A Oração Respondida

O Erro Perfeito

     O pai da minha Mãe era carpinteiro. Certo dia ele fazia uns caixotes para se colocar vestuário que a igreja enviaria para um orfanato na China.

     No regresso a casa ele foi ao bolso da camisa buscar os óculos, mas eles tinham desaparecido. Ao reconstituir mentalmente as suas acções mais recentes, descobriu o que tinha acontecido. Os óculos tinham saltado do bolso sem que ele notasse e caíram para dentro dum dos caixotes que ele tinha selado. Os seus óculos novíssimos iam a caminho da China!

     A Grande Depressão estava no apogeu e o meu Avô tinha seis filhos. Ele tinha pago €20 por aqueles óculos naquela mesma manhã. Ele estava aborrecido com a ideia de ter de comprar um outro par. “Não é justo”, disse ele a Deus quando ia para casa, frustrado. “Tenho sido fiel dando o meu tempo e dinheiro para a Tua obra, e agora isto”. Meses mais tarde, o director do orfanato veio aos Estados Unidos. Ele queria visitar todas as igrejas que o apoiavam na China, e assim veio falar um Domingo à pequena igreja do meu Avô, em Chicago.

      O missionário começou por agradecer às pessoas a sua fidelidade no sustento do orfanato. “Mas acima de tudo”, disse ele, “tenho de agradecer-vos os óculos que me enviastes no ano passado. Vocês sabem, os Comunistas varreram o orfanato destruindo tudo, incluindo os meus óculos.

     Eu estava desolado. Mesmo que tivesse dinheiro, não tinha forma de substituir aqueles óculos. Para além de não poder ver bem, tinha dores de cabeça todos os dias. Então os meus cooperadores e eu orámos muito sobre isto.

     Então os vossos caixotes chegaram. Quando a minha equipa removeu as tampas, descobriu um par de óculos no topo. O missionário fez uma pausa suficiente para as suas palavras caírem fundo.

     Depois, ainda não refeito da emoção, ele prosseguiu: “Gente, quando experimentei os óculos, foi como se tivessem sido preparados para mim! Quero agradecer-vos por terdes sido parte desta maravilha”.

     As pessoas escutaram felizes a história dos óculos miraculosos. Mas o missionário decerto que confundiu a igreja deles com outra, pensavam eles, pois não havia óculos nenhuns na lista de artigos que eles se propuseram enviar para a China.

     Sentado sossegadamente ao fundo, com as lágrimas a correr-lhes pela face, um vulgar carpinteiro tomava consciência de que o Mestre Carpinteiro o tinha usado duma forma extraordinária.

     Às vezes queremos atribuir culpas a Deus em vez de Lhe tributarmos gratidão. Talvez seja algo que devamos fazer muito mais vezes. Lembremo-nos disto nos tempos de prova. Procuremos os erros perfeitos.

“As pessoas são como sacos de chá – tens de os colocar em água a ferver antes de saberes quão fortes são”

Sermões e Estudos

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Carlos Oliveira
O peso do pecado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 17 de setembro de 2021

Dário Botas
Qual a tua motivação (Parte II)

Tema abordado por Dário Botas em 10 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 15 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário