atribuem o título mesmo àquelas que não fizeram preparação formal em seminário ou equivalente.

     Contudo, teólogos discordam que este modelo seja suportado pelas Escrituras. O presidente do Seminário Teológico Batista do Meio-Oeste, Jason K. Allen, que também é professor de ministério pastoral, argumenta que a Bíblia não apoia esse modelo de liderança da igreja.

     “Você normalmente vê a figura de uma co-pastora em igrejas mais pentecostais. Isso não acontece em igrejas tradicionais”, disse ele ao Christian Post. Para Allen, é mais provável que as esposas dos pastores funcionem como uma “extensão” do trabalho pastoral, atuando em situações como visitas a hospitais, discipulando outras mulheres e trabalhando como conselheiras.

     A posição defendida por Allen é que o título de “pastor” seja usado apenas para “homens qualificados para o ministério. Isto ficou explícito na Escritura em passagens como 1 Timóteo 3:1-7, Tito 1:6-9”.

     “Não é um debate se há mulheres tão qualificadas quanto homens. O apóstolo Paulo lista as qualificações que só se encaixam com homem, dizendo, por exemplo, que deve ser marido de uma só mulher.”

     O estudioso diz que as igrejas que usam esse modelo de co-pastoreio entre homem e mulher estão contrariando as Escrituras. Allen salientou que essa não é somente a sua opinião e que o tema já foi extensivamente analisado em diversos livros, em especial os de John Piper. A ressalva que ele faz é que não se trata de uma leitura “machista” das Escrituras.

     “A Bíblia acredita em honrar as mulheres… Eu sou diretor de um seminário onde cerca de 1/3 dos alunos é do sexo feminino. Elas estão a preparar-se para cargos no ministério, mas nós não determinamos o que podem ou não fazer depois de se formarem”, observou Allen.

     A maioria das alunas que ele conhece no seminário está a estudar para ser missionária, trabalhar como conselheira ou exercer outras funções ministeriais que não incluem a liderança pastoral.

     Por outro lado, a autodenominada pastora Cheryl J. Sanders, professora de Ética Cristã na Faculdade de Divindade da Howard University e pastora da Igreja de Deus em Washington, DC, questiona o argumento de Allen que a Bíblia não apoia mulheres dividindo papéis pastorais.

- in Gospel Prime

Comentário:

Biblicamente não somente é ERRADO chamar “pastora” a uma mulher, como igualmente chamar “pastor” a um homem, ainda que por motivos diferentes.

O dom “pastor” é bíblico, mas nas Escrituras nunca vemos um homem ser chamado “pastor”. “Pastor”, no singular, é um termo reservado exclusivamente ao Senhor Jesus Cristo (Hebreus, 13:20, 1 Pedro 2:25, 5:4; João 10:11,14; Zac. 13:7; Salmo 23:1, etc.). Quando a Palavra de Deus se refere a homens com este dom fala neles sempre no plural (Hebreus 13:7,17; Efésios 4:11; Ezequiel 34:2,7-10; Jeremias 50:6; 23:1,2,4; 3:15).

O dom “pastor” não é nenhum título honorífico para ser agregado ao nome da pessoa que o tenha. Pedro referiu-se ao Apóstolo Paulo como “o nosso amado irmão Paulo” (2 Ped. 3:15). “Porque não sei usar de lisonja; em breve me levaria o meu Criador” (Jó 32:22).

Se nem os homens que podem ter este dom de pastor não são assim chamados nas Escrituras, quando mais as mulheres, quaisquer que elas sejam, a quem NUNCA o Senhor deu tais dons!

A degeneração é enorme e muito grave. Tudo começou com pequenas cedências, pequenos desvios, que foram aceites por serem aparentemente pequenos e insignificantes. A verdade é que foram o cavalo de Tróia que tem tomado a “cidade”. “Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?” (1 Cor. 5:6). “Um pouco de fermento leveda toda a massa” Gál. 5:9).

Sejamos intransigentes em denunciar os erros que ferem a verdade das Escrituras.

“Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina, persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem” (1 Tim. 4:16). “Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição do nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Tim. 6:14). “Conserva o modelo das sãs palavras, que de mim tens ouvido, na fé e no amor que há em Cristo Jesus” (2 Tim. 1:13). “… os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados. Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido” (2 Tim. 3:13,14). “Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores, conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas” (2 Tim. 4:3,4).

 

Notícia relacionada:
12-04-2018 - "Pastoras", ou o fermento do mal que faz degenerar cada vez mais maior número de igrejas

Leia também:
 O "pastorado" feminino
 Quem são as mensageiras da grande falange das boas novas e qual a sua mensagem?
 Irresponsabilidade de homens e mulheres - ou a senda para tragédias já vistas
 De mãe para filha

 Deixem-me ser mulher
 Ajuda essas mulheres, ou mulheres ministros
 Obrigado irmãs!

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    356 2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário