Aprendendo a Discernir (VII)

SALVAGUARDA: Nem toda a música secular contém desvios, é anti-social ou ímpia. Há músicos e músicas que exibem pensamentos e ideias positivos.

Há dois estilos de música que se tornaram sinónimos de ideias degeneradas – rock e heavy metal. O rap ainda é pior segundo entendidos na matéria.

     O grupo The Dead Kennedys, fez uma música intitulada Frankenchrist. A capa era pornográfica e intitulava-se Penis Landscape, mostrando dúzias de homens e mulheres a copularem.

     A letra da maioria dessas músicas é do mais obsceno que há. Muitos nem sabem as palavras que põem na boca quando cantam. Ah se soubessem!!!! Até há letras que apelam e induzem ao suicídio.

     Em Janeiro de 1997 quem ganhou o prémio RollingStone de Melhor novo artista foi Marilyn Manson, um satanista, que em Outubro de 1996 alcançou o 3º lugar nos discos mais vendidos nos EUA, com o disco Antichrist Superstar. No interior do CD uma foto obscena mostrando os seus órgãos genitais em obscenidades com 2 homens. Uma parte da letra diz, “Quando chegares ao céu desejarás estar no inferno” (Wormboy). Em Novembro, quando o entrevistaram e perguntaram pelo que é que ele gostaria de ser lembrado quando morrer, respondeu, “Como a pessoa que acabou com o Cristianismo, ou morreu a tentar acabar com ele”. É esta a estrela fã de milhões de jovens no mundo, nos tempos modernos.

     Mas será que a música pode mesmo afectar o comportamento? Ouve isto e tira as conclusões que quiseres: Michael Billings, 17 anos, condenado culpado. Boby Titsworth, 16 anos, o mesmo. Stephane Wartson, 17, e Robert Wartson, 20, idem. Qual foi o crime? Rapto, sequestro e violação de duas meninas duma escola. Foram levadas para uma casa onde foram violadas repetidas vezes e açoitadas com um cinto (as miúdas tinham 9 e 10 anos). O que perturba ainda mais neste caso é o facto de eles o terem feito ao som duma música intitulada “Gangster do amor”, dos Geto Boys. O juiz concluiu que aquela música alimentou aquele assalto sexual. A letra é imunda. Abstemo-nos de a descrever. Este grupo tem uma outra música que apela ao suicídio.

     A nossa cultura juvenil actual está saturada de mensagens deste tipo. Um jovem foi encontrado morto vítima de suicídio ainda com os auscultadores nas orelhas, ouvindo-se uma música destas (de Ozzy Osbourne) que apelava ao suicídio. Músicas dos Nirvana e Guns N’ Roses têm conduzido muitos ao suicídio. O diabo veio para matar, roubar e destruir (João 10:10). O diabo anda como um leão ao redor de cada um de nós procurando a quem possa tragar (1 Pedro 5:8). Estas músicas pavimentam o caminho para os jovens caminharem rumo à delinquência e à morte.

     Os jovens ao serem bombardeados com tanto sexo, acabam por ver incendiada a curiosidade de o quererem experimentar.

     A música dos Deicide, White Zombie, Pantera, Danzig e Marilyn Manson, pode não te mergulhar logo no satanismo, mas pode começar por te levar a quereres experimentar a bruxaria. Jovens que têm sido arrebatados ao satanismo referem músicas com temas satânicos como meio caminho andado para o ocultismo. Será que não vês como a música consegue arrebanhar milhares num estádio cheio? Prende ou não prende? Afecta ou não? A vida destes jovens está a ser afectada pela filosofia daquelas letras.

     Se os publicitários podem vender com escassos segundos tudo o que querem, quanto não conseguem os músicos com horas e horas de música de aconselhamento aos jovens? Os peritos dizem que a publicidade mais rentável é a que é passada na MTV.

     Os entendidos dizem que a melhor forma de aprender uma língua é através da música – tem um poder tremendo!

     Porque não apostas em usar a música para o bem?

Sermões e Estudos

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Carlos Oliveira
O peso do pecado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 17 de setembro de 2021

Dário Botas
Qual a tua motivação (Parte II)

Tema abordado por Dário Botas em 10 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 15 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário