• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

Horacio Mendoza 24OUT21
Sermos um exemplo

Tema abordado por Horacio Mendoza em 24 de outubro de 2021

Carlos Oliveira 22OUT21
És mesmo Cristão? Faz o teste

Tema abordado por Carlos Oliveira em 22 de outubro de 2021

Carlos Oliveira
O melhor está para vir - ANA - (4)

Tema abordado por Carlos Oliveira em 17 de outubro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3,4 em 20 de outubro de 2021

 
ver mais
 

02-09-2021 - China ordena que cidadãos saiam à caça de livros religiosos: “Nova Revolução Cultural”

Jovens universitários no 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China, em 2017. (Foto: IC)

Jovens universitários no 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China, em 2017. (Foto: IC)

 

Uma “nova Revolução Cultural” está a acontecer na China, de acordo com  Bob Fu, que se tornou uma das principais vozes das igrejas perseguidas no país.

Bob Fu, que é fundador da organização China Aid, publicou no fim se junho a imagem de uma notificação oficial, escrita em chinês, direcionada a pais e professores de alunos do ensino básico.

“Este aviso aos alunos de uma turma do ensino básico exige que os pais e professores procurem todos os ‘livros religiosos, livros antagónicos e livros estrangeiros, incluindo livros e vídeos que são copiados/duplicados e traduzidos’”, disse no Twitter. “Todos são obrigados!”

Segundo a agência de notícias RFA, em algumas partes da China, as autoridades estão a proibir os alunos do ensino básico de ler livros “não autorizados” no seu tempo livre.

Uma escola de Chengde, no condado de Qingyun, na província oriental de Shandong, escreveu recentemente aos pais: “Por favor, façam uma busca completa por livros religiosos, livros reacionários, reimpressões caseiras ou cópias de livros publicados no exterior”.

A escola também alertou os pais sobre livros ou conteúdo de áudio e vídeo que não sejam “oficialmente impressos e distribuídos pela Livraria Xinhua”, a maior e única rede de livrarias da China, comandada pelo departamento de propaganda do Partido Comunista Chinês (PCC).

 

Twitter Disables the Tweet Count Feature? - Say Daily

Bob Fu傅希秋

@BobFu4China

 

“New Cultural Revolution” starts in #CCPChina this notice to students in a 1st Grade class demanding all parents and teachers to hunt all “religious books, antagonistic books & overseas books including books & videos that are copied/duplicated &translated”. Everyone is mandated!

Imagem

 

O aviso, publicado nas redes sociais, dizia que os professores seriam responsáveis por monitorizar outros professores, enquanto os chefes das turmas seriam responsáveis ​​pelos alunos.

“Nada nem ninguém deve ser esquecido na nossa busca”, dizia o aviso. “No futuro, funcionários relevantes prestarão muita atenção aos cantos dos livros e à biblioteca [para erradicar] livros e materiais audiovisuais que não sejam da Xinhua.”

 

Nova Revolução Cultural

De acordo com uma ex-professora de Zhengzhou, na província de Henan, o PCC teme que as crianças “aprendam certas verdades”. “Só se tem permissão para ler o que o governo quer que se leia”, disse ela à RFA. “É sobre monitorização e controlo.”

Um professor aposentado de Xangai, Gu Guoping, disse que o governo deseja incutir nos alunos o amor pelo PCC. “Os controlos são muito mais rígidos agora; muito mais do que sob [a liderança do ex-presidente] Hu Jintao e [o ex-primeiro ministro] Wen Jiabao”, disse ele.

“É como a Revolução Cultural: tudo de novo”, disse Gu, em referência ao movimento da era Mao Tsé-Tung, que pode ter deixado até 20 de milhões de mortos para preservar a cultura do comunismo chinês.

Para o correspondente internacional da CBN News, Gary Lane, este não é apenas mais um esforço do PCC para doutrinar estudantes, mas evitar problemas durante os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que serão realizados em Pequim.

“Temos uma Olimpíada a chegar e o governo comunista chinês não quer nenhuma interrupção para as Olimpíadas”, disse Lane. “Eles realmente temem que possam haver protestos e um movimento pró-democracia antes e durante as Olimpíadas.”

“Portanto, isso envia uma mensagem aos pais: ‘[Não queremos] nenhuma influência externa. Não queremos nenhum conluio com estrangeiros aqui’, porque eles sabem que os estrangeiros são pró-democracia”, explicou Lane. “E então eles estão doutrinando estudantes, mas também têm como alvo não apenas os jovens da China, mas também enviando uma mensagem aos adultos.”

No entanto, Lane diz que a nova revolução cultural difere da revolução cultural de Mao na década de 1960. “Foi muito violento naquela época. Houve massacres”, afirma. “Esta é menos violenta. Esta é uma revolução silenciosa que está a acontecer dentro da China.”

- in Radio Free Asia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________________

NOTA de esclarecimento importante:

Esta secção de notícias é exatamente isso, e tão somente isso: notícias, visando informar o povo de Deus do que vai acontecendo no mundo. Não significa que subscrevamos princípios, práticas e costumes associados às mesmas. O resto do portal esclarece bem e com rigor o que realmente cremos à luz das Escrituras bem manejadas.

 

 

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário