Seja Alegre XXI

w_wiersbe_warren.jpg3. Ele sacrifica-Se (2:8)

     Muitas pessoas estão prontas a servir os outros se isso não lhes custar nada. Mas se há um preço a pagar, então perdem rapidamente o interesse. Jesus «foi obediente até à morte, e morte de cruz» (v. 8). A Sua morte não foi a dum mártir, mas a dum Salvador. Ele voluntariamente deu a Sua vida pelos pecados do mundo.

Ler mais: Seja Alegre XXI

Seja Alegre XXII

w_wiersbe_warren.jpg4. Ele glorifica a Deus (2:9-11)

     Este é sem dúvida o grande objectivo de tudo o que fazemos — glorificar a Deus. Paulo adverte-nos contra a «vanglória» no versículo 3. O tipo de rivalidade que opõe um cristão a outro cristão, um ministério a outro ministério, não é espiritual, nem pode satisfazer. É vão, vazio. Jesus humilhou-Se a Si mesmo pelos outros e Deus exaltou-O soberanamente; o resultado dessa exaltação é a glória para Deus.

Ler mais: Seja Alegre XXII

Seja Alegre XXIV

w_wiersbe_warren.jpgl. Há um propósito a atingir (2:12,14-16)

     «Operai a vossa salvação» (v. 12) não quer dizer «Trabalhai pela vossa própria salvação.» Para já, Paulo está a escrever a pessoas que já são «santos» (1:1), o que quer dizer que já confiam em Cristo e foram separadas para Ele. O verbo «operar» contém o sentido de «trabalhar até completar totalmente», como no caso da solução dum problema de matemática. Na época de Paulo, usava-se também no sentido de «explorar uma mina», ou seja, tirar da mina o mais possível de valioso minério; ou «trabalhar um campo» de modo a conseguir a colheita mais abundante possível. O propósito que Deus quer que atinjamos é a semelhança de Cristo, «para sermos conformes à imagem de seu Filho» (Rom. 8:29). Há problemas na vida, mas Deus ajudar-nos-á a «vencê-los». As nossas vidas têm um tremendo potencial, como acontece com uma mina ou com um campo, e Ele quer ajudar-nos a aplicar esse potencial.

Ler mais: Seja Alegre XXIV

Seja Alegre XXIII

w_wiersbe_warren.jpgFACTORES INTERNOS E EXTERNOS DA VIDA CRISTÃ

(Filipenses 2:12-18)

     «Poucas coisas são mais difíceis de suportar» — escreveu Mark Twain — «do que o incómodo causado por um bom exemplo.» Talvez o que nos incomode mais num bom exemplo seja exactamente a incapacidade de realizar nas nossas próprias vidas idênticas proezas. A admiração por uma pessoa importante pode inspirar-nos, mas não nos transmite capacidade. A menos que a pessoa entre nas nossas próprias vidas e partilhe connosco os seus dons, não chegaremos a atingir os seus níveis elevados de realização. É preciso mais do que um simples exemplo externo; é preciso poder interno.

Ler mais: Seja Alegre XXIII

Seja Alegre XXV

w_wiersbe_warren.jpg     A expressão «operai a vossa salvação» refere-se provavelmente, e de um modo particular, aos problemas específicos da igreja de Filipos; mas a frase aplica-se também ao cristão individual. Nós não devemos ser «imitações baratas» doutras pessoas, principalmente de «grandes cristãos». Devemos seguir unicamente o que vemos de Cristo nas suas vidas. «Sede meus imitadores, como também eu de Cristo» (I Cor. 11:1). Cada «grande santo» tem pés de barro e acabará por nos desapontar, mas Jesus Cristo nunca nos decepciona.

Ler mais: Seja Alegre XXV

Sermões e Estudos

David Gomes 26SET21
Como lidar com portas fechadas

Tema abordado por David Gomes em 26 de setembro de 2021

Carlos Oliveira 24SET21
As religiões são todas boas?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 24 de setembro de 2021

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 22 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário