Testemunho de Dov Avnon

dov_avnon.jpg     Caro leitor visitante deste site.

     Estou feliz por usar a Internet para lhe contar mais sobre a graça de Deus e a dispensação da Graça de Deus.
 
     Nasci há 52 anos em Israel. Fui educado como Judeu e nunca cri que um dia estaria tão ocupado com a leitura e ensino do chamado Novo Testamento ou a crença em Jesus Cristo. Até à idade de 21 anos eu não ouvi muito sobre a necessidade dos Judeus também necessitarem de ser salvos. Bem, eu não era religioso, por isso não sabia muito sobre Deus. Na escola nós aprendemos muito sobre o Velho Testamento mas não consigo dizer no que cria nessa altura.

     Eu nasci de pais oriundos do Leste Europeu o que significa que eles sofreram na Segunda Guerra Mundial e perderam familiares. Portanto falar de Cristo tem muitas associações com a perseguição Judaica no passado.

     Os anos decorriam e penso que no início dos anos setenta eu comecei a pensar mais na vida. Depois de servir durante 3 anos no Exército, com a idade de 22 anos comecei a minha vida como homenzinho. Eu viajei para a parte sul de Israel procurando divertir-me por ali. Por alguma razão eu levei comigo uma cópia do Velho Testamento.

     Durante o meu trabalho ali encontrei-me muitas vezes com dois jovens evangelistas Holandeses chamados John Pex e David Lázaros, oriundos dos EUA. Eles deram-me algo para ler sobre Cristo nos 2 Testamentos e convidaram-me algumas vezes para visitar a sua tenda onde costumavam ensinar a Bíblia às pessoas. Passaram-se umas semanas e decidi finalmente começar a juntar-me aos estudos numa tenda próxima da praia. Portanto não havia nenhum edifício de igreja, mas apenas a Bíblia aberta.

     Lembro-me de ter compreendido muito depressa o ponto principal - que Jesus Cristo é o Messias. Eles também me explicaram muito claramente o caminho da salvação. Explicaram que um Judeu também pode obter a dádiva da vida eterna por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Lembro-me que um dia quando todos estavam a orar eu também orei e agradeci ao Senhor pelo que Ele fez por mim na cruz. Assim, com a idade de 22 anos eu soube que fui salvo pelo sangue de Jesus Cristo.

     Comecei então assim a minha vida como crente. Primeiro regressei a minha casa para falar aos meus pais sobre as boas notícias que para eles não eram de modo algum uma boa notícia. É raro um Judeu dizer que crê em Cristo. Também para mim as coisas no princípio não foram fáceis. Eu estava feliz e cria no Evangelho mas queria conhecer mais e não sabia realmente que direcção tomar. Visitei uma igreja próxima da casa dos meus pais mas não era o que realmente eu estava à espera.

     Portanto, eu tinha a Bíblia na minha mão mas necessitava de mais instrução, alguém que me ajudasse a compreender mais a Palavra de Deus. Quando estava em Eilat encontrei diferentes pessoas e algumas delas da Holanda. Assim, decidi viajar à Europa – à Holanda e à Inglaterra. Foi bom ter encontrado diferentes crentes. Eu desfrutei da hospitalidade da família de um dos evangelistas que me falaram deste Evangelho maravilhoso. O seu nome era Johan Schep. Portanto, os pais dele convidaram-me a ficar com eles.

     Crer em Cristo é uma coisa e compreender a Bíblia e o plano e propósito de Deus é outra. Quando visitei os crentes no Reino Unido eles começaram a falar-me alguma coisa sobre o “manejar (dividir) bem a Palavra”, sobre o plano de Deus para a Igreja, “o Corpo de Cristo.” Eles disseram-me que neste período da graça não há diferença entre Judeus e Gentios. No início, para mim, foi difícil de aceitar que agora como Judeu eu não sou especial para Deus, senão apenas como pecador à semelhança de toda a gente.

     Por outro lado ao aprender sobre o manejar bem a Palavra da verdade as coisas tornaram-se mais claras. Eu comecei a compreender que o Senhor Jesus Cristo deu a Paulo um diferente Evangelho e a Bíblia tornou-se para mim num livro aberto.

     Eu fiquei muito feliz com aquela nova verdade que eu aprendi. Também descobri que a maior parte dos crentes são contra ela e não são abertos para examinar as Escrituras. Eu regressei a Israel e fiquei ali um mês com os irmãos e irmãs que me mostraram inicialmente o caminho da salvação, mas pouco depois decidi avançar. Eu tinha fome da Palavra de Deus e desejava penetrar na Sua profundidade.

     Ao visitar de novo o irmão e irmã, no Reino Unido, que me conduziram à verdade da Palavra bem manejada, eu orei ao Senhor e disse-Lhe que eu cria que esta era a verdade e que independentemente dos custos que ela encerrava, tencionava firmar-me nela. Na altura deram-me a ler os escritos de C. R. Stam da Berean Bible Society. Comecei assim a estudar tudo sobre a revelação do mistério.

     Agradeço ao Senhor porque quando regressei do Reino Unido à Holanda pude ficar ali alguns meses tendo dedicado o tempo ao estudo da Palavra. Passei o tempo a ler e a examinar cada passagem das Escrituras nos chamados 4 Evangelhos e a compará-las com o que lia nas cartas de Paulo.

     Assim como o meu primeiro amor foi o dia em que aceitei Cristo como meu Salvador, o meu segundo amor foi o dia em que entrei na compreensão da dispensação da Graça de Deus que o Senhor Jesus Cristo deu ao apóstolo Paulo.

Visite o Portal da Graça

- Dov Avnon

Sermões e Estudos

José Carvalho
Influenciados

Sermão proferido por José Carvalho em 14 de julho de 2019

David Gomes
Escapando de Emaús

Sermão proferido por David Gomes em 07 de julho de 2019

Carlos Oliveira
Maldição hereditária

Sermão proferido por Carlos Oliveira em 30 de junho de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:18 em 10 de julho de 2019

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário