É melhor ser verdadeiro do que ser popular

warrenwwiersbe

 

     João Batista não fazia concessões, não era uma celebridade, nem procurava agradar à multidão. O falso profeta pergunta: “A minha mensagem é popular?” enquanto o profeta de Deus indaga: “A minha mensagem é verdadeira?” Se não se pode agradar às multidões, então por que tentar? Um dia pensam de um jeito, no outro dia pensam de outro! Uma semana queixam-se de que o pregador fica muito no seu gabinete, na semana seguinte censuram-no por fazer visitas demais! O pregador que procura agradar à multidão esqueceu-se das palavras de Thomas à Kempis: “A glória de homens dignos está na sua consciência e não na boca de homens.”

     Nos dias de hoje muitos ministérios são governados pela popularidade e não pela integridade, pelas estatísticas e não pelas Escrituras. Depois do alvoroço inicial, é duvidoso que o ministério de João Batista tivesse conservado o interesse da moderna audiência religiosa. Ele era muito pessoal, não procurava a cobertura da imprensa nem o resultado de índices de audiência, ou reconhecimento público. A sua única preocupação era: “Convém que ele (Cristo) cresça e que eu diminua” [Jo 3.30].

Ler mais: É melhor ser verdadeiro do que ser popular

A Ceia do Senhor e o egoísmo

chm

1 Cor. 11

23 Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão;
24 E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei: isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim.
25 Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue: fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim.
26 Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha.

     A Ceia do Senhor é um ato mediante o qual não só anunciamos a morte do Senhor até que venha, mas onde também damos expressão a uma verdade fundamental, na qual nunca será demais ou inoportuno insistir para com a consciência dos cristãos em nossa época, isto é, que todos os crentes são “um só pão e um só corpo”. Trata-se de um erro muito comum enxergarmos esta celebração simplesmente como um meio pelo qual é transmitida graça à alma do indivíduo, e não como um ato relacionado com todo o corpo; e relacionado também com a glória d’Aquele que é a Cabeça da Igreja. Que é um meio pelo qual a graça flui para a alma do que comunga individualmente, não pode haver dúvida, porque há bênção em cada ato de obediência. Mas que a bênção individual seja apenas uma pequena parte, pode ser visto pelo leitor atento de 1 Coríntios 11.

Ler mais: A Ceia do Senhor e o egoísmo

Integridade: uma história comovente

Jovem anónima


     Embora alguns possam pensar que a graça nos dá licença para pecar, a verdade é completamente o oposto. A graça ensina-nos a renunciar à impiedade, e a viver neste presente século mau, sóbria, justa e piamente (Tito 2:12).

     As ações tanto de Paulo como do recém convertido Onésimo (Filemon) ilustram isso — a graça muda vidas!

     Uma vida tocada pela graça é sempre caracterizada pela integridade.

     São precisos literalmente anos e anos para se ganhar o respeito dos outros, porém tudo pode ser destruído num instante.

     É por isso que é tão essencial a continuidade de um testemunho piedoso consistente, como o apóstolo Paulo exibiu.

Ler mais: Integridade: uma história comovente

Billy Graham: respondeu sabiamente a 2 questões importantes sobre a velhice

Billy Graham

 

     Pouco tempo antes de partir para a glória, em plena velhice, Billy Graham respondeu a 2 questões muito relevantes sobre a velhice:

     1. Que conselho daria às pessoas que estão a envelhecer?

     Primeiro, que aceitem isso como parte do plano de Deus para sua vida, e que Lhe agradeçam diariamente o dom de cada dia. Nós olhamos para a velhice como algo a ser receado - e é verdade que não é fácil. Eu não posso dizer honestamente que goste de ficar velho - não ser capaz de fazer a maioria das coisas que costumava fazer, por exemplo, e ser mais dependente dos outros, e enfrentar os desafios físicos que sei que só vão piorar. A velhice também pode ser um momento solitário - com os filhos espalhados, e o cônjuge e amigos já tendo partido deste mundo.

Ler mais: Billy Graham: respondeu sabiamente a 2 questões importantes sobre a velhice

Deus, dá-nos homens …

LogoHomens2017 284x300

Deus, dá-nos homens ... revestidos do aço do Teu Espírito Santo ... homens que não vacilem quando a batalha for mais intensa ... homens que não condescendam ou façam concessões ou desapareçam quando o inimigo se embravece. Deus, dá-nos homens que não se deixem comprar, mudar ou incomodar pelo inimigo, homens que paguem o preço, se sacrifiquem, se mantenham firmes e mantenham a tocha bem alta. Deus, dá-nos homens obcecados com os princípios fiéis à Tua Palavra, homens despojados dos seus próprios interesses ... homens que paguem qualquer preço pela liberdade e deem tudo pela verdade. Deus, dá-nos homens separados da mediocridade, homens com visão elevada, orgulho baixo, fé ampla, amor profundo e paciência imensa ... homens que ousem marchar ao som de um tambor distante, homens que não abram mão dos princípios da verdade a fim de acomodar seus pares. Deus, dá-nos homens mais interessados em cicatrizes do que em medalhas. Mais comprometidos com a convicção do que com a conveniência, homens que deem sua a vida pelo que é eterno, em vez de quererem um único momento de satisfação nas suas vidas. Dá-nos homens que sejam destemidos diante do perigo, calmos no meio da pressão, corajosos no meio da oposição. Deus, dá-nos homens que orem sinceramente, trabalhem arduamente, preguem com clareza e esperem pacientemente. Dá-nos homens cujo andar é pela fé, cujo comportamento se rege por princípios, cujos sonhos estão no céu e cujo livro é a Bíblia. Deus, dá-nos homens que sejam equivalentes ao empreendimento. São estes os homens de que a igreja precisa hoje.

— Bob Moorehead

Sermões e Estudos

Nando23ABR18
Convencido, ou convertido?

Sermão proferido por Fernando Quental em 23 de abril de 2018

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:21,22 realizado em 04 de abril de 2018

ManuelGomes 28FEV18
A maior rede social

Sermão proferido por Manuel Gomes em 31 de março de 2018

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:22,23 realizado em 18 de abril de 2018

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    356 2975-192 QUINTA DO CONDE





     
    Hotel Íbis, Avenida Casal Ribeiro, 23
    1000-090 LISBOA
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário






     

    LISBOA
    Clique aqui para ver horário