Preocupações

william_macdonald.jpg  “Não estejais inquietos por coisa alguma” (Fil. 4:6).
 

     Há tanta coisa com que uma pessoa se pode preocupar - com a possibilidade de cancro, problemas cardíacos ou com uma infinidade de outras doenças; comidas que são supostamente prejudiciais, morte acidental, uma revolução comunista, guerra nuclear, a inflação galopante, um futuro incerto, a perspectiva terrível das crianças crescerem num mundo como este. As possibilidades são inúmeras.

     E no entanto é-nos dito na Palavra de Deus: "Não estejais inquietos por coisa alguma." Deus quer que tenhamos vidas que estejam livres de preocupações. E por boas razões!

     A preocupação é desnecessária. O Senhor olha por nós. Ele segura-nos nas palmas das Suas mãos. Nada nos pode acontecer para além da Sua vontade permissiva. Nós não somos vítimas do acaso cego, acidentes ou destino. As nossas vidas são planeadas, ordenadas, dirigidas.

     A preocupação é inútil. Nunca resolve um problema nem evita uma crise. Como alguém disse, "a ansiedade nunca nos rouba a dor de amanhã, só nos retira a força de hoje."

     A preocupação é prejudicial. Os médicos concordam que muitas das doenças dos seus pacientes são causadas pela preocupação, tensão, nervos. As úlceras estão no topo da lista de doenças relacionadas com preocupações.

     A preocupação é pecado. "Ela duvida da sabedoria de Deus; implica que Ele não sabe que está a fazer. Duvida do amor de Deus; diz que Ele não se preocupa. Duvida do poder de Deus; diz que Ele não é capaz de vencer as circunstâncias que fazem com que me preocupe".

     Nós ficamos muito frequentemente orgulhosos com a nossa preocupação. Quando um marido censurou a esposa por causa da sua incessante preocupação, ela respondeu, "Se eu não me preocupasse, haveria muito pouca coisa feita por aqui." Nunca nos vamos conseguir a libertar dela, enquanto não a confessarmos como pecado e renunciarmos totalmente a ela. Então, podemos dizer com confiança:

Nada tenho a ver com o amanhã perfilado,
Meu Salvador tomá-lo-á ao Seu cuidado;
Se o preencher com dificuldade, dor, pesar,
Ajudar-me-á a sofrer e suportar.
Nada tenho a ver com o amanhã peculiar;
Seus fardos, então, porque hei-de carregar?
Sua graça e Sua força não posso antecipar;
Então porque hei-de o seu cuidado precipitar?
 

 
William MacDonald
One Day at a Time

 

Sermões e Estudos

Carlos Oliveira 03DEZ21
O mais forte

Tema abordado por Carlos Oliveira em 03 de dezembro de 2021

Carlos Oliveira 28NOV21
O melhor está para vir (5) IQC

Tema abordado por Carlos Oliveira em 28 de novembro de 2021

Carlos Oliveira 26NOV21
Inseguramente seguro

Tema abordado por Carlos Oliveira em 26 de novembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:5 em 01 de dezembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário