Fidelidade

william_macdonald.jpg     “Salva-nos, Senhor, porque faltam os homens benignos; porque são poucos os fiéis entre os filhos dos homens.” (Sal. 12:1).

     Os fiéis são uma espécie em vias de extinção; eles estão a desaparecer rapidamente da raça humana. Se David lamentou o seu fim nos seus dias, muitas vezes interrogamo-nos como é que ele se sentiria se vivesse hoje.

     Quando falamos de uma pessoa fiel, significamos alguém que é fidedigno, confiável, verdadeiro. Se ele faz uma promessa, cumpre-a. Se tem uma responsabilidade, realiza-a. Se tem compromissos a honrar, é firmemente leal a eles.

     O homem infiel faz um compromisso, mas depois falha em cumpri-lo ou chega indesculpavelmente atrasado. Ele concorda em ensinar uma classe na Escola Dominical, mas no entanto falha em arranjar um substituto quando não pode estar presente. Nunca se pode depender dele. A sua palavra não significa nada. Não admira que Salomão dissesse: "Como dente quebrado e pé deslocado, é a confiança no desleal [ou, infiel], no tempo da angústia" (Pv 25:19).

     Deus procura homens e mulheres fiéis. Ele quer mordomos que sejam fiéis no cuidado dos seus interesses (1 Coríntios. 4:2). Ele quer que os ensinadores que são fiéis transmitam e leguem as grandes verdades da fé Cristã (2Tm. 2:2). Ele quer que os crentes que são fiéis ao Senhor Jesus, partilhem a Sua rejeição e tomem a cruz. Ele quer pessoas que sejam totalmente leais à Sua Palavra inspirada, inerrante e infalível. Ele quer que os Cristãos sejam leais à assembleia local, em vez de vaguearem de igreja em igreja, como ciganos religiosos. Deus quer santos que sejam fiéis a outros crentes e fiéis também aos perdidos.

     Como em todas as outras virtudes, o Senhor Jesus é o nosso glorioso exemplo. Ele é a Testemunha fiel e verdadeira (Apocalipse 3:14), um Sumo Sacerdote misericordioso e fiel nas coisas pertencentes a Deus (Hebreus 2:17), fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça (1 João 1:9). As Suas palavras são verdadeiras, as Suas promessas são infalíveis e os Seus caminhos são totalmente seguros.

     Embora os homens não possam atribuir um prémio elevado à fidelidade, Deus fá-lo. O Senhor Jesus elogiou a fidelidade dos Seus discípulos com as palavras: “E vós sois os que tendes permanecido Comigo nas Minhas tentações. E Eu vos destino o reino, como Meu Pai Mo destinou” (Lu. 22:28, 29). E a recompensa final pela fidelidade será ouvir o Seu elogio, “Bem está, servo bom e fiel … entra no gozo do teu Senhor” (Mt. 25:21). 

William MacDonald
One Day at a Time

Sermões e Estudos

Fernando Quental 16JAN22
Tribulação e tentação

Tema abordado por Fernando Quental em 16 de janeiro de 2022

Carlos Oliveira 14JAN21
Porque Deus permite a tragédia?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 14 de janeiro de 2022

David Gomes 09JAN21
A oração de Jesus

Tema abordado por David Gomes em 09 de janeiro de 2022

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:7 em 12 de janeiro de 2022

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário