Cristo, a Cabeça ... na prática

A impressionante biografia de William MacDonald

 

     Uma verdade de que a igreja local deve ser uma testemunha é que Cristo é a Cabeça do Corpo. Como é que os crentes podem testemunhar este facto hoje? Obviamente, eles não devem aceitar nenhum líder humano como cabeça (ou, chefe) da Igreja. A mais flagrante violação disso é a cabeça de um grande sistema religioso que afirma ser a cabeça temporal do corpo de Cristo. A maioria dos Cristãos de hoje viu a loucura de tal pretensão, ainda que de formas um pouco mais subtis, o mal se tenha infiltrado em quase todos os segmentos da Cristandade.

      O Senhorio de Cristo é verdadeiramente reconhecido quando é permitido que ele controle as atividades da igreja, na tomada de decisões, na superintendência de todos os ministérios. Para muitos, isto soará algo vago e impraticável. Como é que o Senhor no Céu pode guiar uma igreja local na terra? A resposta é que Ele nunca deixará de tornar a Sua vontade conhecida aos que pacientemente esperam n’Ele. É verdade que isso requer muito exercício espiritual por parte dos crentes. Seria muito mais fácil tomar as coisas nas próprias mãos e realizar os próprios planos. Mas deve ser lembrado que os princípios da Palavra de Deus só podem ser realizados com o poder da Palavra de Deus, e aqueles que não estão dispostos a trilhar o caminho da dependência, oração e espera paciente, nunca terão o privilégio de ver o Grande Cabeça da Igreja a guiar a igreja local ou assembleia aqui na terra.

     Neste ponto, pode ser apropriado enfatizar que uma coisa é dizer que se reconhece o Senhorio de Cristo e outra bem diferente é reconhecê-lo na prática. Há alguns que aparentemente derramariam o seu sangue pela verdade do Senhorio de Cristo e, ainda assim, negam-no praticamente por serem ditadores virtuais na assembleia. Um homem ou um grupo de homens pode não ter nenhum título ou designação oficial numa igreja e, no entanto, governá-la impiedosamente. Diótrefes era um homem assim (3 João 9,10). Ele adorava ter a preeminência; ele falava contra homens piedosos como João, dizendo mal dele; ele não queria receber homens assim e proibia aqueles que o fizessem, expulsando-os da igreja. Isto era uma negação positiva de Cristo como Cabeça.

     Talvez seja preciso acrescentar uma palavra sobre o quartel-general da igreja. A palavra quartel-general fala do centro de operações e de autoridade. O quartel-general da igreja está onde está a Cabeça; ou seja, no Céu. Uma igreja local não pode consistentemente reconhecer qualquer organização controladora, como um sínodo, presbitério ou conselho, onde o controlo é exercido sobre uma única igreja ou um grupo de igrejas. Cada assembleia é diretamente responsável perante o Cabeça da Igreja, e não deve ser nada e nada fazer que negue essa verdade.

- William MacDonald

Sermões e Estudos

José Carvalho
Abigail

Tema abordado por José Carvalho em 20 de junho de 2021

Carlos Oliveira
A tragédia da imoralidade

Tema abordado por Carlos Oliveira em 18 de junho de 2021

Fernando Quental
O primeiro de muitos dias

Tema abordado por Fernando Quental em 13 de junho de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:24,25 em 23 de junho de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário