Lugares vazios

O que fazer perante lugares vazios

 

     Acontece com todos os pregadores uma vez ou outra. E acabará por acontecer novamente. É estranho. É um pouco embaraçoso. Pode ser muito desanimador. Há pouco que possamos fazer para o evitar completamente. O que é? É esse monstro temido chamado de "baixa participação" - quando chega a hora de começar o culto e a maioria dos lugares está vazio. É quando se espera 100, mas só aparecem 20. É quando se percebe que as pessoas que disseram que estariam lá não estão - e não estarão. O que fazer então? O que deve fazer e o que não deve fazer, para combater o desânimo em si próprio e impedir que este afete os que apareceram? Eis algumas sugestões:

Ler mais: Lugares vazios

Saiamos a Ele

Charles Henry Mackintosh

 

     “Por isso também Jesus, para santificar o povo pelo Seu próprio sangue, padeceu fora da porta. Saiamos pois a Ele fora do arraial, levando o Seu vitupério” (Hebreus 13.12,13).

     Há muito mais envolvido no tocante convite “saiamos a Ele”, do que uma mera fuga dos absurdos da superstição ou dos esquemas de um lucrativo negócio religioso. Existem homens que conseguem explicar tudo, usando de poder e eloquência. São pessoas que se encontram muito longe de qualquer pensamento de atender ao chamado do apóstolo. Quando os homens estabelecem um “arraial”, saem fazendo seus comícios que giram em torno de um padrão que contenha algum dogma importante da verdade, um credo ortodoxo, uma linha doutrinária mais clara, ou algum ritual esplêndido. É preciso ter muita inteligência espiritual para se discernir a verdadeira força que há nas palavras: “Saiamos“, e muita energia espiritual e poder de decisão para agir.

Ler mais: Saiamos a Ele

Mitos sobre o nascimento de Jesus

mitos

 

     Durante o mês de dezembro, casas em todo o mundo têm figurinhas e imagens do que acham que deve ter sido o acontecimento mais glorioso do ano.

     No entanto, de acordo com a Bíblia, muito da glória e do drama que se tornou parte do presépio não aconteceu realmente. Trata-se de mitos ou fábulas (2 Tim. 4:4).

     Use a oportunidade para mostrar às pessoas em que nos devemos realmente gloriar – na cruz de Cristo.

Ler mais: Mitos sobre o nascimento de Jesus

Tudo ou nada

Charles Henry Mackintosh

 

     As duas pequenas moedas dadas pela viúva (Mc 12:42) ultrapassaram, na avaliação de Deus, a soma de todas as ofertas. É relativamente fácil dar dezenas, centenas e milhares de nossos tesouros acumulados; mas não é fácil privar a si mesmo de um simples conforto ou de algo supérfluo, isto para não falar de algo que seja verdadeiramente necessário. Mas ela deu todo o seu sustento para a casa do seu Deus. Foi isso que a colocou numa afinidade moral de espírito com o próprio Senhor bendito.

Ler mais: Tudo ou nada

Um coração inteiro para Cristo

Charles H. Mackintosh
 
Leitura Bíblica: Mateus 26

     Neste solene capítulo temos muitos corações revelados. Para além do coração do Senhor Jesus, temos ali retratados o coração dos príncipes dos sacerdotes, o coração dos anciãos, o coração dos escribas, o coração de Pedro, o coração de Judas. Mas há um coração em particular, que se notabiliza, ao contrário destes últimos, e que se recomenda: o da mulher que trouxe um vaso de alabastro, com unguento de grande valor, para ungir o corpo do Senhor. Esta mulher tinha um coração para Cristo. Ela pode ter sido uma pecadora muito grande, e foi-o, e ignorante, mas os seus olhos tinham sido abertos para verem a beleza que há no Senhor Jesus, o que por sua vez a levou a julgar que nada gasto com o Senhor era demasiado custoso. Em suma, ela tinha um coração para Cristo.

Ler mais: Um coração inteiro para Cristo

Sermões e Estudos

Carlos Oliveira
Fundo da agulha

Tema abordado por Carlos Oliveira em 29 de maio de 2020

Alberto Veríssimo
Perto da verdade, porém longe

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 24 de maio de 2020

Carlos Oliveira
Morte - significado

Tema abordado por Carlos Oliveira em 22 de maio de 2020

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:7 em 27 de maio de 2020

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário