• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

José Carvalho
Abigail

Tema abordado por José Carvalho em 20 de junho de 2021

Carlos Oliveira
A tragédia da imoralidade

Tema abordado por Carlos Oliveira em 18 de junho de 2021

Fernando Quental
O primeiro de muitos dias

Tema abordado por Fernando Quental em 13 de junho de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:24,25 em 23 de junho de 2021

 
ver mais
 

26-SET-07 - Moçambique: Igreja Católica introduz dízimo mas os fiéis contestam

A Igreja Católica moçambicana introduziu o dízimo -  10% dos fiéis para o culto e para o clero - numa decisão contestada pelos seguidores que se dizem obrigados a escrever os nomes, estado civil e idade nos respectivos envelopes.

Segundo a imprensa moçambicana, o sistema do dízimo foi introduzido no ano passado, mas a questão ganhou destaque depois do arcebispo da Diocese de Maputo, Francisco Chimoio, ter ameaçado, em carta, sancionar as paróquias que não adiram ao sistema.

A decisão está a ser severamente censurada pelos fiéis católicos, mas o arcebispo de Maputo sustenta que a prática do "dízimo não pode ser vista do ponto de vista negativo, porque se trata de uma acção voluntária que visa apoiar a sustentação da 'mais antiga Igreja cristã' com mais de dois mil anos".

Francisco Chimoio justificou a necessidade dos fiéis católicos oferecerem a décima parte dos seus rendimentos com o facto dos apoios financeiros à Igreja, vindos maioritariamente das congregações religiosas europeias, estarem a diminuir nos últimos anos.

"É um trabalho que visa a sustentação da igreja. Os valores monetários provenientes dos ofertórios nunca foram suficientes e nunca serão. A igreja é de todos, por isso, devemos contribuir para o seu crescimento", justificou, sublinhando, no entanto, "não ser obrigatório dar o dízimo".

Alguns fiéis católicos afirmaram, todavia, não entender por que se devem identificar durante a oferta dos valores monetários, considerando-a "uma forma de controlo".

"Por que é que no envelope onde são introduzidos os valores monetários somos obrigados a escrever os nomes, estado civil, incluindo a idade?", questionou um fiel citado pelo diário electrónico Canal de Moçambique, editado em Maputo.

"Parece que a igreja está implicitamente a obrigar-nos a pagar os dízimos", disse.

O arcebispo de Maputo considerou que "ele (o dízimo) serve para quem quer". "Cada um é livre. O dízimo é mais um gesto de contribuição do fiel", manifestou, defendendo por outro lado que é "a mais alta expressão do cristão".

Na referida carta enviada aos paroquianos de Maputo, Francisco Chimoio sublinhou a necessidade de "todas as paróquias da sua diocese aderirem com seriedade ao dízimo e explicarem aos fiéis sobre a importância de pagarem o dízimo".

Quão bom conhecer o ensino claro das Escrituras sobre o dízimo. Isso livra as almas da escravidão monetrária imposta por guias cegos.

Mais uns que estão a ser enganados!

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário