Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice (4)

Acts dispensationally considered

 

O SEGUNDO ENCARCERAMENTO

 

     Não pode haver dúvida de que, quando Paulo escreveu a sua segunda epístola a Timóteo, ele estava novamente em Roma, não agora “na sua casa alugada”, sob custódia militar como alguém que apelara para César, mas sofrendo “prisões, como um malfeitor” (2 Tim. 2: 9).

     O seu pedido da sua capa (2 Tim. 4:13) pode muito bem indicar que ele estaria numa masmorra, uma escavação húmida no chão, como em Filipos (Atos 16:24,29; note as palavras “prisão interior” e “saltou dentro”).

     A então perseguição evidentemente violenta sob Nero, ou a mudança geral nas circunstâncias parece ter testado a lealdade e encurtado as filas de amigos que tinha. Áquila e Priscila, talvez mais uma vez tivessem sido forçados a deixar Roma (veja Atos 18:2) estavam agora em Éfeso (2 Timóteo 4:19) e Paulo também enviara Tíquico para lá, para estar com Timóteo (2 Tim. 4:12). Demas havia-o abandonado (2 Timóteo 4:10); Crescente tinha ido para a Galácia, Tito para a Dalmácia (2 Timóteo 4:10). Apenas Lucas, o seu “médico amado” ainda estava ali para o servir (2 Timóteo 4:11).

     Deve ter sido uma grande desilusão para o apóstolo, na primeira parte do seu segundo julgamento, que nenhum dos crentes Romanos tivesse tido a coragem de comparecer a seu favor (2 Timóteo 4:16). Sem dúvida, a perseguição levou-os a esconderem-se. Menos desculpa ​​tinham homens como Demas, que o acompanhara a Roma e o abandonara quando mais precisava.

      A sua defesa (sem o apoio de testemunhas) deve, no entanto, ter sido poderosa pelo facto de ele ter estado em prisão preventiva aguardando julgamento adicional (2 Timóteo 4:16,17).

     Evidentemente ele foi “recreado, [ou animado]” por Onesíforo de Éfeso e a sua família (2 Timóteo 1:16; 4:19), mas isso provavelmente depois da sua “primeira defesa”.

     Terá sido talvez enquanto escrevia a sua segunda epístola a Timóteo que o caso do apóstolo tomou uma viragem adversa e ele percebeu que a sua condenação, fisicamente, estava selada? Será esse o motivo dos seus apelos urgentes a Timóteo para se apressar a vir a Roma a fim de estar com ele no final? (Veja 2 Tim. 1:4 e cf. 4:6-8, 9,21).

     De qualquer forma, ele pôde incluir nas últimas palavras da sua última carta, a seguinte nota de vitória:

     “Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo.

     “COMBATI O BOM COMBATE, ACABEI A CARREIRA, GUARDEI A FÉ.

     “DESDE AGORA, A COROA DA JUSTIÇA ME ESTÁ GUARDADA ...” (2 Timóteo 4:6-8).

 

 Atos dispensacionalmente Considerados

Cornelius R. Stam

 

Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice

Acts dispensationally considered

 

PAULO SOFREU UM
ENCARCERAMENTO ROMANO OU DOIS?

 

     Que Paulo tenha encerrado o seu ministério como prisioneiro em Roma ninguém, provavelmente, negará, mas ele sofreu uma prisão ou duas, com um período de libertação intermédio?

     A grande maioria dos que têm analisado esta questão concordam que houve duas prisões, no entanto a questão é muitas vezes levantada, e como a resposta à mesma não jaz à superfície, dedicamos este apêndice ao debate do assunto.

Ler mais: Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice

Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice (2)

Acts dispensationally considered

 

EVIDÊNCIAS DAS EPÍSTOLAS PASTORAIS

 

     Primeiro, devemos considerar os factos históricos das Epístolas Pastorais. A grande maioria destas não poderia caber em qualquer parte da vida do apóstolo antes ou durante a sua primeira prisão em Roma.

     Em Tit. 1:5 ele explica por que ele “deix[ou]” Tito em Creta. Isto não poderia ter ocorrido na sua primeira viagem a Roma, pois então ele só viu Creta do navio em Bons Portos (Atos 27:7-13) e ele tinha com ele apenas Lucas e Aristarco (Atos 27:2). Mas de Tit. 1:5 nós seguramente concluímos que então Paulo visitou Creta com Tito e o deixou ali para completar a organização das igrejas estabelecidas.

Ler mais: Atos Dispensacionalmente Considerados - Apêndice (2)

Atos Dispensacionalmente Considerados - CAPÍTULO XLIX – Atos 28:17-31 (4)

Acts dispensationally considered

 

DURANTE O ADIAMENTO

 

     Já vimos que durante aquele atraso, ou pelo menos dois anos, o apóstolo exerceu um ministério ativo e vigoroso, recebendo visitas e pregando e ensinando sem restrições. Este ministério estava a dar frutos abundantes.

     Imagine os sentimentos dos soldados da Guarda Pretoriana[1] como, um após o outro, eles se encontrariam no meio de reuniões de crentes, com Paulo a presidir! Conybeare and Howson's Life and Epistles of Saint Paul [A Vida e Epístolas de S. Paulo de Conybeare e Howson] contém os seguintes parágrafos sobre o ministério de Paulo neste período:

Ler mais: Atos Dispensacionalmente Considerados - CAPÍTULO XLIX – Atos 28:17-31 (4)

Sermões e Estudos

Horacio Mendoza 24OUT21
Sermos um exemplo

Tema abordado por Horacio Mendoza em 24 de outubro de 2021

Carlos Oliveira 22OUT21
És mesmo Cristão? Faz o teste

Tema abordado por Carlos Oliveira em 22 de outubro de 2021

Carlos Oliveira
O melhor está para vir - ANA - (4)

Tema abordado por Carlos Oliveira em 17 de outubro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3,4 em 20 de outubro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário