Ideologia de género – a verdade da mentira

Carlos M. Oliveira

 

     É preciso cuidado com as mentiras com aparência de verdade, com as mentiras travestidas de verdade. Não é assim, mesmo, que Satanás opera?  Não lemos que “Satanás se transfigura em anjo de luz” (2 Cor. 11:14)?

     A ideologia de género quer incutir na mente dos incautos que os papéis masculino e feminino são apenas criações culturais machistas e patriarcais visando a dominação das mulheres pelo homem. Porém, sejamos sóbrios e não deliremos: será que um homem pode exercer o papel de mãe? Será que uma mulher pode ter a mesma força física de um homem de forma natural, sem se socorrer de auxílio externo como, por exemplo, de hormonas masculinas? Desde quando é que um homem que nasce homem pode ser mesmo mulher?

     Um homem que troca de sexo, colocando “útero” e “seios”, será sempre um homem com “útero” e “seios”, nunca uma mulher, por mais que esperneie. Mas a ideologia de género deseja incutir essa falsa realidade na cabeça de muitos, dizendo que podemos ser o que quisermos e que é natural nascer homem e passar a ser mulher por opção sexual. Que ninguém seja ingénuo crendo nessa mentira.

     “Existem pelo menos 6.500 diferenças genéticas entre homens e mulheres. Hormonas e cirurgia não podem mudar isso”, afirmou a Dra Michelle Cretella, presidente da Faculdade Americana de Pediatria. O sexo biológico não é algo que se assuma, mas é determinado na conceção pelo nosso ADN, estando estampado em cada uma das células do nosso corpo, não apenas nos órgãos genitais, pelo que as operações que se veem por aí na “mudança” de sexo, não passam de mero mascaramento exterior que na prática nada muda.

     Os aspectos biológicos não podem ser negados; são factuais, uma realidade insofismável. Cai na loucura quem procura fugir à realidade, mergulhando numa mentira e entrando numa espiral de fantasia, alucinação e delírio. É trágico estarmos a ver pessoas tentarem fazer dos seus delírios uma realidade e, o mais grave, quererem impor aos outros esta mentira por meio de leis.

     Discirnamos sempre bem a diferença entre fantasia louca e realidade, entre mentira e verdade.

     "Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal: que fazem da escuridade luz; e da luz escuridade; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!" (Isaías 5:20).

- C.M.O.

Sermões e Estudos

David Gomes
Muralhas

Sermão proferido por David Gomes em 17 de novembro de 2019

Marcos Roque
Fé transformadora

Sermão proferido por Marcos Roque em 01 de novembro de 2019

Peter Cerqueira
O mal que ameaça crianças ... todos

Sermão proferido por Peter Cerqueira em 01 de novembro de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:22,23 em 20 de novembro de 2019

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário