• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

Carlos Oliveira 19MAI19
Cremação

Sermão proferido por Carlos Oliveira em 19 de maio de 2019

Fernando Quental 12MAI19
Filhos no Casamento

Sermão proferido por Fernando Quental em 12 de maio de 2019

Fernando Quental 05MAI19
Mulheres no Casamento

Sermão proferido por Fernando Quental em 05 de maio de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:16 em 22 de maio de 2019

ver mais
 

14-03-2019 - Pesquisa constata que quase metade dos jovens "cristãos" acredita ser “errado” evangelizar

 evangelizando

 

     As pesquisas sobre a compreensão dos jovens "cristãos" que integram a chamada “geração Y” a respeito do cristianismo, missões e sociedade vêm revelando formas de pensar que se distanciam do que foi abraçado como adequado pelos cristãos nas últimas décadas e até séculos.

     Um novo levantamento realizado pelo Barna Group revelou que quase metade dos jovens "cristãos" acredita ser “errado” evangelizar. O relatório da pesquisa, intitulado “Reviving Evangelism” (“revivendo o evangelismo”, em tradução livre) expõe os dados levantados nas entrevistas com 1.000 "cristãos" praticantes (?) e outros 1.001 adultos que se descreveram como cristãos não praticantes.

     Com foco nos jovens da “geração Y” (também tratada como millennials), nascidos ao longo da década de 1990, a pesquisa apurou que 47% dos entrevistados afirmou que se sentem “preparados para comunicar a sua fé com outras pessoas”, com quase três quartos respondendo que “sabem responder” quando alguém faz perguntas relacionadas com a fé.

      A demonstração de confiança sobre esses pontos é apontada pelo relatório da pesquisa como consideravelmente maior do que o constatado em levantamentos feitos com gerações anteriores. E o documento destaca que quase todo cristão praticante concorda que faz parte da sua fé ser uma testemunha de Jesus, e que a melhor coisa que poderia ocorrer a uma pessoa é receber a Cristo.

     Por outro lado, um número igualmente significativo dos jovens da “geração Y” não têm evangelizado pois considera essa ação um pouco “errada”: “Quase metade (47%) deles concorda, pelo menos em parte, que é errado compartilhar suas crenças pessoais com alguém de uma fé diferente, na esperança de que um dia eles compartilhem a mesma fé. Em comparação, entre a geração X – dos pais deles – o índice cai para 27% e chega a 19% entre os nascidos após a Segunda Guerra”, diz o relatório do Barna Group.

     Parte desse acanhamento provavelmente é fruto da guerra cultural encampada contra o Evangelho por conceitos como o secularismo, humanismo e progressismo, que dialogam entre si e têm presença em diversas áreas da sociedade e são muito fortes em países desenvolvidos, como no caso dos Estados Unidos, onde a pesquisa foi realizada.

     Na visão dos pesquisadores, falta convicção a muitos dos jovens da “geração Y” a respeito do Evangelho: “Para começar, devemos transmitir uma fé resiliente aos jovens cristãos (isso também é uma forma de evangelismo), planeando especialmente para o período que cursam o Ensino Secundário e a Universidade”, comentou David Kinnaman, presidente do Barna Group, instituto de pesquisa que se dedica a realizar estudos voltados à fé.

     “O problema do abandono da evangelização é real e tem um efeito negativo sobre o impacto de cristãos sobre os não-cristãos. Cultivar uma convicção cristã profunda, firme e resiliente é difícil em uma sociedade onde o discurso do ‘não critique as escolhas de vida de ninguém’ e os sentimentos alheios tornaram-se a prioridade. Afinal, o evangelismo não é apenas para salvar os incrédulos, mas lembrar a nós mesmos, que essas coisas importam, que a Bíblia é confiável e que Jesus muda tudo”, finalizou Kinnaman.

- Gospel +

NOTA ESCLARECEDORA:

Colocámos aspas na palavra "Cristãos", quando se refere a estes jovens, pois revelam ser Cristãos apenas de nome. O verdadeiro Cristão, o Cristão genuíno conhece a realidade de 2 Coríntios 5:17-20:

17 Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.
18 E tudo isto provém de Deus que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;
19 Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.
20 De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamos-vos pois da parte de Cristo que vos reconcilieis com Deus.

Se não têm neles a palavra, ou mensagem, da reconciliação, é porque não foram eles mesmo reconciliados, pois como lemos claramente no texto, os que são reconciliados recebem o ministério da reconciliação. Cada vez mais assiste-se à proliferação de igrejas cheias de gente perdida, que têm nome que vivem, mas estão mortos.

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário