O irmão adora na sua igreja? (I)

Nem tudo o que parece é

 

     Quando uma mulher Cristã nos colocou esta questão há muitos anos atrás, nós sabíamos que ela estava realmente a perguntar se o nosso culto era caracterizado pelo tipo de sentimentalismo que é encontrado em muitas igrejas. A pergunta dela levou-me a fazer um estudo sobre a palavra adoração nas Escrituras, num esforço de obter uma definição Bíblica do que constitui a genuína adoração do Deus Todo Poderoso.

Uma Vida Plena de Adoração

     O nosso estudo começa com a ordem de Deus para Abraão sacrificar o seu único filho (Gn 22:1-4), e o anúncio de Abraão de que planeava "adorar" a Deus fazendo isso (v. 5). A lei da primeira referência sugere que o primeiro uso da palavra adoração na Bíblia, aqui, define-a como uma disposição de obedecer a Deus, independentemente de quanto a fé da pessoa seja testada - ainda hoje uma boa definição. E uma vez que Abraão indicou que "o moço" também iria adorar, a disposição de Isaque em dar a sua vida por ordem do seu pai 1 sugere que, quando nos dispomos a oferecer as nossas vidas como sacrifícios vivos por ordem do nosso Pai (Romanos 12:1), isso também é uma ato de adoração. Nós encontramos a confirmação disto, quando o Senhor equiparou o adorar a Deus com o servir a Deus em Mateus 4:10.

     Anos mais tarde, quando Abraão enviou o seu servo à sua terra para encontrar uma noiva para Isaque (Gn 24:1-11), o seu fiel servo orou pedindo a ajuda de Deus (vv. 12-14). Quando a recebeu (vv. 15-25), ele "adorou ao Senhor", ao agradecer-Lhe (vv. 26,27), sugerindo que cada vez que nos curvamos para agradecer a Deus pelas orações respondidas, também estamos a adorá-Lo. Muitos anos depois, os filhos de Israel "inclinaram-se, e adoraram" (Êxodo 4:31), quando reconheceram que Deus estava a honrar a Sua promessa de os visitar e resgatar da escravidão egípcia (Gn 15:13-16). Isto leva-nos a crer que é uma forma de adoração hoje o reconhecermos e agradecermos a Deus sempre que Ele honra promessas que nos fez, como a encontrada em Romanos 8:28.


1 Como jovem que era, Isaque podia ter dominado o seu velho pai ou fugido dele.
 
Ricky Kurth
(Continua)

O irmão adora na sua igreja (I) 
O irmão adora na sua igreja (II)
O irmão adora na sua igreja (III) 
O irmão adora na sua igreja (IV)
O irmão adora na sua igreja (V)
O irmão adora na sua igreja (VI)

 

Sermões e Estudos

Fernando Quental
A diferença Divina

Tema abordado por Fernando Quental em 24 de janeiro de 2021

Carlos Oliveira
Uma mensagem imoral - Parte II

Tema abordado por Carlos Oliveira em 22 de janeiro de 2021

Alberto Veríssimo
Escolhas e Decisões

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 17 de janeiro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:17 em 20 de janeiro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário