O hábito de orar

Um soldado foi apanhado a rastejar de regresso ao quartel vindo dos bosques vizinhos. Levado ao Oficial de Dia, e depois ao Comandante, foi culpado de estar a ter ligações com o inimigo.

O homem alegou que tinha ido aos bosques a fim de estar sozinho para orar. Foi a sua única defesa. — Ajoelhe-se aqui e ore agora! Você nunca precisou tanto — Bradou o Comandante.

Esperando morte imediata, o soldado ajoelhou-se e derramou a sua alma numa eloquente oração.

— Pode ir — disse o Comandante, — acredito na sua alegação. Se você não orasse tão frequentemente não teria feito tão bem esta oração.

A hora de aprender a nadar é quando as águas estão calmas — não quando o mar está agitado.

A hora de aprender a orar como um hábito de vida é agora — não quando o mar da vida se embravece.

Sermões e Estudos

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Carlos Oliveira
O peso do pecado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 17 de setembro de 2021

Dário Botas
Qual a tua motivação (Parte II)

Tema abordado por Dário Botas em 10 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 15 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário