Acabar bem (Parte 1)

Capt. Edward J. Smith Begins His Journey

 

Corríeis bem; quem vos impediu, para que não obedeçais à verdade? - Gálatas 5:7

     14 de abril de 1912 é lembrado na história como o dia em que o navio inafundável naufragou. O Titanic estava na sua viagem inaugural e sob as ordens do Comandante Edward John Smith. Na noite da tragédia, o Comandante Smith compareceu a um jantar oferecido em sua homenagem. Ele desculpou-se por se retirar mais cedo e foi para a ponte, tendo recebido vários avisos de gelo no fim de semana. Depois de falar com a tripulação, ele deu ordens para ser alertado imediatamente sobre as preocupações com o clima, e retirou-se para se deitar.

     Por volta das 23h40, o Comandante Smith foi acordado com a colisão e correu para a ponte. Após receber o relatório do acidente, ele fez logo uma rápida inspeção no navio. Ele ordenou imediatamente que as baleeiras salva-vidas fossem preparadas, mas hesitou na hora de dar a ordem para serem embarcadas e descidas. Ele acabou por dar a ordem, mas surpreendentemente pouco se sabe sobre as ações de Smith nas duas horas finais antes do navio se afundar. As suas lendárias capacidades de liderança parecem tê-lo abandonado. Ele estava curiosamente indeciso e anormalmente cauteloso. Ele foi visto pela última vez na área da ponte, tendo dado a ordem final para abandonar o navio. *

     Normalmente, como Cristãos, começamos bem a corrida. Corremos com grande velocidade, agilidade e resistência. Sentimos o ar a ser cortado ao avançarmos, ouvimos a multidão a aplaudir e sentimos a energia a queimar nos nossos corpos. A vida é boa, a nossa fé vai tornando-se mais forte e, de repente, a estrada desaparece ou, como aconteceu com o Comandante Smith, colidimos com um iceberg. No início, não temos certeza do que aconteceu e subestimamos os danos. Logo a seguir a confusão obscurece a nossa capacidade de tomar decisões, e a empolgação da corrida é substituída pelo medo de nunca a terminar.

     Paulo avisa a igreja na Galácia e desafia-os com a pergunta: "Quem vos impediu?" Eles estavam a fazer uma boa corrida, permanecendo fiéis à verdade do Evangelho, mas algo aconteceu. Isso soa-te familiar? Onde estás, hoje, na corrida? Corres empenhadamente? Estás a perder o ritmo? A ficar de lado? A maioria dos treinadores concorda que qualquer um pode começar uma corrida, mas o que importa é concluí-la.

     Hebreus 12:1 traz este encorajamento: “Portanto nós, também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado, que tão de perto nos rodeia, e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta”. Hoje, se deixaste a corrida, desafio-te a desempoeirares os teus ténis, a retornares à pista e a retomares a corrida.

 

APROFUNDANDO:

1. Uma boa corrida requer prática. Que tipo de prática espiritual faz parte da sua rotina diária?

2. Como podes encorajar outra pessoa hoje?

 

LEITURA ADICIONAL:

Atos 20:24; 1 Coríntios 9: 24-27; 2 Timóteo 4: 7

 

-  Leslie Snyde

Sermões e Estudos

José Carvalho
Herança

Tema abordado por José Carvalho em 25 de julho de 2021

Carlos Oliveira
Religiões de substituição

Tema abordado por Carlos Oliveira em 23 de julho de 2021

Fernando Quental
Paciência

Tema abordado por Fernando Quental em 18 de julho de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:1 em 21 de julho de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário