Mensagem à Igreja em Laodiceia - Apocalipse 3:14-22

14  E ao anjo da igreja que está em Laodiceia escreve: Isto diz o Amém, a Testemunha fiel e verdadeira, o Princípio da criação de Deus.

15  Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente!

16  Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da Minha boca.

17  Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;

18  Aconselho-te que de Mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e vestidos brancos, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas;

19  Eu repreendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te.

20  Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a Minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele Comigo.

21  Ao que vencer lhe concederei que se assente Comigo no Meu trono; assim como Eu venci, e Me assentei com Meu Pai no Seu trono.

22  Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.  

     Há uma progressão degenerativa da espiritualidade nestas sete mensagens. O Senhor Jesus Cristo fala como Messias de Israel, e Ele não tem uma única razão para elogiar a igreja Laodiceana. Para as outras igrejas há elogios à paciência, trabalho, fé, etc., mas aqui nada.  

     No versículo 14, a frase ‘o PRINCÍPIO da criação de Deus’ é explicada em João 1:3 – “Todas as coisas foram feitas por Ele ...” e em Colossenses 1:16 – “Porque n’Ele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por Ele e para Ele”. O Senhor Jesus Cristo é a ORIGEM da criação. Ele é o grande CRIADOR (Efé. 3:9). É isto que significa esta frase. Não significa o que as testemunhas de Jeová ensinam – que Cristo é um ser criado por Deus. “’Princípio’ é usado em relação a Cristo 4 vezes em Apocalipse (1:8; 3:14; 21:6; 22:13) e inclui a Sua soberania sobre o universo.  

     Nos versículos 15 e 16 há três palavras especiais – morno, vomitar, quente – que não são usadas em mais parte alguma do Novo Testamento. Elas constituem um aviso de Deus, e recordam um aviso semelhante que se encontra em Levítico 18:28 E 20:22. O fim do versículo 16, ‘vomitar-te-ei da Minha boca’ não se pode referir nem se refere ao Corpo de Cristo. Isto é estranho a todo o conceito da graça como se vê nas epístolas de Paulo.  

     A descrição do versículo 17 encontra-se em Oseias 2:5,8,9, que é citado – “Porque sua mãe se prostituiu: aquela que os concebeu houve-se torpemente porque diz: Irei atrás de meus namorados, que me dão o meu pão e a minha água, a minha lã e o meu linho, o meu óleo e as minhas bebidas. ... Ela pois não reconhece que Eu lhe dei o grão, e o mosto, e o óleo, e lhe multipliquei a prata e o ouro, que eles usaram para Baal. Portanto, tornar-Me-ei, e a seu tempo tirarei o Meu grão, e o Meu mosto no seu determinado tempo; e arrebatarei a Minha lã e o Meu linho, com que cobriam a sua nudez”. Isto é auto-explicativo, e é linguagem dirigida a Israel, não à Igreja neste Século da Graça.  

     O versículo 18 é condicional. Baseia-se nas obras, não na graça. ‘Compres’ é tomado de Isaías 55:1,2 e está em contraste vincado com Apo. 13:16,17 onde os descrentes com a marca da Besta são os únicos que podem comprar coisas materiais. Hoje nada pode ser comprado de Deus. Nós fomos enriquecidos através do empobrecimento de Cristo (2 Cor. 8:9).  

     O castigo amoroso do Senhor mencionado no versículo 19 está em paralelo com Hebreus 12:5-17, especialmente o versículo 6 – “Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho”. Hebreus será um livro importante para Israel no período da Tribulação.  

     O versículo 20 continua o ensino que se encontra em Lucas 12:35-38 – “Estejam cingidos os vossos lombos, e acesas as vossas candeias. E sede vós semelhantes aos homens que esperam o seu senhor, quando houver de voltar das bodas, para que, quando VIER, E BATER, logo possam ABRIR-Lhe. Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor VIER, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará ASSENTAR À MESA, e, chegando-se, os servirá. E, se VIER na segunda vigília, e se VIER na terceira vigília e os achar assim, bem-aventurados são os tais servos”. As bodas relacionam o versículo 20 com o casamento do Cordeiro e as bodas de Apoc. 19:7-9. Apo. 3:20 certamente que NÃO é um convite para a salvação neste Século da Graça, pois Jesus chamou aos que abrem a porta, SERVOS. Isto é antes uma admoestação associada à segunda vinda de Cristo para Israel.  

A promessa aos vencedores é que eles se assentarão com Cristo no Seu trono. A Bíblia ensina que o trono de Cristo é o trono Davídico (Lucas 1:32; Actos 2:30). Este será o trono principal no Milénio e estará em Jerusalém. Apo. 20:4-6 será o cumprimento disto - REINARAM com Cristo durante mil anos.  

     Agora notemos, por favor, a verdade para o Corpo de Cristo neste presente Século. Efésios 2:6 diz-nos que nos ressuscitou juntamente com Cristo e NOS FEZ ASSENTAR NOS LUGARES CELESTIAIS, EM CRISTO JESUS. Os verbos estão no passado, de modo que na mente de Deus isto já se realizou. Posicionalmente, todo o crente neste Século da Graça tem um assento com Cristo nos lugares celestiais, e isto tornar-se-á realidade quando o arrebatamento ocorrer de acordo com 1 Tes. 4:13-17. Lovemos o Senhor por esta maravilhosa bênção espiritual. Louvemo-Lo porque fomos libertados da ira futura (1 Tes. 1:10; 5:9).

- Robert. C. Brock

Sermões e Estudos

Carlos Oliveira 15OUT21
O maior filantropo

Tema abordado por Carlos Oliveira em 15 de outubro de 2021

Dario Botas 10OUT21
Qual a tua motivação? (Parte III)

Tema abordado por Dário Botas em 10 de outubro de 2021

Carlos Oliveira 08OUT21
A violência

Tema abordado por Carlos Oliveira em 08 de outubro de 2021

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 4:3,4 em 13 de outubro de 2021

 
ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário