I Tessalonicenses 4:13-18 (24)

crstam.jpgA RESPOSTA

     Primeiramente, é um axioma da lógica que "o todo é maior que qualquer uma das suas partes". Isto é verdade também na Palavra de Deus, e o estudante cuidadoso nunca permitirá que uma situação pontual negue o ensinamento geral das Escrituras.

     No caso em questão, é ensinamento geral nas epístolas de Paulo que o Senhor Jesus Cristo viria – e virá – para tirar os Seus deste mundo, e que eles deveriam estar sempre à espera deste evento e a aguardá-lo, uma vez que ele poderia acontecer a qualquer momento, tanto quanto eles sabiam.

     Podemos permitir que uma situação pontual em Atos 23 entre em contradição com todos os ensinamentos de Paulo sobre este assunto? Podemos dizer que os tessalonicenses, os coríntios, os filipenses, Tito e os outros crentes não deveriam ter esperado pelo Senhor porque Paulo precisava primeiro de ir a Roma antes que este evento pudesse acontecer? Não, em vez disto vamos observar cuidadosamente a situação pontual.

     Quando o Senhor prometeu a Paulo que ele testemunharia d’Ele em Roma, Paulo já tinha escrito aos tessalonicenses e aos coríntios sobre o Arrebatamento da Igreja, e tinha-os ensinado a esperar e a aguardar por aquele evento. Além disso, Paulo tinha proclamado esta verdade "pela palavra do Senhor", isto é, por inspiração divina (I Ts. 4:15). Tratava-se de um segredo divino revelado pelo Senhor glorificado primeiro a ele e por seu intermédio (I Co.15:51). Naquela altura o próprio Paulo estava obviamente à espera da vinda do Senhor a qualquer momento, como já salientámos.

     Foi consideravelmente depois disto que o Senhor revelou a Paulo que ele chegaria a Roma e compareceria perante César. Portanto, de momento Paulo, e talvez alguns de seus assessores, sabiam que ele precisava de apresentar-se a César antes do Senhor poder vir para levar a Sua Igreja, mas não há indício de que esta notícia tivesse chegado a todas as igrejas ou mesmo a alguma daquelas que ele tinha fundado. Ainda estariam a aguardar a vinda do Senhor a qualquer momento.

     Quanto aos Filipenses e Tito, as cartas de Paulo a eles foram escritas, evidentemente, depois de ele já ter estado perante César, de modo que ele podia escrever-lhes legitimamente para aguardarem a vinda do Senhor, dos céus, como na realidade ele fazia.

     Além disso, a palavra "iminente" pode ser usada de maneira absoluta ou relativa. Na absoluta, sabemos que existe um determinado tempo no plano do Senhor para "o Seu corpo, que é a igreja" (Cl.1:24), em que Ele virá novamente para receber os Seus para Si. Neste sentido a Sua vinda para os Seus não será "iminente", ou pendente, até um pouco antes de acontecer. Mas nós, que não sabemos quanto tempo o Senhor ainda demorará em graça, precisamos de usar a palavra no sentido relativo. Para os tessalonicenses, os coríntios, os filipenses e Tito – e nós também, a vinda do Senhor para nós é iminente. Ele pode, tanto quanto sabemos, vir a qualquer momento. A dispensação da graça é sem limite de tempo e ela também é sem sinais, no que concerne à Palavra revelada de Deus. Não há nada que seja preciso acontecer, ou que tivesse sido necessário acontecer em cumprimento da profecia antes da dispensação da graça ser encerrada com a vinda de nosso Senhor para os Seus. Deste modo, aos crentes da época de Paulo foi dito, como a nós também é dito hoje, que se deve estar à espera e aguardar a vinda do nosso bendito Senhor para nós.

     Os ensinamentos inspirados de Paulo sobre a vinda iminente de Cristo para os Seus são tão válidos hoje quanto eram quando ele primeiro os escreveu – e são ainda mais, porque cada dia que o nosso Senhor demora a vir para chamar os Seus embaixadores é mais um dia da Sua maravilhosa graça (II Co.6:2; Ef.5:15-16). Porém, enquanto devemos agradecer a Deus pelo Seu amor e misericórdia ao esperar por alguns que ainda serão salvos – como Ele esperou por nós – os nossos corações devem regozijar-se sempre naquela "bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo" para nos tomar para Si antes da Tribulação profetizada desabar sobre este mundo que tanto rejeita Cristo.

Cornelius R. Stam
Comentário Sobre as Epístolas de Paulo aos Tessalonicenses


Sermões e Estudos

David Gomes 26SET21
Como lidar com portas fechadas

Tema abordado por David Gomes em 26 de setembro de 2021

Carlos Oliveira 24SET21
As religiões são todas boas?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 24 de setembro de 2021

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 22 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário