• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

Fernando Quental
O bom entendimento

Sermão proferido por Fernando Quental em 23 de fevereiro de 2020

Dário Botas
O orgulho do homem

Sermão proferido por Dário Botas em 16 de fevereiro de 2020

Bruno Santos
Profeta Elias

Sermão proferido por Bruno Santos em 09 de fevereiro de 2020

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 3:3 em 19 de fevereiro de 2019

 
ver mais
 

16-01-08 - "Jesus Islâmico" chega às salas de cinema Iranianas

jesus_islamico.jpgOu, mais uma manobra de investida do pai da mentira para beliscar a glória do Senhor da glória - Jesus Cristo - desvirtuando a Sua pessoa e obra.

     Teerão (AFP) — Um director que partilha da linha dura do Presidente do Irão produziu o que ele chama de o primeiro filme que apresenta a visão Islâmica de Jesus Cristo, numa oferta para mostrar “o terreno comum” entre Muçulmanos e Cristãos.

     Nader Talebzadeh vê o seu filme, "Jesus, o Espírito de Deus," como uma resposta Islâmica às produções ocidentais como “A Paixão de Cristo” de Mel Gibson, que ele elogiou como admirável, mas muito simplesmente “errado”.

     "O filme de Gibson é um filme muito bom. Quero com isto dizer que está bem feito, mas a história está errada  - não foi assim,”  disse ele, referindo-se a duas diferenças chave: o Islão vê Jesus como profeta, não como Filho de Deus, e não crê que Ele tenha sido crucificado.

     Mesmo no Irão, "Jesus, o Espírito de Deus" teve fraca receptividade, exibindo-se para audiências modestas em cinco cinemas de Teerão durante o mês “sagrado” do Ramadão, em Outubro passado. 

     Talebzadeh insiste que pretende fazer a ponte das diferenças existentes entre o Cristianismo e o Islão,  apesar da divergência absoluta da doutrina Cristã sobre as horas finais de Cristo na terra.

     O director também é perspicaz em enfatizar os elos entre Jesus e uma das figuras mais importantes no Islão Shiita, o Imam  Mahdi, que ele disse ter desaparecido há 12 séculos mas cujo “retorno” à terra tem sido credo e doutrina chave da presidência de Ahmadinejad.

     No filme de Talebzadeh, Deus salva Jesus - figurado como homem com cabelo e barba compridos - da crucificação, levando-o directamente para o céu. 

     "O Corão diz claramente que a pessoa que foi crucificada não foi Jesus” mas Judas, um dos 12 Apóstolos - aquele que a Bíblia diz que entregou Jesus aos Romanos, disse ele. No seu filme é Judas que é crucificado.

     O Islão vê Jesus como um dos seus cinco grandes profetas – sendo os outros Noé, Moisés e Abraão – enviados à terra para anunciar a vinda de Maomé, o profeta final que espalhou a religião do Islão.

     Os Muçulmanos Shiitas, a maioria no Irão, crêem que Jesus acompanhará o Imam Mahdi quando ele reaparecer num futuro apocalipse para salvar o mundo.

     E Talebzadeh disse que a versão televisiva do seu filme explorará mais os elos entre Jesus e Mahdi – cujo retorno Ahmadinejad tem afirmado que o seu governo, que assumiu o poder em 2005, está a trabalhar para precipitar.

     Os Shiitas crêem que o reaparecimento de Mahdi introduzirá uma nova era de paz e harmonia.

     "Nós, Muçulmanos oramos pelo ‘Retorno’ (do Imam Mahdi) e  Jesus é parte do retorno e o fim do tempo," disse Talebzadeh.

COMENTÁRIO:
     Este, Jesus Islâmico é "outro Jesus" que não temos pregado, "outro Jesus" que não temos abraçado, como dizia o Apóstolo Paulo (2 Coríntios 11:4). Este não é o Jesus da Bíblia - o verdadeiro Jesus Cristo. É apenas mais um anti-Cristo, entre tantos que se têm levantado ao longo dos anos, e que as Escrituras previram.

Veja comparação entre Maomé e Cristo

    

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    2975-192 QUINTA DO CONDE 





     
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário