Alianças profanas

william_macdonald.jpg     “… Devias tu ajudar ao ímpio, e amar aqueles que ao Senhor aborrecem? Por isso virá sobre ti grande ira de diante do Senhor” (2 Crón. 19:2).

     O rei Josafá tinha-se unido ao ímpio rei Acabe na guerra contra os Sírios. Tratou-se de uma aliança profana que quase lhe custou a vida. Os Sírios confundiram Josafá com Acabe e estavam prestes a matá-lo quando perceberam o seu erro. Embora Josafá tivesse escapado da morte, não escapou a uma repreensão pungente do profeta Jeú. Deus indigna-Se quando o Seu povo ama aqueles que O odeiam e coopera com os ímpios.

     Onde é que tal coisa poderia acontecer hoje? Isso pode acontecer quando os Cristãos professos evangélicos se unem a liberais declarados em grandes cruzadas religiosas. Estes liberais negam as grandes doutrinas fundamentais da fé Cristã. Procuram minar a autoridade das Escrituras com as suas dúvidas e negações. Apesar de se apresentarem como Cristãos, são realmente inimigos da cruz de Cristo. O seu deus é o ventre. A sua glória é a vergonha deles. Só pensam nas coisas terrenas (cf. Fl. 3:18, 19). A causa de Cristo não pode beneficiar do seu patrocínio. Só pode sofrer com ele.

     Quando o movimento ecuménico ganha força, os Cristãos bíblicos enfrentam uma pressão crescente para cerrar fileiras com todos os elementos ímpios na Cristandade. Se eles se recusarem, eles serão ridicularizados e denunciados, e as suas liberdades serão reduzidas. No entanto, a fidelidade a Cristo requer que trilhem um caminho de separação.

     Um dos cortes mais duros surge quando verdadeiros Cristãos desprezam os seus irmãos que se recusam trabalhar com os ímpios. Não é novidade haver líderes Cristãos que falem com a apreciação dos modernistas enquanto atacam os fundamentalistas. Eles bajulam a sapiência liberal, citam escritores liberais sancionando-os e revelam uma tolerância graciosa às heresias liberais. Porém não têm nada a não ser epítetos de desprezo para os seus irmãos fundamentalistas que procuram manter linhas claras de demarcação entre o justo e o ímpio.

     Procurar o favor dos inimigos de Deus ou procurar a sua ajuda é uma traição. A lealdade a Cristo exige que nos ergamos com os Seus seguidores que são intransigentes com o inimigo.  

William MacDonald
One Day at a Time

Sermões e Estudos

Fernando Quental 16JAN22
Tribulação e tentação

Tema abordado por Fernando Quental em 16 de janeiro de 2022

Carlos Oliveira 14JAN21
Porque Deus permite a tragédia?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 14 de janeiro de 2022

David Gomes 09JAN21
A oração de Jesus

Tema abordado por David Gomes em 09 de janeiro de 2022

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:7 em 12 de janeiro de 2022

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário