Uma Interrupção Santa

man sitting on plank between waterfalls with view of green mountain ranges

 

 

Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-O em todos os teus caminhos, e Ele endireitará as tuas veredas. – Provérbios 3:5-6

O teólogo e filósofo do século XX Reinhold Niebuhr escreveu a seguinte oração, agora comumente conhecida como "A Oração da Serenidade". Diz:

Deus me conceda serenidade 
para aceitar as coisas que não posso mudar; 
coragem para mudar as que posso; 
e sabedoria para saber a diferença. 
Vivendo um dia de cada vez;
Desfrutando um momento de cada vez;
Aceitando as dificuldades como a senda para a paz;
Tomando, este mundo pecaminoso, como é,
como Ele, não como eu quero;
Confiando que Ele fará todas as coisas darem certo
se eu me render à Sua vontade;
Que eu possa ser razoavelmente feliz nesta vida
pois, na próxima, 
serei extremamente feliz com Ele
Para sempre.
Amém.

     A maioria das pessoas está familiarizada com as primeiras quatro linhas desta oração, pois ela foi estampada em tapeçarias, marcadores de página, cartões de oração e outros recursos cristãos. No entanto, a maioria não está familiarizada com a segunda estrofe, que parece conter o significado mais completo da oração. Num mundo apressado em que mantemos um ritmo sem fôlego, parece quase pecaminoso parar e descansar. Todos os dias, os anunciantes imploram que compremos “segurança” para o nosso futuro. Os investidores incentivam-nos a planear a nossa reforma e a educação dos nossos filhos. Todos os dias, milhares de funcionários que trabalham arduamente são “diminuídos” ou demitidos, resultando no caos, instabilidade e perda de confiança. Como, então, podemos experimentar esse tipo de “serenidade” quando o nosso mundo parece descontrolado? O Salmo 46:10 diz: “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus”.

     Um autocolante popular diz assim: “Eu conheço Deus e não és tu!” Frequentemente, tentamos orquestrar as nossas vidas de tal forma que não haja espaço para Deus interromper com os Seus próprios planos. Quando seguimos esta oração, criamos alguma margem, algum espaço sagrado para Deus penetrar nas nossas vidas agendadas, ocupadas e agitadas. Ao olhares para o teu calendário hoje, há espaço para Deus “interromper”? As Escrituras declaram: “Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-O em todos os teus caminhos, e Ele endireitará as tuas veredas” (Provérbios 3:5-6)

 

APROFUNDANDO:

1. O que posso cortar da minha programação hoje para permitir que Deus interrompa?
2. Estou aberto às interrupções sagradas que Deus traz para o meu caminho?

 

LEITURA ADICIONAL:

Mateus 6:19-34

 

Por L. Snyder

Sermões e Estudos

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Carlos Oliveira
O peso do pecado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 17 de setembro de 2021

Dário Botas
Qual a tua motivação (Parte II)

Tema abordado por Dário Botas em 10 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 15 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário