Os mártires experimentaram a mesma agonia que o Senhor experimentou na Sua morte?

Billy Graham

 Apesar de Billy Graham já ter sido promovido à glória (07NOV1918-21FEV2018), continuaremos a publicar as suas Perguntas/Respostas - novas e em arquivo.

 

Pergunta: Os mártires experimentam a mesma agonia que Jesus experimentou na Sua morte? - M.W.

Resposta: O Jardim do Getsémani é o lugar onde Jesus foi revelado como sendo verdadeiramente humano. Ali ele enfrentou a escolha entre a obediência e a desobediência. Ele não era um robô programado para obedecer a Deus automaticamente. Ele sabe o que é ser tentado. E, depois de três anos de doação altruísta, O Senhor Jesus Cristo nunca esteve mais vulnerável à tentação do que neste momento no jardim.

     Mas uma coisa é morrer por uma causa ou por um país. Outra bem diferente é morrer pelo mundo inteiro - por todos os pecados acumulados das gerações passadas e futuras. O pecado teve que ser punido. Se Deus perdoasse simplesmente os nossos pecados sem os julgar, então não haveria justiça, nem responsabilidade pelo erro - Deus não seria verdadeiramente santo e justo. A cruz foi a única maneira de resolver o problema do pecado.

     Ninguém alguma vez experimentou maior sofrimento espiritual do que o Senhor Jesus Cristo. A mó da humilhação e da morte espremeria Jesus até agonia extrema. A Sua morte foi uma batalha espiritual contra os poderes das trevas, e a Sua ressurreição significou o triunfo de Deus sobre Satanás. Nenhum homem poderia derrotar Satanás. Somente o Senhor Jesus Cristo. E Ele fê-lo por nós. A agonia do Senhor foi suportada por causa do Seu grande amor pela humanidade.

     A letra de um cântico maravilhoso fala-nos especialmente durante a quadra da Páscoa. "Oh, que Salvador, ó aleluia! O Seu coração partiu-se no Calvário. As Suas mãos ficaram marcadas pelas cicatrizes dos pregos, o Seu lado foi furado. Ele deu o Seu sangue vital até por mim".

     Os mártires são mortos por causa das crenças que defendem, mesmo perante a morte. Cristo enfrentou a morte para nos levar a crer n’Ele. Ele foi ferido pelas nossas transgressões e pelas Suas pisaduras fomos sarados (Isaías 53:5). E Ele fê-lo voluntariamente, de bom grado.

- Billy Graham

 

Sermões e Estudos

Alberto Veríssimo
Tempestade vivida

Sermão proferido por Alberto Veríssimo em 18 de agosto de 2019

Alberto Veríssimo
José, ou saber esperar em Deus

Reunião de Jovens por Alberto Veríssimo em 09 de agosto de 2019

Alberto Veríssimo
O bom é inimigo do ótimo

Sermão proferido em Oiã por Alberto Veríssimo em 08 de agosto de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:18 em 31 de julho de 2019

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário