Mensagem à Igreja em Pérgamo - Apocalipse 2:12-17

12  E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz Aquele que tem a espada aguda de dois fios:

13  Eu sei as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o Meu nome, e não negaste a Minha fé, ainda nos dias de Antipas, Minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.

14  Mas umas poucas de coisas tenho contra ti: porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem.

15  Assim tens também os que seguem a doutrina dos Nicolaítas: o que Eu aborreço.

16  Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da Minha boca.

17  Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei Eu a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.  

     A espada fala de juízo e foi a forma como Balaão foi morto – “...também a Balaão filho de Beor mataram à espada” (Números 31:8). Isto serve como exemplo do que Deus fará no período da Tribulação (versículo 16). A Sua PALAVRA efectuará o juízo.  

     No versículo 13, vemos que Satanás terá o seu próprio trono.  Evidentemente a cidade de Pérgamo será o seu quartel-general. Não nos devemos esquecer que o trono de Satanás deve ser mantido separado do trono do Anticristo. De acordo com 2 Tessalonicenses 2:4, o Anticristo “se assentará (indubitavelmente num trono), como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus”. (Ver também Eze. 28:2; Apo. 13:2 e 16:10). É por isto que Satanás tem lutado durante todos estes milhares de anos. O seu sistema de religião falsificada será precisamente como o de Deus. Satanás terá uma trindade do mal (ele mesmo como pai, o Anticristo como filho, e o Falso Profeta como espírito santo), e realizará toda a espécie de milagres e sinais por intermédio do Anticristo e do Falso Profeta (Apo. 13:14; 2 Tes. 2:9). Nós também sabemos de Apo. 12:9 que Satanás e os seus anjos serão expulsos do céu e lançados na terra, de tal modo que as palavras de Pedro em 1 Ped. 5:8 assumem então um significado mais real – “Sede sóbrios; vigiai; porque O DIABO, vosso adversário, ANDA em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar”. 

     Um dos martirizados chama-se Antipas. A tradição diz que ele era bispo em Pérgamo, e a sua morte está supostamente registada num livro chamado, “Os Actos de Antipas”. Mas não se pode confiar inteiramente na tradição, e é possível um homem ser nomeado muito antes de ter nascido. Haverá muitos mártires no período da Tribulação. (Apo. 6:9-11), e um pode muito bem ter sido nomeado antes de ter nascido. Este princípio profético de se nomear um indivíduo antes do seu nascimento não é novo na Bíblia. Em 1 Reis 13:2, Josias foi mencionado pelo nome 300 anos antes do seu nascimento. O mesmo aconteceu com Ciro (Isa. 45:1).  

     Nestas sete mensagens o Senhor tem alguma coisa CONTRA Israel três vezes:   

     1. Por ter deixado o seu primeiro amor – Apo. 2:4, 

     2. Por causa de Balaão – Apo. 2:14, 

     3. Por causa de Jezabel – Apo. 2:20.

     A história de Balaão encontra-se em Números 22-24. a doutrina que ele ensinou a Balaque dizia respeito a duas coisas:  

     1. Comer comida sacrificada aos ídolos,

     2. Praticar prostituição.

     A situação que existia antes de Israel ter entrado na Terra prometida voltará a existir novamente no período da tribulação antes de Israel entrar na glória do Reino. A idolatria e a prostituição andam de mãos dadas (Apo. 2:20). Podemos ver a este respeito o significado dos dois avisos proferidos em Apo. 21:8 e 22:15, que mencionam especificamente os fornicários (ou, prostitutos) e idólatras. O trazer à mente este incidente da sua história passada visa cortar esta má prática nas igrejas.  

     A palavra Grega para ‘tropeços’ no versículo 14 é SKANDALON, e significa a isca de uma ratoeira, uma armadilha. Os tropeços de Israel foram as filhas de Moab (Num. 25:1). Oh como o Diabo se deleita em usar a imoralidade para levar o povo de Deus e os Seus servos a caírem. Passa-se o mesmo hoje, pois  a natureza humana não mudou. Mesmo a pesar desta passagem das Escrituras estar relacionada com o período da Tribulação, podemos aprender uma lição valiosa nela. Satanás é exactamente o mesmo e precisamente tão activo hoje como o foi no Velho Testamento. Cristão – TOMA CUIDADO.  

     O versículo 15 é semelhante a Apo. 2:6, que também existirá na igreja Judaica. Isto liga a doutrina dos Nicolaítas à doutrina de Balaão.  

     O remédio Divino é o arrependimento. Isto é a pregação do Evangelho do Reino, conduzindo Israel à relação correcta com Deus Jeová antes de entrar no Reino prometido (Mateus 24:14).  

     O Senhor refere-se à Sua vinda súbita se os descrentes de Israel não obedecerem à Sua Palavra e arrependerem. A Sua vinda também é mencionada em Apo. 2:5 (Éfeso); Apo. 2:25 (Tiatira); Apo. 3:3 (Sardo); Apo. 3:11 (Filadélfia); e Apo. 3:20 (Laodiceia). Esta vinda acontecerá de acordo com Apo. 19:11-16.  

     A ESPADA fala de juízo e aponta para Apo. 19:15. (Comparar com Mateus 10:34). A ameaça contida neste versículo não foi dirigida ao povo Cristão desta Dispensação da Graça. E a vinda do Senhor aqui mencionada, ou em qualquer outro lugar no livro do Apocalipse, não é o arrebatamento de 1 Tessalonicenses 4:13-18.  

     O ouvidos para ouvir  é repetido a todas as igrejas. A Palavra do Senhor é MUITO, MUITO importante.  

     A promessa à igreja em Pérgamo para os vencedores é que eles comerão do maná ESCONDIDO e ser-lhes-á dada uma pedra branca com um novo nome nela.  

     O maná será muito familiar à mente Judaica porque foi parte da sua dieta durante os 40 anos de deambulações no deserto (Êxodo 16:31-35; Números 11:6-9). O maná é chamado ‘comida de anjos’ no Salmo 78:24,25. Durante o período da Tribulação, particularmente na segunda metade dos 3½ anos, o remanescente crente de Israel irá ser conduzido ao deserto onde Deus os alimentará. “E foram dadas à mulher [Israel – Apo. 12:2,5] duas asas de grande águia, para que voasse para o DESERTO, ao seu lugar, onde é SUSTENTADA [ou, ALIMENTADA] por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente” (Apo. 12:14 – ver também o versículo 6 de Apo. 12).  Quão lindo e maravilhoso Deus tomar cuidado do Seu povo com o maná escondido. Isto será garantidíssimo aos que irão ser perseguidos por Satanás.  

     O ‘novo nome’ é um tema da profecia. Isaías 62:2 diz, “e chamar-te-ão por um NOME NOVO, que a boca do Senhor nomeará”. (Ver também Isaías 65:15). O NOME do Pai será escrito nas TESTAS dos 144.000 (Apo. 14:1), e o Seu NOME estará nas suas TESTAS no novo céu e na nova terra (Apo. 22:4). Há algo semelhante a isto em Êxodo 28:36-38. Aarão, o SUMO SACERDOTE, tinha uma lâmina de ouro com a inscrição, “SANTIDADE AO SENHOR”, gravada nela, e ela estava sempre na sua TESTA. A pedra branca pode ser plana como uma lâmina, e incidentalmente, há um metal chamado ouro branco, mesmo apesar de não ser ouro puro. Sabemos de 1 Pedro 2:9 que Israel será um SACERDÓCIO real e uma NAÇÃO SANTA. É maravilhoso ver a similaridade, quer de pensamento quer de linguagem.  

     Os seguidores de Satanás no período da Tribulação terão a marca ou o NOME da Besta na sua mão direita ou nas suas TESTAS (Apo. 13:16,17), de modo que os habitantes da terra naquele tempo estarão divididos em dois grupos – os que pertencem ao Senhor, e os que pertencem à Besta (Anticristo), com o seu próprio nome característico.

- Robert. C. Brock

Sermões e Estudos

David Gomes 26SET21
Como lidar com portas fechadas

Tema abordado por David Gomes em 26 de setembro de 2021

Carlos Oliveira 24SET21
As religiões são todas boas?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 24 de setembro de 2021

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 22 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário