• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

José Carvalho
Influenciados

Sermão proferido por José Carvalho em 14 de julho de 2019

David Gomes
Escapando de Emaús

Sermão proferido por David Gomes em 07 de julho de 2019

Carlos Oliveira
Maldição hereditária

Sermão proferido por Carlos Oliveira em 30 de junho de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:18 em 10 de julho de 2019

ver mais
 

17-11-07 - Análise: Porque é que os Muçulmanos seguem Jesus

muculmanas_oram.jpgO número de novos Cristãos no mundo cada ano ultrapassa o de novos Muçulmanos, com o maior crescimento incidir nos crentes através da conversão.

O inquérito conduzido pela Escola de estudos Interculturais do Seminário Teológico Fuller entre 1991 e 2007 entre 750 Muçulmanos que decidiram seguir Cristo, permitiu traçar algumas influências que ajudaram os convertidos a tomar a sua decisão. Os que responderam eram de 30 países e de 50 grupos étnicos - representando toda a grande região do mundo Muçulmano.

Segundo o inquérito, alguns participantes disseram que não viam nenhuma discrepância entre o que os Cristãos pregavam e o que praticavam nas suas vidas.

Um Egípcio disse que reconheceu o contraste existente entre o amor de um grupo Cristão numa universidade Americana e as formas despidas de amor dos estudantes Muçulmanos numa universidade em Medina, segundo um artigo de uma sondagem publicado na revista Christianity Today.

Outros notaram que os Cristãos tratam as mulheres como iguais e que os Cristãos têm casamentos amorosos.

"Muitos Muçulmanos que enfrentaram a violência às maõs de outros Muçulmanos não viram isso nos Cristãos que conheciam ...", escreveu o autor da pesquisa - o Dr. J. Dudley Woodberry, Russell G. Shubin, e G. Marks – na Christianity Today. A violência de Muçulmanos sobre Muçulmanos tem conduzido à considerável desilusão de muitos deles ..."

A seguinte influência mais importante foi o poder de Deus em responder às orações.

A terceira influência mais popular listada pelos que responderam era a insatisfação com o Islão que eles tinham seguido. Os Muçulmanos mais velhos disseram que estavam infelizes com o Alcorão, que eles disseram que enfatizava mais a punição de Deus do que o Seu amor e o uso da violência para impor as leis Islâmicas.

"Esta desilusão é ampla no mundo Muçulmano. Muitos Iranianos tornaram-se interessados no Evangelho após a revolução de Khomeini em 1979 que conduziu o clero ao poder. Os Paquistaneses tornaram-se mais receptivos depois do Presidente Zia ul-Haq (1977-1988) ter tentado implementar a lei Islâmica. E os Afegãos tornaram-se mais abertos depois dos Talibãs Islâmicos terem conquistado o poder entre 1994-2001", assinalaram os autores.

Muitos convertidos foram atraídos pela certeza da salvação e do perdão. No Islão, Deus perdoa e pune quem Ele quer, de modo que os Muçulmanos não têm a certeza da salvação. Mas no Cristianismo, uma pessoa pode estar certa da sua salvação se colocar a sua fé em Jesus Cristo.

Os Muçulmanos que lêem a Bíblia também foram convencidos de que a Bíblia é a verdade e foram atraídos pelo amor incondicional de Deus.

A pesquisa revelou que embora o número de novos Cristãos cada ano ser maior que o número de novos Muçulmanos, contudo a taxa de crescimento anual de Muçulmanos (1,81%) é mais elevada do que a dos Cristãos (1,23%), segundo o artigo.

Os peritos Islâmicos disseram que a taxa de crescimento mais elevada dos Muçulmanos não surpreende porque há uma maior população Cristã de modo que mais pessoas necessitam de se tornar Cristãs para a taxa de crescimento aumentar.

Que enorme responsabilidade a nossa, no que diz respeito ao nosso testemunho de vida como Cristãos, perante a multidão de descrentes que nos rodeia, independentemente de ser Muçulmana ou não.

O nosso bom testemunho, coerente, mais do que as nossas palavras, pode conduzir muitos à salvação.

Saiba mais sobre o Islamismo clicando aqui.

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário