Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice (4)

Acts dispensationally considered

 

O SEGUNDO ENCARCERAMENTO

 

     Não pode haver dúvida de que, quando Paulo escreveu a sua segunda epístola a Timóteo, ele estava novamente em Roma, não agora “na sua casa alugada”, sob custódia militar como alguém que apelara para César, mas sofrendo “prisões, como um malfeitor” (2 Tim. 2: 9).

     O seu pedido da sua capa (2 Tim. 4:13) pode muito bem indicar que ele estaria numa masmorra, uma escavação húmida no chão, como em Filipos (Atos 16:24,29; note as palavras “prisão interior” e “saltou dentro”).

     A então perseguição evidentemente violenta sob Nero, ou a mudança geral nas circunstâncias parece ter testado a lealdade e encurtado as filas de amigos que tinha. Áquila e Priscila, talvez mais uma vez tivessem sido forçados a deixar Roma (veja Atos 18:2) estavam agora em Éfeso (2 Timóteo 4:19) e Paulo também enviara Tíquico para lá, para estar com Timóteo (2 Tim. 4:12). Demas havia-o abandonado (2 Timóteo 4:10); Crescente tinha ido para a Galácia, Tito para a Dalmácia (2 Timóteo 4:10). Apenas Lucas, o seu “médico amado” ainda estava ali para o servir (2 Timóteo 4:11).

     Deve ter sido uma grande desilusão para o apóstolo, na primeira parte do seu segundo julgamento, que nenhum dos crentes Romanos tivesse tido a coragem de comparecer a seu favor (2 Timóteo 4:16). Sem dúvida, a perseguição levou-os a esconderem-se. Menos desculpa ​​tinham homens como Demas, que o acompanhara a Roma e o abandonara quando mais precisava.

      A sua defesa (sem o apoio de testemunhas) deve, no entanto, ter sido poderosa pelo facto de ele ter estado em prisão preventiva aguardando julgamento adicional (2 Timóteo 4:16,17).

     Evidentemente ele foi “recreado, [ou animado]” por Onesíforo de Éfeso e a sua família (2 Timóteo 1:16; 4:19), mas isso provavelmente depois da sua “primeira defesa”.

     Terá sido talvez enquanto escrevia a sua segunda epístola a Timóteo que o caso do apóstolo tomou uma viragem adversa e ele percebeu que a sua condenação, fisicamente, estava selada? Será esse o motivo dos seus apelos urgentes a Timóteo para se apressar a vir a Roma a fim de estar com ele no final? (Veja 2 Tim. 1:4 e cf. 4:6-8, 9,21).

     De qualquer forma, ele pôde incluir nas últimas palavras da sua última carta, a seguinte nota de vitória:

     “Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo.

     “COMBATI O BOM COMBATE, ACABEI A CARREIRA, GUARDEI A FÉ.

     “DESDE AGORA, A COROA DA JUSTIÇA ME ESTÁ GUARDADA ...” (2 Timóteo 4:6-8).

 

 Atos dispensacionalmente Considerados

Cornelius R. Stam

 

Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice

Acts dispensationally considered

 

PAULO SOFREU UM
ENCARCERAMENTO ROMANO OU DOIS?

 

     Que Paulo tenha encerrado o seu ministério como prisioneiro em Roma ninguém, provavelmente, negará, mas ele sofreu uma prisão ou duas, com um período de libertação intermédio?

     A grande maioria dos que têm analisado esta questão concordam que houve duas prisões, no entanto a questão é muitas vezes levantada, e como a resposta à mesma não jaz à superfície, dedicamos este apêndice ao debate do assunto.

Ler mais: Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice

Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice (2)

Acts dispensationally considered

 

EVIDÊNCIAS DAS EPÍSTOLAS PASTORAIS

 

     Primeiro, devemos considerar os factos históricos das Epístolas Pastorais. A grande maioria destas não poderia caber em qualquer parte da vida do apóstolo antes ou durante a sua primeira prisão em Roma.

     Em Tit. 1:5 ele explica por que ele “deix[ou]” Tito em Creta. Isto não poderia ter ocorrido na sua primeira viagem a Roma, pois então ele só viu Creta do navio em Bons Portos (Atos 27:7-13) e ele tinha com ele apenas Lucas e Aristarco (Atos 27:2). Mas de Tit. 1:5 nós seguramente concluímos que então Paulo visitou Creta com Tito e o deixou ali para completar a organização das igrejas estabelecidas.

Ler mais: Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice (2)

Atos Dispensacionalmente Considerados - CAPÍTULO XLIX – Atos 28:17-31 (4)

Acts dispensationally considered

 

DURANTE O ADIAMENTO

 

     Já vimos que durante aquele atraso, ou pelo menos dois anos, o apóstolo exerceu um ministério ativo e vigoroso, recebendo visitas e pregando e ensinando sem restrições. Este ministério estava a dar frutos abundantes.

     Imagine os sentimentos dos soldados da Guarda Pretoriana[1] como, um após o outro, eles se encontrariam no meio de reuniões de crentes, com Paulo a presidir! Conybeare and Howson's Life and Epistles of Saint Paul [A Vida e Epístolas de S. Paulo de Conybeare e Howson] contém os seguintes parágrafos sobre o ministério de Paulo neste período:

Ler mais: Atos Dispensacionalmente Considerados - CAPÍTULO XLIX – Atos 28:17-31 (4)

Sermões e Estudos

David Gomes
Faróis

Sermão proferido por David Gomes em 15 de setembro de 2019

José Carvalho
Dupla Verdade

Sermão proferido por José Carvalho em 08 de setembro de 2019

Carlos Oliveira
Dividir bem a Bíblia II

Sermão proferido por Carlos Oliveira em 01 de setembro de 2019

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 2:19 em 18 de setembro de 2019

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário