• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

Alberto Veríssimo
Desistir? Nunca! Retroceder ? Jamais!

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 28 de junho de 2020

Carlos Oliveira
Porquê Jesus?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 26 de junho de 2020

David Gomes
Hábitos de Jesus I

Tema abordado por David Gomes em 21 de junho de 2020

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:9 em 01 de julho de 2020

 
ver mais
 

19-06-2020 - Covid-19 alastra-se pela Coreia do Norte

Imagem que o regime não mostra. Oremos pelos norte-coreanos

 

     No país que mais persegue Cristãos no mundo, a situação chega à calamidade, pois não há comida, instalações médicas e nem informação suficiente para a população enfrentar a doença.

     Todos os cantos da Coreia do Norte foram afetados pela covid-19. Neste país frágil, já havia comida insuficiente, falta de instalações médicas e bloqueio de informações. Essas questões só pioraram quando as fronteiras e as rotas comerciais foram fechadas.

     A Coreia do Norte fechou suas fronteiras no final de janeiro, na tentativa de impedir que o vírus chegasse. O país já estava isolado, mas neste momento até o comércio com a China, o principal fornecedor de Pyongyang, foi completamente interrompido. Além disso, a segurança nas fronteiras também foi reforçada, o que afetou o povo norte-coreano que tentava fugir para a China. Se alguém tentasse escapar durante esse período, poderia ser imediatamente morto a tiro.

     As autoridades norte-coreanas ainda esperavam sediar eventos nacionais, incluindo desfiles militares. Mas entre fevereiro e março, a situação tornou-se crítica e eles tiveram que cancelar todos os eventos futuros. Simultaneamente, meios de comunicação social norte-coreanos admitiram que havia milhares de pessoas em quarentena e muitas estavam “sob observação médica”. Mas o país ainda afirma que houve zero infecções.

     A verdade é que ainda não sabemos os números exatos de infecções e mortes. Pode ser centenas de milhares de crianças e adultos. O que sabemos é que até Kim Jong-un desapareceu da vista do público por algumas semanas – supostamente como parte de uma evacuação secreta, mas talvez porque ele estava se recuperando de uma cirurgia cardíaca.

     A partir de meados de fevereiro, Pyongyang decidiu fechar todas as escolas e universidades e adotou regras de distanciamento social. Embora o regime afirme que foram ações preventivas, há indicações de que o vírus mortal começou a espalhar-se por todo o país.

     Um relatório recente do Daily NK, um site de notícias dirigido por refugiados norte-coreanos, afirma que mais de 180 soldados morreram vítimas da Covid-19. Também foram relatadas as mortes de 11 prisioneiros no campo de concentração de Chongori, que apresentavam os sintomas do vírus, incluindo problemas respiratórios. Após a morte, outros detidos começaram a apresentar sintomas e febre alta.

     O bloqueio diminuiu radicalmente as importações e a provisão de alimentos no país depende substancialmente da produção interna, que não dá conta de um país inteiro. A grande parte de alimentos essenciais ao norte-coreano (arroz, farinha, soja, açúcar, milho) já está quatro vezes mais caro.

     Há escassez também de medicamentos. Doentes crónicos não são tratados e a produção interna de antibióticos e analgésicos tem uma qualidade péssima. Recebe tratamento quem tem dinheiro e pode pagar pela medicação.

     Esse tipo de situação, com falta de alimentos e medicamentos, geralmente levaria ao caos. Mas milhões de soldados estão de prontidão para controlar o país – eles estão prontos para suprimir qualquer insurreição.

     Enquanto isso, os jornais norte-coreanos enfatizam que as pessoas devem “apertar o cinto” e “confiar no partido” para passar por este momento difícil. O regime está preparado para culpar as sanções internacionais se muitos morrerem de fome. No entanto – não há sinal do regime norte-coreano assumir a sua responsabilidade de proteger os seus próprios cidadãos da fome e repressão, sem mencionar a perseguição religiosa.

- in Gospel Prime

P.S. - Oremos pelo povo da Coreia do Norte.

 

 

_________________________________________

NOTA de esclarecimento importante:

Esta secção de notícias é exatamente isso, e tão somente isso: notícias, visando informar o povo de Deus do que vai acontecendo no mundo. Não significa que subscrevamos princípios, práticas e costumes associados às mesmas. O resto do portal esclarece bem e com rigor o que realmente cremos à luz das Escrituras bem manejadas.

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário