“Honra a teu pai e a tua mãe” (7)

Honra a teu pai e a tua mãe, ordena o Senhor

 

 

3. Honrar os pais envolve apoio financeiro e provisão para os pais e mães pelos seus filhos.

     A obrigação dos filhos de honrar os seus pais cessa quando os filhos crescem e talvez se casem e saem da casa dos pais? Não, na realidade não! A devoção e o respeito devidos aos pais devem continuar até à morte. Naturalmente, quando os filhos crescem e se sustentam e, talvez, tenham as suas próprias famílias, o pai e a mãe não esperam ditar todos os detalhes da vida dos seus filhos criados. Mas todo o filho tem uma dívida que nunca poderá pagar. Todo o filho e filha crescidos devem sentir que toda a reverência, devoção e submissão leal ao pai e à mãe são insuficientes para pagar tudo o que os pais fizeram.

     Lembro-me bem de que, quando eu era adulto e já tinha constituído família própria, ouvia com profundo respeito qualquer opinião do meu pai. Embora ele não tivesse tentado manter a sua autoridade sobre mim, havia, no entanto, uma autoridade tácita. Se ele tivesse achado correto mandar estritamente em mim sobre algum assunto, dificilmente vejo como poderia desobedecer-lhe. Certamente que eu não lhe desobedeceria de boa vontade, mesmo então.

     Mas a honra que homens e mulheres maduros prestam a seus pais deve ser frequentemente expressa em provisão e apoio financeiro. Isso foi ensinado pelo próprio Salvador, ao expor esse mesmo mandamento.

     Leia Marcos 7:6-13:

     “E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-Me com os lábios, mas o seu coração está longe de Mim. Em vão, porém, Me honram, ensinando doutrinas que são mandamentos de homens. Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens, como o lavar dos jarros e dos copos, e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas. E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição. Porque Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe e: Quem maldisser ou o pai ou a mãe deve ser punido com a morte. Porém vós dizeis: Se um homem disser ao pai ou à mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor, nada mais lhe deixais fazer por seu pai ou por sua mãe, invalidando, assim, a Palavra de Deus pela vossa tradição, que vós ordenastes. E muitas coisas fazeis semelhantes a estas”.

     Os líderes Judeus tinham uma regra denominada “Corbã”. Se um homem dissesse ao seu pai ou à sua mãe: “É Corbã”, ou seja, dissesse que ele estava a dedicar como uma oferta a Deus o que poderia dar ao pai ou à mãe ou aos líderes religiosos, então esses líderes não  permitiriam que ele desse o que quer que fosse em termos de apoio financeiro ao seu pai ou à sua mãe. Aqui, o dever religioso substituía o cuidado e apoio financeiros que um pai e uma mãe poderiam receber dos seus filhos. Jesus disse que esses líderes religiosos desonravam a Deus e anulavam a Palavra de Deus com a sua tradição. E a passagem das Escrituras que o Senhor Jesus lhes citou foi este mesmo quinto mandamento: “Honra a teu pai e a tua mãe”

     Segundo o nosso Senhor Jesus Cristo, os filhos e filhas que honram os seus pais e mães apoiam-nos na velhice e providenciam para eles quando necessário. O Senhor Jesus disse que isso está envolvido no mandamento: "Honra teu pai e a tua mãe".

     Alguns homens e mulheres cristãos orgulham-se do dinheiro que dão à igreja, às missões ou a algum projeto da obra do Senhor. Eles deveriam saber que o Senhor Jesus disse que anulavam a Palavra de Deus pela sua tradição, se primeiro não providenciassem para o seu pai e mãe. Deus não quer as ofertas de um filho cujo pai e mãe estão em necessidade.

     Certamente que acredito nas ofertas dadas ao Senhor, e acredito que qualquer homem ou mulher que aja corretamente nesta matéria, garantindo que o pai e a mãe não passem necessidade, também pode ofertar ao Senhor. Porém, a doação Cristã nunca deve ser uma desculpa para não se suprir as necessidades de pai e mãe.

     Esta discussão do Salvador, mostrando que aqueles que não apoiam pai e mãe desobedecem ao quinto mandamento, também é dada em Mateus 15:3-9.

     Este ensino é dado novamente em 1 Timóteo 5:3,4, que diz que os filhos devem honrar os seus pais, providenciando para eles.

     “Honra as viúvas que verdadeiramente são viúvas. Mas, se alguma viúva tiver filhos ou netos, aprendam primeiro a exercer piedade para com a sua própria família, e a recompensar seus pais; porque isto é bom e aceitável diante de Deus".

     Como é que os filhos podem honrar as suas mães viúvas? Apoiando-as! Os filhos que desejam demonstrar piedade devem “aprender primeiro a exercer piedade para com a sua própria família, e a recompensar os seus pais; porque isto é bom e agradável diante de Deus”. O verdadeiro Cristianismo exige que os filhos, ou mesmo netos, apoiem a sua mãe viúva.

     É um facto notável, geralmente não reconhecido, que 1 Timóteo 5:8, no mesmo capítulo, fala do apoio devido a uma mãe viúva. As Escrituras dizem: “Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel”. Este texto bíblico não fala do apoio de um homem à esposa e filhos, mas do apoio aos pais, particularmente a uma mãe viúva. Qualquer homem que não vê que as viúvas da sua família devem ter as suas necessidades supridas, e especialmente as da sua própria mãe viúva, negou a fé e é pior do que um descrente.

     Quão iníquo, portanto, é as famílias Cristãs deixarem a mãe ou o pai entregues à caridade! Porque é que o governo deve ter que apoiar os pais dos jovens Cristãos? Porque é que a igreja deve ter que cuidar de Cristãos idosos que criaram filhos? Qualquer homem que queira que o governo supra as necessidades do seu pai e da sua mãe é, nesta matéria, pior do que um descrente e negou a fé, diz 1 Timóteo 5:8. O plano de Deus não é pensão para a velhice, nem auxílio, nem contribuição da igreja a Cristãos idosos. O plano de Deus é que os filhos e filhas cuidem dos seus pais. Isso faz parte do que significa “honra a teu pai e a tua mãe”.

     Assim, nós vemos que, para se observar o quinto mandamento, os filhos e as  filhas que honram o seu pai e a sua mãe têm que respeitá-los ardentemente, têm que obedecer-lhes, têm que suprir as suas necessidades quando necessário.

- John Rice
The Home (O Lar)
(Continua)

“Honra a teu pai e a tua mãe” (1)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (2)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (3)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (4)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (5)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (6)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (7)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (8)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (9)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (10)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (11)
“Honra a teu pai e a tua mãe” (12)

Sermões e Estudos

António Oliveira
O verdadeiro curso superior

Sermão proferido por António Oliveira em 19 de janeiro de 2020

Fernando Quental
A importância da espera

Sermão proferido por Fernando Quental em 12 de janeiro de 2020

Dário Botas
Resoluções

Sermão proferido por Dário Botas em 05 de janeiro de 2020

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:1 em 15 de janeiro de 2019

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário