ALERTA! Menos fé hoje, do que no passado

CMO 29OUT17b

 

     Em Mateus 8 lemos o seguinte:

24 E eis que no mar se levantou uma tempestade, tão grande que o barco era coberto pelas ondas; Ele, porém, estava dormindo.
25 E os Seus discípulos, aproximando-se O despertaram, dizendo: Senhor, salva-nos, que perecemos.
26 E Ele disse-lhes: Por que temeis, HOMENS DE POUCA FÉ? Então, levantando-Se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança.


     É lastimável constatar no Facebook, e não só, que, passados tantos anos depois deste acontecimento que foi registado para aprendermos e não incorrermos na mesma armadilha, ainda continue a haver crentes ALARMISTAS com POUCA FÉ pelas mesmíssimas razões, alguns "Tendo aparência de piedade" ... mas "que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade".

Ler mais: ALERTA! Menos fé hoje, do que no passado

Distinções entre a Vinda de Cristo aos Ares (Arrebatamento da Igreja) e a 2ª Vinda de Cristo à Terra para reinar

como dividir


     São infelizmente muitos os que pensam erradamente que a Igreja, o Corpo de Cristo, passa pela Grande Tribulação. Tal acontece por várias razões, maiormente por não distinguirem o caráter celestial distinto da Igreja, o Corpo de Cristo, o significado da "Bem-aventurada Esperança" da Igreja.

     Outra das razões deve-se a confundirem a vinda do Senhor Jesus Cristo aos ares para arrebatar a Sua igreja, com a Sua vinda à Terra para estabelecer o Seu reino milenar. É preciso saber "manejar [ou, dividir] bem a Plavra da Verdade" (2 Tim. 2:15). As seguintes distinções clarificam as claras diferenças entre ambos os acontecimentos distintos:

Ler mais: Distinções entre a Vinda de Cristo aos Ares (Arrebatamento da Igreja) e a 2ª Vinda de Cristo à...

Apanha a onda

ricky kurth1 1

     Ao escrever estas palavras, a causa de Cristo sofreu ainda mais um revés desagradável, já que outra previsão para o Arrebatamento da Igreja surgiu e não se cumpriu. O dano que tem sido causado é muito extenso para se documentar completamente neste breve espaço, mas decerto que tem ouvido histórias. A fé dos crentes sinceros tem sido abalada. Alguns que gastaram as suas economias de vida para alertar o mundo do fim são agora deixados a apanhar os cacos das suas vidas financeiras despedaçadas. E como os media referem-se a quem faz tais previsões como "estudiosos da Bíblia", os incrédulos agora têm mais uma razão para escarnecer do cristianismo, rirem-se dos ensinadores da Bíblia e da Bíblia e não querer ouvir quem quer que seja que tente comunicar-lhes algo da Palavra de Deus.

Ler mais: Apanha a onda

Jerusalém capital de Israel. Cumpriu-se a profecia?

mario persona palestrante 8

 

     Não, a decisão de os Estados Unidos reconhecerem Jerusalém como capital de Israel nada tem a ver com o cumprimento das profecias. Jerusalém já foi e deixou de ser capital de Israel muitas vezes ao longo da história. Não se pode negar que o palco para os últimos dias esteja sendo armado, mas os eventos em si não devem ser vistos como cumprimento profético. O artigo "Prophetic Studies" de W. W. Fereday é extremamente atual e oportuno, apesar de ter sido escrito por volta da segunda década do século 20, após a Primeira Guerra Mundial e antes de 1948:

     Os homens fariam bem em deixar Deus fazer o seu próprio trabalho, no seu devido tempo e à sua própria maneira. A intromissão humana com os propósitos de Deus só pode levar ao desastre. Dentre os muitos movimentos de nossos dias, todos solenemente sugestivos de que o fim da era se aproxima, está a proposta do governo britânico de restabelecer o povo judeu na terra de seus pais. Repetimos "o povo judeu", não as doze tribos como tais. Do paradeiro de dez das tribos nada é conhecido com certeza, Jeová irá tratar com elas quando a grande trombeta for soada na aparição pública do Filho do Homem (Isaías 27:13, Mateus 24:31). Sua restauração reside totalmente fora dos acordos políticos dos homens.

     A Declaração Balfour sobre a Palestina, datada de 2 de novembro de 1918, tornou-se mundialmente famosa. O talentoso estadista (desde que foi feito Conde) que escreveu essa carta para Lord Rothschild provavelmente não teve uma percepção adequada do seu significado. Marcou uma época na história, não apenas dos judeus, mas do mundo. A Palestina teve muitos mestres gentios desde a grande dispersão resultante do assassinato do Messias, mas estava reservado para os britânicos anunciarem ao mundo que propusessem tornar a terra um lar nacional para o povo judeu.

Ler mais: Jerusalém capital de Israel. Cumpriu-se a profecia?

Astrologia Cristã

ricky kurth1 1


     Se for como eu e não prestar muita atenção à conversa do mundo "cristão", provavelmente nem se terá apercebido que outra previsão do Arrebatamento surgiu e se desvaneceu. A última falha ocorreu em 23 de setembro, quando o sol e a lua estavam em Virgem. Quando este alinhamento astrológico começou a aproximar-se no início deste ano, tal fez com que um numerologista cristão predissesse que o Senhor retornaria para nós naquele sábado, baseado num mau entendimento de Apocalipse 12:1-5:

     “E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés …

     “E deu à luz um filho, … e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.”

Ler mais: Astrologia Cristã

Sermões e Estudos

Jose Carvalho 17JUN18
Até quando?

Sermão proferido por José Carvalho em 17 de junho de 2018

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:25 realizado em 13 de junho de 2018

Miguel David 10jun18
Saída do beco

Sermão proferido por Miguel B. e David G.em 10 de junho de 2018

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:24 realizado em 30 de maio de 2018

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    356 2975-192 QUINTA DO CONDE





     
    Hotel Íbis, Avenida Casal Ribeiro, 23
    1000-090 LISBOA
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário






     

    LISBOA
    Clique aqui para ver horário