Amaldiçoado por Deus

ia galatas3 13

     Quão maravilhoso o Senhor Jesus ter sido "feito maldição por nós"! A ameaça de juízo pairava sobre cada transgressor da lei, Gal. 3:10, e a pena tinha de ser executada. Para remir o Seu povo dessa ameaça, Ele assumiu a culpa e suportou a ira prometida. Para tornar isso evidente, a Sua morte implicou que Ele fosse "pendurado num madeiro", Actos 5:30. Assim, Ele foi "feito maldição por nós", Gal. 3:13, pois “Maldito todo aquele que for pendurado num madeiro.”

     O título para o quadro é filho contumaz e rebelde, Deut. 21:23. Os anciãos da cidade ouviriam as queixas dos pais e, em seguida haveria o apedrejamento. Como indignidade adicional, o criminoso poderia ser pendurado num madeiro. Nós nunca lemos que tal tenha acontecido! Hofni e Finéias foram tolerados, 1 Sam. 3:13, Absalão foi mimado, 2 Sam. 13. 39, e o filho pródigo foi perdoado, Lucas 15:20. O Filho de Deus não foi nem contumaz - "Eu tenho prazer em fazer a Tua vontade", Sl. 40:8 -, nem rebelde - "Eu não fui rebelde, Isa. 50:5 -; nem foi desobediente pois Ele foi declarado ser "obediente até à morte", Fil. 2:8. Acessível e sociável, Ele “veio … comendo e bebendo", Mat. 11:19, mas não era glutão nem beberrão, e apesar disso foi pendurado num madeiro.

     Traição ou deslealdade ocasionaram o enforcamento do copeiro-mor, de Aitofel, de Haman e de Judas; merecidamente, a maldição sobreveio sobre eles. O Filho de Deus foi fiel, bondoso e verdadeiro, e apesar disso foi amaldiçoado. Embora ele nunca tivesse sido apedrejado à entrada da cidade, ele foi levado para lá, pois Ele "sofreu fora da porta", Heb. 13:12. As autoridades à porta eram hostis, Sl. 69:12, assim como os bêbados, no extremo oposto da escala social. Ao contrário do ofensor de Deuteronómio, capítulo 21, versículo 23, Ele foi pendurado vivo no madeiro. Nós adoramos quando reflectimos sobre a Sua voluntariedade em experimentar a enorme angústia física, mas, especialmente, ao constatarmos o facto de Ele se ter tornado maldito ‘por nós’.

Jack Hay, Perth, Scotland

Sermões e Estudos

Alberto Veríssimo
Terra de Gigantes

Reunião de Homens por Alberto Veríssimo em 10 de agosto de 2019

Alberto Veríssimo
Tempestade vivida

Sermão proferido por Alberto Veríssimo em 18 de agosto de 2019

Alberto Veríssimo
José, ou saber esperar em Deus

Reunião de Jovens por Alberto Veríssimo em 09 de agosto de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:18 em 31 de julho de 2019

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário