Maria é a "Mãe da Igreja"?

Shawn Brasseaux

     “Ora Jesus, vendo ali Sua mãe, e que o discípulo a quem Ele amava estava presente, disse a Sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho.

     “Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa” (João 19:26,27).

     Este texto das Escrituras ensina que Maria, a mãe do Senhor Jesus Cristo, é "a mãe da Igreja?"

     A adoração de deusas pagãs era comum no Império Romano, quando o Cristianismo se espalhou durante os primeiros séculos. Assim, líderes "cristãos", esperando atrair seguidores pagãos, adotaram dissimuladamente práticas e ensinamentos pagãos. Um destes comprometimentos da verdade foi dar a Maria, mãe do Senhor Jesus Cristo, proeminência antibíblica. A religião pegou na humilde Maria (Lucas 1:46-55) e exaltou-a a uma posição profana de deusa (hoje, ela é chamada de "rainha do céu", título que pertence a uma deusa pagã; Jeremias 44:15-28).

     Maria não é a mãe de nenhuma igreja nas Escrituras, e certamente não é mãe da Igreja o Corpo de Cristo. O Corpo de Cristo não existia antes de Atos capítulo 9 (veja 1 Timóteo 1:15,16), bem depois do texto acima. (A "igreja" existente aquando do texto acima, era a Igreja Messiânica, em que os judeus confiavam no Senhor Jesus Cristo como Messias; Mateus 16:16-19).

     Notemos no texto bíblico acima que o Senhor Jesus Cristo (agora crucificado) está falar a um indivíduo, não a um grupo: Maria não é "mãe" de todos, mas de um certo discípulo (supostamente o apóstolo João, "o apóstolo a quem Jesus amava"). Note que "tua mãe" utiliza a segunda pessoa do pronome singular; o Senhor Jesus Cristo não disse: "vossa mãe" (a segunda pessoa do plural "vossa" indicaria que Ele estaria a falar a um grupo).

     José, evidentemente, teria morrido algum tempo antes. O Senhor Jesus Cristo é o filho mais velho de Maria, mas estava a morrer. Maria precisaria de um homem para cuidar dela (no mundo antigo, as mulheres sós sem autoridade masculina não teria nenhum rendimento, sendo muitas vezes forçadas a se prostituir). Nesta altura, nenhum dos meio-irmãos ou meias-irmãs do Senhor Jesus Cristo são crentes, por isso o Senhor Jesus Cristo indica um discípulo (João?) para cuidar de Maria. Como é simples!

     O próprio Deus declara que Maria não é nossa mãe. Isso é uma heresia e superstição pagã, não Bíblica.

- Shawn Brasseaux

Sermões e Estudos

Alberto Veríssimo
Perto da verdade, porém longe

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 24 de maio de 2020

Carlos Oliveira
Morte - significado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 22 de maio de 2020

David Gomes
A casa de Jesus

Tema abordado por David Gomes em 17 de maio de 2020

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:6 em 20 de maio de 2020

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário