Seja Alegre XI

w_wiersbe_warren.jpg     l. As Prisões de Paulo (1:12-14)

     O mesmo Deus que usou a vara de Moisés, os cântaros de Gideão e a funda de David, usou também as prisões de Paulo. Mal supunham os Ruma-nos que as algemas que colocaram nos seus pulsos iriam libertar Paulo em vez de o prender. Assim escreveu ele posteriormente durante outro período de prisão: «Pelo que sofro trabalhos e até prisões, como um malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa» (II Tim. 2:9). Ele não se lamentava das suas prisões; pelo contrário, consagrava-as a Deus e pedia-Lhe que as usasse para o avanço pioneiro do Evangelho. E Deus respondeu às suas orações
.

Ler mais: Seja Alegre XI

Seja Alegre XII

w_wiersbe_warren.jpg     2. Os Críticos de Paulo (1:15-19)

     Custa a crer que alguém se opusesse a Paulo, mas havia crentes em Roma que procediam exactamente assim. As igrejas ali encontravam-se divididas. Alguns pregavam a Cristo com sinceridade, desejando ver pessoas salvas. Outros pregavam a Cristo com fingimento, pretendendo tornar ainda mais difícil para o apóstolo a situação em que se encontrava. Este último grupo estava a servir-se do Evangelho para atingir os seus próprios objectivos egoístas. Talvez pertencessem à ala «legalista» da igreja que se opunha ao ministério de Paulo aos gentios e à sua ênfase sobre a graça de Deus como oposta à obediência à lei judaica. A inveja e a contenda andam juntas, como juntas andam o amor e a unidade
.

Ler mais: Seja Alegre XII

Seja Alegre XIV

w_wiersbe_warren.jpgPOSTOS DE COMBATE

(Filipenses 1:27-30)

     A vida cristã não é um campo de recreio; é um campo de batalha. Nós somos filhos da família, gozando, portanto, da comunhão do Evangelho (1:1-11); somos servos que participam no avanço do Evangelho (1:12-26); mas somos igualmente soldados que defendem a do Evangelho. E o crente com uma mente íntegra pode ter a alegria do Espírito Santo, mesmo no meio da batalha
.

Ler mais: Seja Alegre XIV

Seja Alegre XIII

w_wiersbe_warren.jpg     3. A Crise de Paulo (1:20-26)

     Por causa das suas prisões, Cristo tornava-se conhecido (v. 13), e por causa dos seus críticos, Cristo era pregado (v. 18). Mas por causa da crise de Paulo, Cristo era engrandecido (v. 20)! Era possível que Paulo fosse considerado como traidor a Roma e depois executado. O seu julgamento preliminar havia-lhe sido, aparentemente, favorável, todavia o veredicto final ainda estava para vir. Mas o corpo de Paulo não lhe pertencia e o seu único desejo (porque ele possuía uma mente integral) era engrandecer Cristo no seu corpo
.

Ler mais: Seja Alegre XIII

Seja Alegre XV

w_wiersbe_warren.jpgl. Coerência (1:27)

     A palavra portar relaciona-se directamente com andar. «Somente deveis conduzir-vos de modo digno do evangelho de Cristo» (NBPA). A arma mais importante contra o inimigo não é um sermão empolgante ou um livro poderoso; é a vida coerente dos crentes
.

Ler mais: Seja Alegre XV

Sermões e Estudos

David Gomes 26SET21
Como lidar com portas fechadas

Tema abordado por David Gomes em 26 de setembro de 2021

Carlos Oliveira 24SET21
As religiões são todas boas?

Tema abordado por Carlos Oliveira em 24 de setembro de 2021

Alberto Verissimo 19SET21
Crer ou Crer, eis a questão

Tema abordado por Alberto Veríssimo em 19 de setembro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3 em 22 de setembro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário