Reclamações - um queixume comum

Queixas e Reclamações 

 

     Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus, inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo; retendo a palavra da vida  ... - Filipenses 2:14-16a

      Em junho de 1880, uma das mulheres mais notáveis ​​da história nasceu saudável numa família amorosa e devota. A tragédia aconteceu dezoito meses depois do seu nascimento, quando a escarlatina deixou a então menina cega e surda. Helen Keller passou os sete anos seguintes na escuridão, frustração e solidão. O mundo de Helen era escuro, silencioso e solitário até que uma mulher notável entrou na sua vida. Anne Sullivan atendeu à chamada para ensinar Helen como se comunicar e reentrar no mundo da sua família e amigos. Anne ficou ao lado de Helen e Helen pôde aprender a ler, escrever e falar. Ela acabou por concluir a sua formação universitária, escreveu vários artigos e livros, falou internacionalmente e conheceu muitos presidentes.

     Se alguém tinha o direito de se queixar das suas circunstâncias, era Helen Keller. A sua história dá-nos a oportunidade de abordar o tema queixume. Para a pessoa comum, reclamar é tão fácil quanto respirar. Todos os dias, as pessoas reclamam do trânsito, do clima, dos horários, das crianças, das igrejas, da aparência, das dores e dos sofrimentos ... do que quer que seja, reclamam. Na verdade, para alguns, o queixume é o seu principal meio de comunicação.

     Infelizmente, quando se trata de reclamar, os Cristãos não parecem ser diferentes do resto do mundo. Em muitos sitios, ao longo da história, até Cristãos professos têm comprado a ideia de que é nosso “direito” ser felizes, realizados, satisfeitos, saudáveis e servidos em todos os momentos de cada dia. Mas, não me lembro de ter encontrado isso em qualquer lugar da Bíblia! Em contraste com a nossa cultura hoje, é quase incrível que Helen Keller seja citada como tendo dito: “Tanto me tem sido dado, que não tenho tempo para refletir sobre o que me tem sido negado.”

     Paulo, na sua carta aos Filipenses, exorta os crentes a fazerem tudo sem reclamar nem discutir, não apenas por uma questão de paz, mas para que fossem irrepreensíveis e puros, filhos de Deus. A seguir ele descreve os que não se queixam como aqueles que brilham como estrelas no universo.

     Uma vida marcada pelo queixume prejudica o nosso caráter. Uma vida marcada pela gratidão constrói o mesmo. A escolha entre ambas as opções é o mais importante. Qual dela irás escolher?

 

APROFUNDANDO:

1. Como é que as pessoas mais próximas de ti te descreveriam? Como um queixoso ou uma pessoa agradecida?

2. Avalia uma área da tua vida em que podes trabalhar para que hoje reclames menos e sejas mais agradecido.

LEITURA ADICIONAL:

Salmo 95:1-7; Salmo 107:1; 1 Tessalonicenses 5:16-18

Por Leslie Snyder

Sermões e Estudos

Carlos Oliveira 21JUN24
O verdadeiro purgatório

Tema abordado por Carlos Oliveira em 21 de junho de 2024

Daniel Ferreira 16JUN24
O perigoso baixar da fasquia

Tema abordado por Daniel Ferreira em 16 de junho de 2024

Carlos Oliveira 14JUN24
Grande perdão para grande pecado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 14 de junho de 2024

Estudo Bíblico
1 Timóteo 1:14,15

Estudo realizado em 19 de junho de 2024

ver mais
 
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • Rede Móvel
    966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • HORÁRIO
    Clique aqui para ver horário