Jovem, aconselha-te com os mais velhos

Cornelius R. Stam

 

     "Ora tudo isto lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso...." (1 Cor. 10:11)

     Jovens, aos 78 anos de idade dar-vos-ei uma sugestão que provavelmente nunca receberão dos vossos semelhantes.

     Roboão não tinha 20 anos de idade, nem 25, mas 41, quando ascendeu ao trono de Israel (2 Cró.12:13). Devido ao estado de inquietação em Israel na época, ele precisava urgentemente de conselhos sólidos.

    Primeiramente ele procurou "os anciãos", que tinham estado "na presença de Salomão, seu pai", e tinham a experiência para aconselhá-lo sabiamente. Mas Roboão não gostou do tipo de conselho que eles lhe deram. Ele ainda era jovem e vigoroso, e procurou um conselho mais ousado. Então...

     "...ele deixou o conselho que os anciãos lhe tinham aconselhado, e teve conselho com os mancebos que haviam crescido com ele, que estavam diante dele" (1 Reis 12:8).

     Afinal de contas, eles não eram mais "meninos". Na sua maioria estavam no começo de seus quarenta anos, e olhando para o futuro. Ah, mas "os anciãos" possuíam uma coisa em abundância que aos "mancebos" ainda faltava: muitos anos de experiência, experiência no próprio campo em que se requeria aconselhamento amadurecido.

     "Os mancebos" de facto deram aconselhamento mais ousado a Roboão. Eles disseram:

     "Teu pai fez pesadíssimo o nosso jugo, mas tu o alivia de sobre nós; assim lhe falarás: Meu dedo mínimo é mais grosso do que os lombos de meu pai. Assim que, se meu pai vos carregou dum jugo pesado, ainda eu aumentarei o vosso jugo: meu pai vos castigou com açoites, porém eu vos castigarei com escorpiões" (1 Reis 12:10-11).


     Resultado: Roboão perdeu 10 das 12 tribos numa rutura tão profunda que ainda não está cicatrizada – e não o será antes de Cristo voltar. Pode-se imaginar Roboão falando agora com os seus jovens conselheiros: "Eu não estava à espera disto; o que faremos agora?" Não havia nada a fazer: agora era muito tarde. E a separação das dez tribos não era o pior desastre da sua tolice, porque logo a seguir as dez tribos apostataram de Deus, e não muito tempo depois disso as duas tribos restantes, Judá e Benjamim, fizeram o mesmo.

     Que lição temos aqui para os jovens? Apenas isto: Sonda os recursos espirituais, morais e intelectuais dos santos mais velhos da tua congregação. Alguns deles podem provar ser os amigos mais valiosos que alguma vez já tiveste.

     Por isso cultiva uma verdadeira amizade com os irmãos mais velhos da tua congregação, e procura-os frequentemente para conselhos. Alguns deles podem até provar ser os melhores amigos que alguma vez terás. Espero que não permitamos que a distância entre as gerações nos afete adversamente, porque vem direto do orgulho humano e em direção à atual tendência de uma vida sem Deus. Que Deus nos ajude a mostrar a este mundo triste e mau, algo melhor do que o atual modo de vida moderno.

- Cornelius R. Stam

 

 

Sermões e Estudos

Carlos Oliveira
O que condena alguém ao Inferno?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 23 de outubro de 2020

José Carvalho
Abraão como filho e pai

Tema abordado por José Carvalho em 18 de outubro de 2020

Carlos Oliveira
Mito ou verdade

Tema abordado por Carlos Oliveira em 16 de outubro de 2020

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:15 em 21 de outubro de 2020

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário