Removendo o disfarce

Foto profissional grátis de anti-envelhecimento, atenção, beleza

  

 

     E os fariseus, que eram avarentos, ouviam todas estas coisas, e zombavam d’Ele. E disse-lhes: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece os vossos corações, porque, o que entre os homens é elevado, perante Deus é abominação.  – Lucas 16:14-15

     Será que usas um disfarce cristão? Quando estás com outras pessoas, porventura representas? Já sentiste a pressão de seres alguém que realmente não és? Seres ou agires em conformidade com os outros, como tu realmente não és?

     Se isso acontece contigo, sabe que não estás só. Eu também o faço.

     Às vezes, as pressões que sinto e as pressões que coloco sobre mim mesmo resultam em me tornar um ator, ou mais precisamente, um ator vazio. Eu escondo as minhas faltas, falhas e medos de outras pessoas e coloco um disfarce religioso para parecer melhor do que realmente sou. Quando esqueço o quanto Deus me ama, começo a importar-me com o que as outras pessoas pensam de mim.

     Eu faço isso porque uso um disfarce que é confortável e fácil, enquanto ser real requer vulnerabilidade. Ser verdadeiro requer coragem e risco.

     Vendo essa tendência na minha própria vida, fiz uma pergunta no Twitter e no Facebook: “Em que situações te sentes pressionado a simular, disfarçar ou fingir ser mais espiritual do que realmente és?” As respostas foram incríveis:

     “Sinto a pressão de fingir assim que acordo.”
     “Eu finjo ser alguém que não sou quando dou conselhos aos outros.”
     “Eu finjo quando digo a alguém que acabou de perder o emprego que vai ficar tudo bem, que só precisa de ter fé. Eu finjo acreditar no que acabei de dizer.”
     “Eu finjo quando o líder do meu pequeno grupo pergunta: 'O que tens lido ultimamente na Palavra?'”
     "Eu finjo o tempo todo."

     É muito fácil usar o disfarce.

     Hoje é o dia de tirar o disfarce. Troca o que parece religioso pela pessoa real que és. Não te esqueças de que o Senhor Jesus Cristo Se indignava com as falsificações e fingimentos religiosos. Ele chamou aos religiosos de “sepulcros caiados de branco” porque pareciam bons por fora, mas estavam mortos interiormente.

     Embora eu ainda não esteja 100% livre de disfarces, eis o que aprendi: o Senhor Jesus Cristo não quer que disfarcemos. Ele quer que sejamos verdadeiros. Ele quer que sejamos as pessoas que Ele nos criou para sermos. Ele gosta mais de ti e de mim reais do que dos papéis falsos que tantas vezes desempenhamos. Ele quer que vivamos com segurança no amor que Ele tem por nós, que é eterno e incondicional.

     Quando começamos a colocar o valor nas pessoas que realmente somos, em oposição ao disfarce, tornamo-nos genuinamente diferentes. Não num diferente disfarce. Não numa falsidade diferente. Não numa falsificação diferente. Não religiosamente diferente. Mas numa transformação diferente.

     Quando a máscara sai, coisas incríveis acontecem. Descobrimos que não estamos sós. Descobrimos que os outros também têm faltas, falhas e medos. E descobrimos que estamos seguros; não seguros em conforto, mas seguros em sermos nós próprios, vivendo para uma audiência de Um.

 

APROFUNDANDO:

1. Pensa numa ocasião em que usaste um disfarce religioso para convencer os outros de que és mais espiritual do que realmente és.
2. Como o saberes que Deus te ama eterna e incondicionalmente te motiva a remover o teu disfarce religioso?

 

LEITURA ADICIONAL:

Mateus 6:1-6; 16-18; Mateus 23:27; 1 João 5:18-19

Por Doug Fields

Sermões e Estudos

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Carlos Oliveira
O peso do pecado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 17 de setembro de 2021

Dário Botas
Qual a tua motivação (Parte II)

Tema abordado por Dário Botas em 10 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 15 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário