Cereal molhado

O seguinte incidente é uma das muitas maravilhas da resposta à oração.

     Certo crente fervoroso e de oração encomendou a Deus, numa manhã de Primavera, como habitualmente fazia, todos os seus, e em seguida pôs dois sacos de centeio em cima do carro e partiu para o moinho que ficava a algumas léguas de distância. Antes do moinho tinha que atravessar uma ponte, sem gradeamento, apenas com uns fracos resguardos nas extremidades das pranchas. A meio da ponte o cavalo parou e começou a relinchar, o condutor saltou do seu lugar e procurou acalmar o animal que continuava espantado até que as rodas traseiras do carro deslizaram por um dos lados da ponte e os sacos caíram à água. O cavalo acalmou-se então, e o carro ficou suspenso no ar pelas rodas da frente que se prenderam no resguardo. Apareceram logo alguns homens que retiraram o carro da situação crítica em que se encontrava e os sacos de centeio da água. Meia hora depois o crente regressava a casa com os sacos molhados a fim de secar o cereal e mais tarde o moer. Ninguém em casa do servo de Deus podia compreender a razão do cavalo se ter espantado, visto nunca tal ter acontecido com o animal. Além disso eram pessoas de fé no poder da oração; parecia um mistério. Pensaram então em pôr o centeio ao sol, para secar, e, ao espalhá-lo sobre panos, notaram corpos estranhos a brilhar ao sol, de mistura com o cereal, examinados os quais se verificou serem fragmentos de vidro! o bastante para causar a morte de todos os membros da família se o centeio tivesse sido moído e panificado. Deus tinha preservado a vida dos Seus filhos.

     Como explicar a presença de resíduos de vidro no centeio?

     Não foi difícil. O cereal fora durante algum tempo guardado num depósito ao ar livre; junto dele vinham os homens afiar, ou amolar as suas ferramentas, empregando às vezes nesse trabalho vidro moído, para lhes dar maior brilho, e os resíduos de vidro resultantes desse serviço foram-se acumulando no cereal, sem que ninguém suspeitasse disso.

     Não havia poder humano capaz de evitar a tragédia da morte de toda a família, se o centeio com os vidros tivesse sido moído e confeccionado.

Sermões e Estudos

José Carvalho
Herança

Tema abordado por José Carvalho em 25 de julho de 2021

Carlos Oliveira
Religiões de substituição

Tema abordado por Carlos Oliveira em 23 de julho de 2021

Fernando Quental
Paciência

Tema abordado por Fernando Quental em 18 de julho de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:1 em 21 de julho de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário