Conversa fiada

Trivialidades não enchem barriga

     

     "Este é o tempo que temos." Embora não haja nada de errado numa "conversa fiada" sobre coisas triviais que ocupam grande parte da nossa interação, o apóstolo Paulo, com base na epístola a Tito, certamente nos encorajaria a cultivar conversas sobre coisas bem mais elevadas e importantes.

     Paulo disse a Tito para “Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina” (2:1). Por outras palavras, Paulo queria que o seu cooperador fosse conscencioso, falando de coisas significativas que fundamentassem os santos nas verdades para hoje, que os encorajariam a viver certamente para o Senhor. Paulo instruiu os “velhos” a agirem como homens de verdadeira maturidade espiritual (2:2). Isso significava servir com propósito, sendo exemplos a serem seguidos na piedade. Paulo especifica áreas de conduta como seriedade, doutrina correta, ação em amor e paciência; mas o contexto parece implicar que ele também queria que as suas conversas estivessem carregadas de conteúdo espiritual.

     Da mesma forma, Paulo exorta as “mulheres idosas” a serem cuidadosas em possuir um comportamento saudável e piedoso que lhes traga santidade à sua vida (2:3). Mas ele também lhes diz para serem mestras ou para falarem às mulheres novas sobre como viver de forma adequada e piedosa no seu lar e casamento. Paulo instrui Tito a falar aos “jovens” sobre a importância de levarem consistentemente a sério o seu viver para o Senhor, de modo a servirem de exemplo, sendo “exemplo de boas obras”, revelando incorrupção na doutrina, seriedade e sinceridade (2:6-7).

     Paulo continua, dizendo a Tito para ele lembrar constantemente a todos os santos que sejam muito cuidadosos em estar “preparados para toda a boa obra” e em “aplicar-se às boas obras” (3:1; 3:8). É digno de nota que Paulo também diz a Tito: “Fala disto, e exorta e repreende com toda a autoridade. Ninguém te despreze” (2:15). Vemos aqui um reconhecimento de que alguns preferem “conversa fiada”, não apreciando conversas sérias sobre temas espirituais, porém Tito foi encorajado, como servo de Cristo, a insistir em conversas sobre coisas importantes, independentemente de como os outros reagissem.

     Ao pensarmos nestas instruções dadas a Tito, devemo-nos lembrar de aplicá-las ao nosso andar diário. Nós também precisamos de ir além da simples "conversa fiada" quando falamos com os outros santos e de cultivarmos conversas que encorajem uma vida piedosa e doutrina verdadeira. Quando o fazemos, o nosso próprio andar pode tornar-se numa caminhada com mais propósito e significado, e podemos ter um impacto espiritual positivo nas outras pessoas, que será motivo de alegria na eternidade.

- John Fredericksen

 

Sermões e Estudos

José Carvalho
Herança

Tema abordado por José Carvalho em 25 de julho de 2021

Carlos Oliveira
Religiões de substituição

Tema abordado por Carlos Oliveira em 23 de julho de 2021

Fernando Quental
Paciência

Tema abordado por Fernando Quental em 18 de julho de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:1 em 21 de julho de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário