• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

Fernando Quental
Prevenção

Tema abordado por Fernando Quental em 28 de fevereiro de 2021

Carlos Oliveira
A certeza da fé

Tema abordado por Carlos Oliveira em 26 de fevereiro de 2021

Alberto Veríssimo
O valor da dor

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 21 de fevereiro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:18,19 em 24 de fevereiro de 2021

 
ver mais
 

19-02-2021 - Cristã sobrevive a ataque do Boko Haram após confirmar a sua fé em Jesus aos terroristas

 

Afordia viu seu marido ser assassinado pelos terroristas do Boko Haram em 2014, mas sobreviveu ao ataque e conseguiu fugir com os filhos. (Imagem: Portas Abertas / EUA)

Afordia viu o seu marido ser assassinado pelos terroristas do Boko Haram em 2014, mas sobreviveu ao ataque e conseguiu fugir com os filhos. (Imagem: Portas Abertas / EUA)

 

     A Nigéria entrou este ano para o ‘top 10’ dos piores perseguidores de Cristãos da Lista Mundial da Portas Abertas para 2021, com grupos extremistas como Boko Haram e a milícia Fulani atacando comunidades Cristãs. Um desses ataques mudou a vida de Afordia e os seus familiares para sempre. Em 2014, o Boko Haram atacou a sua aldeia onde ela trabalhava numa clínica.

     “Eu tive que ir para debaixo do teto com outras pessoas para evitar as explosões de bombas, para evitar os tiros, escondendo-me para tentar chegar à minha casa e proteger os meus filhos”, compartilhou Afordia durante uma entrevista com David Curry, do ministério Portas Abertas (EUA).

     O seu marido foi baleado e morto no ataque, mas ela escapou com os seus filhos.

     Ela contou que ela e o marido estavam dentro do carro, quando avistaram os terroristas.

     "No momento em que vi o Boko Haram, inicialmente eu estava pensando que fosse o exército nigeriano, porque eles estavam inteiramente vestidos como soldados. Então, cheguei a dizer: ‘Bendito seja o nome do Senhor, o exército nigeriano veio para nos ajudar’”, relatou ela.

     “Somente o meu marido os reconheceu, porque eles usavam um outro tipo de faixa na cabeça. E o meu marido disse: ‘Isto não é o exército nigeriano. Eles são do Boko Haram’. Eu perguntei: ‘Como sabes?’ e foi nesse momento que o meu coração ficou aflito’”, acrescentou.

     Durante a abordagem dos terroristas, o marido de Afordia foi questionado sobre a sua fé e ele não omitiu o facto de ser Cristão.

     “No momento em que eles nos pararam, o meu marido saiu do carro e eu segui-o. Então, ficámosos dois parados diante deles. Eles começaram a perguntar ao meu marido: você é um infiel ou muçulmano?”, contou ela. “O meu marido respondeu: ‘Eu não sou um infiel, sou cristão’”.

     “Eles pediram ao meu marido que fosse para o outro lado da estrada. Então, ele foi, ajoelhou-se e começou a orar. Eu não sei exatamente as palavras que ele disse a Deus. Quando ele terminou a sua oração, eles começaram a atirar”, acrescentou.

     Diante daquela tragédia, a reação de Afordia não foi de desespero ou choro, mas simplesmente de ficar sem palavras.

     “No momento em que ouvi o primeiro tiro, foi como se o meu espírito saltasse de dentro de mim. Eu estava como um graveto seco. Eu não gritei, eu estava simplesmente sem palavras. Eu estava pensando: ‘Isto realmente está acontecendo comigo? Isto não é um sonho?”, contou ela. “Mas de repente, algo me disse: ‘Ora a Deus’”.

     Então, os terroristas foram até Afordia para confrontá-la e, assim como o seu marido, ela não negou a sua fé em Jesus.

     “Eles vieram até mim e perguntaram-me: ‘Você é uma infiel ou é muçulmana?’. Eu disse: ‘O mesmo que o meu marido’”, respondeu ela. “Eu simplesmente fechei os olhos e comecei a orar: ‘Senhor, recebe o meu espírito’. Então, de repente, ouvi um grito: ‘Deixem essa mulher. Eu disse-vos para matar uma mulher? Deixem-na sozinha'. Então, eu abri os meus olhos. Isso foi quando eles pararam e um dos homens disse: ‘Deixem-na ir’”.

 

Intercessão

     Quando David Curry, do do ministério Portas Abertas (EUA) perguntou a Afordia como as pessoas de outros países podem orar por ela e pelo povo da Nigéria, ela disse:

     “Eu gostaria que orassem por nós, para que Deus nos livrasse de tais matanças cruéis, depois para que Deus fortaleça a nossa fé e cure o nosso coração dos traumas que passamos”, disse ela.

 

- in Portas Abertas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_________________________________________

NOTA de esclarecimento importante:

Esta secção de notícias é exatamente isso, e tão somente isso: notícias, visando informar o povo de Deus do que vai acontecendo no mundo. Não significa que subscrevamos princípios, práticas e costumes associados às mesmas. O resto do portal esclarece bem e com rigor o que realmente cremos à luz das Escrituras bem manejadas.

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário