O amor ao povo judeu

william_macdonald.jpg     “E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem ...” (Gén. 12:3).

     Quando Deus chamou Abraão para ser o cabeça do Seu povo terreno escolhido, Ele prometeu abençoar os amigos dessa nação e amaldiçoar os seus inimigos. No decorrer dos séculos o povo judeu tem sofrido hostilidade e discriminação incalculável, mas a maldição de Deus nunca foi levantada sobre o anti-semitismo.

     Hamã planeou a destruição do povo judeu na Pérsia. Ele induziu o rei a assinar um decreto inalterável. Durante um período tudo parecia estar a mover-se a seu favor. Mas depois desenvolveram-se senãos. O arqui-conspirador titubeou desde a decepção ao fracasso, até finalmente ser enforcado na forca que ele havia construído para Mardoqueu, o judeu.

     Falhando ao não ter aprendido com a história, Adolph Hitler foi condenado a revivê-la. Ele inaugurou um programa vicioso para acabar com os judeus nos seus campos de concentração, câmaras de gás, fornos, fuzilamentos em massa. Parecia que nada poderia detê-lo. Mas depois a maré mudou e ele morreu ignominiosamente com a sua amante num bunker em Berlim.

     O anti-semitismo atingirá o seu clímax mais horrendo durante a Grande Tribulação. Os judeus serão entregues para serem afligidos e mortos, pois eles serão odiados por todas as nações dos gentios. Muitos serão massacrados. Porém o massacre será interrompido com o advento pessoal do Senhor Jesus Cristo. Aqueles que têm perseguido o seu povo serão destruídos; os que se têm tornado amigos dos irmãos judeus de Cristo entrarão no Reino.

     Nenhum crente verdadeiro jamais deveria permitir que a sua alma fosse manchada com um só traço de anti-semitismo. O seu Senhor, o seu Salvador, o seu melhor e mais verdadeiro amigo era judeu. Deus usou o povo judeu para dar e preservar as Escrituras. Embora Deus tenha posto temporariamente de parte a nação por causa da sua rejeição do Messias, Ele ainda ama Israel por causa dos pais. Ninguém que odeie os judeus poderá esperar as bênçãos de Deus na sua vida e serviço.

     "Orai pela paz de Jerusalém: prosperarão aqueles que te amam" (Salmo 122:6). Também prosperará que amar o povo judeu. 

William MacDonald
One Day at a Time

Sermões e Estudos

Fernando Quental 16JAN22
Tribulação e tentação

Tema abordado por Fernando Quental em 16 de janeiro de 2022

Carlos Oliveira 14JAN21
Porque Deus permite a tragédia?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 14 de janeiro de 2022

David Gomes 09JAN21
A oração de Jesus

Tema abordado por David Gomes em 09 de janeiro de 2022

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:7 em 12 de janeiro de 2022

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário