O que se pode fazer pelas almas no Purgatório? (4)

ironside401

III. O QUE PODEMOS FAZER PELAS POBRES ALMAS NO PURGATÓRIO?

     É quase desnecessário considerarmos esta terceira questão, porque não podemos fazer coisa alguma. Está escrito na Escritura acerca de toda a humanidade (Salmo 49:7): «Na verdade ninguém pode livrar-se a si próprio, nem dar a Deus o preço do seu resgate». Na tradução pelo Padre António Pereira de Figueiredo diz, Salmo 48:8-9: «O irmão não resgata, não resgatará o homem, não dará a Deus a sua propiciação, nem o preço do resgate da sua alma.» Nenhum homem pode oferecer qualquer satisfação que possa fazer, de qualquer forma, resgate pelos pecados do seu irmão, mas tal não é necessário porque Cristo já fez completa satisfação. Aquele que não tinha conhecido pecado, (Deus) o fez pecado por nós, para que nos tornássemos n'Ele justiça de Deus (II Cor. 5:21)

     Com um coração cheio de compaixão pelos homens que morrem eu digo-vos, se não tiver certeza quanto à sua condição diante de Deus, se não tiver a certeza dos pecados perdoados, se não puder dizer o que Paulo disse em Filipenses 1:21: «Para mim o viver é (todo para servir a) Cristo, e o morrer é um lucro», se não souber que, se for chamado hoje fora deste mundo, iria para estar com Cristo, que é infinitamente melhor do que tudo quanto há na terra, então eu rogo que não dependa de qualquer igreja ou sacramentos, mas que venha a Deus como alma penitente, venha a Ele em arrependimento, reconheça a sua culpa e confesse que é um pecador, o pecador, por quem Jesus morreu. Clame a Ele como fez David: «Asperge-me com hissope, e serei purificado; lavar-me-ás, e me tornarei mais alvo que a neve» (Salmo 51:7), e fique seguro que, no momento em que põe a sua confiança no Senhor Jesus Cristo, seus pecados são lançados fora para sempre.

     Escute as palavras do apóstolo Pedro, e certamente todos reconhecem a sua autoridade, o principal dos Doze, que disse: «D'Ele dão testemunho todos os profetas de que todos os que crêem n'Ele recebem, por meio do Seu nome, a remissão dos pecados» (Actos 10:43). Quem foi que o disse? Foi o apóstolo Pedro. Quando? Quando pregava na casa de Cornélio, o centurião gentio, e a mensagem vem para si hoje: «A Ele dão testemunho todos os profetas de que todos os que crêem n'Ele recebem, por meio do Seu nome, a remissão dos pecados.»

     São Paulo já nos disse: «Onde há remissão destes (pecados), não é preciso oblação» (Heb. 10:18). E, portanto, pode entrar na bem-aventurança e felicidade do conhecimento da remissão dos pecados, se vier como uma alma pobre e culpada, confessando a sua necessidade e confiando no Senhor Jesus Cristo.

     O apóstolo Paulo pregou na sinagoga de Antioquia em Pisídia, e disse: «Por Ele é justificado todo aquele que crê» (de todas as coisas das quais não pudestes ser justificados pela lei de Moisés) (Actos 13:39). Imaginemos um homem moribundo, que sabe tudo isto, e o sacerdote vem e lhe diz: «Venho para lhe dar o último sacramento para prepará-lo para a morte.» Que responderia ele? Um Cristão inteligente diria: «Meu querido amigo, já chegou tarde. Eu já estou preparado para a morte. Já foi feito há muito, quando confiei em Cristo Jesus.» «Mas eu quero dar-lhe o último sacramento para que possa receber Cristo e estar pronto para morrer.» «Mas já recebi Cristo, e não é questão do sacramento. Não preciso de qualquer sacramento para me preparar para o céu; o precioso sangue de Jesus já me purificou de todo o pecado.» «Mas deixe-me pôr este óleo sagrado sobre si.» «O que é que isto simboliza?» «Simboliza o Espírito Santo.» «Não preciso do óleo; tenho a realidade, porque a Escritura diz: "Tendo crido nele, fostes marcados com o selo do Espírito Santo que tinha sido prometido, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção do povo adquirido (por Cristo com o seu sangue) em louvor da sua glória" (Efésios 1:13, 14). Por isso, o óleo não me pode ajudar e não preciso de outro sacerdote além do meu Grande Sacerdote em cima, que está sempre intercedendo por mim — "Sua intercessão nunca cessou desde o dia que conheci o Seu amor"; e, confiando n'Ele, morrerei em paz perfeita»
.

- H. A. Ironside
(Continua)
Outros:
 
Utiliza a PESQUISA (Frase exata) - lupa no canto superior direito do portal - escrevendo "O que se pode fazer pelas almas no Purgatório?" para acederes às outras publicações sobre o mesmo assunto.
 
 

Sermões e Estudos

Alberto Veríssimo
Terra de Gigantes

Reunião de Homens por Alberto Veríssimo em 10 de agosto de 2019

Alberto Veríssimo
Tempestade vivida

Sermão proferido por Alberto Veríssimo em 18 de agosto de 2019

Alberto Veríssimo
José, ou saber esperar em Deus

Reunião de Jovens por Alberto Veríssimo em 09 de agosto de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:18 em 31 de julho de 2019

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário