Atos Dispensacionalmente Considerados - CAPÍTULO XXXIII – Atos 18:23-28

Acts dispensationally considered

 

PAULO INICIA A SUA TERCEIRA JORNADA APOSTÓLICA

 

A SUA TERCEIRA PARTIDA DE ANTIOQUIA

 

     “E, estando ali algum tempo, partiu, passando sucessivamente pela província da Galácia e da Frígia, confirmando a todos os discípulos.

- Atos 18:23

 

     Como temos observado, a Igreja do reino do princípio dos Atos tinha a sua sede em Jerusalém, onde o Messias deveria reinar (Isaías 24:23) com os Seus doze apóstolos (Mateus 19:28) e de onde a lei deveria ir para todo o seu domínio (Isaías 2:2,3).

     A Igreja de Roma, no entanto, ensinando que a Igreja de hoje (ela própria) é o reino do Messias, mudou arbitrariamente a sua capital de Jerusalém para Roma, de onde a sua hierarquia dita as políticas e práticas dos seus súbditos em todo o mundo. Isto, apesar de dezenas de passagens simples da Palavra de Deus insistirem que a Igreja que é o reino de Cristo, teria e terá a sua sede em Jerusalém,[1] enquanto “a Igreja que é o Seu Corponão tem nenhuma sede na Terra. A sua sede é no Céu onde está a Cabeça (Efé. 1:22,23; Fil. 3:20).

     É triste dizer que muito do protestantismo ainda segue Roma ao ensinar que a Igreja desta dispensação é o reino de Cristo; que começou em Pentecostes ou antes, quando a mensagem do reino era proclamada pelos doze apóstolos. Não admira que as várias denominações tenham criado as suas próprias hierarquias para “governar” os assuntos dos seus membros próximos e distantes. Não admira que a recuperação gratuita da verdade tenha sido prejudicada pela maquinaria política protestante quase tanto como pela ditadura religiosa Romana.

     Nós enfatizamos isto aqui porque alguns têm chamado a Antioquia da Síria a sede da igreja Gentílica primitiva. Isso é um erro, pois não há indicação de que alguma hierarquia cristã regesse a partir de Antioquia. De facto, os associados mais proeminentes de Paulo (exceto Barnabé) são encontrados em quase toda parte, menos em Antioquia.

mapa

     No entanto, como para enfatizar o facto de que Paulo não estava associado aos doze no seu ministério do reino, o Espírito indicou que todas as três jornadas apostólicas de Paulo começaram em Antioquia, a cidade à qual Barnabé o levou inicialmente para ministrar entre os Gentios.

     Foi assim que, depois de passar “algum tempo” em Antioquia, o apóstolo “partiu, passando sucessivamente pela província da Galácia e da Frígia,[2] confirmando [ou, fortalecendo] todos os discípulos” (Ver. 23).

     Dean Howson tem a certeza de que numa viagem de Antioquia da Síria a Éfeso Paulo teria revisitado a maioria, se não todas as igrejas que ele havia fundado e ministrado, e não apenas as situadas na Galácia e na Frígia. Pode ser, no entanto, que as igrejas nessas duas regiões precisassem de atenção especial e que ele estivesse ansioso para retornar a Éfeso em cumprimento da sua promessa. Além disso, as igrejas da Síria, Cilícia, Licaónia, Panfília e Pisídia já haviam sido visitadas duas vezes. Em todo caso, deve ter havido muitas cenas comoventes quando o apóstolo reapareceu entre amigos que ele conquistou para Cristo e agora os consolidava na fé.

 _______________________________________

[1] Roma nem uma única vez é mencionada nesta relação.

[2] Estas palavras implicam o levar a cabo de um plano sistemático.

 

 

Sermões e Estudos

Dario botas 16JUN19
O Espírito Santo nos dias de hoje II

Sermão proferido por Dário Botas em 16 de junho de 2019

Jose Carvalho 09JUN19
A vontade de Deus

Sermão proferido por José Carvalho em 09 de junho de 2019

>
FranciscoCorreia 02JUN19
Evangelismo II

Sermão proferido por Francisco Correia em 02 de junho de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:17 em 19 de junho de 2019

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário