Preso pelo anzol

peixe fisgado livre de direitos Vetores Clip Art ilustração anim1357

 

     E aconteceu, à hora da tarde, que David se levantou do seu leito, e andava passeando no terraço da casa real, e viu do terraço uma mulher que se estava lavando; e era esta mulher mui formosa à vista. E enviou David, e perguntou por aquela mulher; e disseram: Porventura não é esta Batseba, filha de Eliam, mulher de Urias, o heteu? Então enviou David mensageiros, e a mandou trazer; e, entrando ela a ele, se deitou com ela … – 2 Samuel 11:2-4a

     Talvez gostes de sair para pescar: o sol dando as boas-vindas a um novo dia a nascente, o ar fresco no teu rosto, o reflexo na água e a alegria e relaxamento de passares tempo ao ar livre. És tu contra a natureza lá fora, uma oportunidade de conseguires o teu jantar ... ou pelo menos gabares-te junto dos teus amigos que comeste ao jantar o que pescaste! Já consideraste os peixes?

     Ora, o peixe vive um tipo de dia diferente. Nadando no seu mundo de maravilhas húmido, cuidando da própria vida, o peixe de repente sobe para fazer uma refeição! Um pedaço bonito e suculento flutua convidando o peixe - tentando-o - a dar uma mordida. É verdade. O que ele não sabe é que estará a lutar pela vida, ao ser puxado para cada vez mais perto da morte. Pois do outro lado da sua refeição está um anzol habilmente escondido pelo seu petisco favorito.

     Talvez tenha sido isso que aconteceu com David quando viu Bate-Seba banhar-se no terraço. No início pode ter parecido inocente, perguntar simplesmente sobre quem era a mulher. Mas depois, a pequena mordidela não foi suficiente. Ele quis mais. Ele mordisca mais e então é preso pelo anzol. Ele manda chamá-la e dorme com a esposa de outro homem. Aconteceu o que dificilmente esperarias de um rei que a Bíblia diz que é um homem segundo o coração de Deus.

     A verdade é que todos nós somos pecadores. Baixamos os nossos padrões e valores apenas por uma pequena prova. A próxima coisa que sabemos é que caímos na armadilha do pecado e não sabemos como chegámos lá. Tudo começa com uma pequena mentira ou um olhar casual. Uma escolha má leva a uma série de outras escolhas más e ficamos presos. A tentação e o pecado costumam vir em pacotes atraentes. O problema é que, depois de se dar uma mordida, fica cada vez mais fácil cair no pecado, sendo cada vez mais difícil parares no agradar-te a ti mesmo. O meu conselho para ti e os peixes: não mordisquem. Nadem para longe.

 

APROFUNDANDO:

1. Quais são os anzóis na tua vida? Reconhecê-los pode ajudar-te a evitar as tentações.
2. O que podes fazer para teres a certeza de que pensas sobre as escolhas e os seus efeitos, para além de simplesmente a tua gratificação imediata?

 

LEITURA ADICIONAL:

1 Samuel 16:7; 1 Coríntios 10:13

Por Kelly McFadden

Sermões e Estudos

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Carlos Oliveira
O peso do pecado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 17 de setembro de 2021

Dário Botas
Qual a tua motivação (Parte II)

Tema abordado por Dário Botas em 10 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 15 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário