Distinções básicas entre a Profecia e o Mistério

maneja bem a Palavra

 

 Profecia  Mistério1
 Diz respeito a um reino; a uma organização política (Dan.2:44; Mat. 6:10).  Diz respeito a um corpo; um organismo vivo (I Cor. 12:12, 27: Ef, 4:12-16).
 Um reino a ser estabelecido na terra (Jer. 23:5; Mat. 6:10).  Um corpo com uma posição no céu (Ef. 1:3; 2:5-6; Col. 3:1-3).
 Cristo será o seu Rei (Jer.23:5; Is. 9:6-7).  Cristo é a sua Cabeça viva  (Ef. 1:19-23; Col. 1:18).
 O reino foi profetizado “desde o princípio do mundo” (Lucas 1:68-70; Actos 3:21).  O corpo foi escolhido em Cristo antes da fundação do mundo, mas “desde os tempos eternos esteve oculto” (Rom. 16:25; Ef. 1:4-11; 3:5-9).
 Israel terá supremacia sobre as nações (Is. 60:10-12; 61:6).  Judeus e Gentios são colocados ao mesmo nível perante Deus  (Rom.10:12; 11:32; Ef. 2:16-17).
 Os Gentios serão abençoados por meio da instrumentalidade de Israel (Gen. 22:17-18; Zac. 8:13).  Os Gentios são abençoados por meio da obstinação de Israel (Actos 13:44-46; Rom. 11:28-32).
 Os Gentios serão abençoados por meio do levantamento de Israel  (Is. 60:1-3; Zac. 8:22-23).  Os Gentios são abençoados por meio da queda da Israel (Actos 28:27-28; Rom. 11:11, 12, 15).
 A profecia diz respeito principalmente às nações como tal (Is. 2:4; Ez. 37:21-22).  O mistério diz respeito a indivíduos (Rom. 10:12-13; II Cor. 5:14-17).
 A profecia diz respeito a bênçãos tanto materiais como espirituais, na terra (Is. 2:3-4; 11:1-9, etc.).  O mistério diz respeito a “todas as bênçãos espirituais nos celestiais” (Ef. 1:3; Col. 3:1-3).
 A profecia diz respeito à vinda de
Cristo à terra
(Is. 59:20; Zac. 14:4).
 O mistério explica a presente
ausência de Cristo da terra (Ef. 1:20-23; Col. 3:1-3).
 Na profecia a salvação não é contemplada apenas pela graça por meio da fé.  A salvação apenas pela graça por meio da fé jaz no próprio coração do mistério (Rom. 3:21-26; 4:5; Ef. 2:8-9).
 A proclamação do programa profética foi confiada particularmente aos doze (Mat. 10:5-7; Actos 1:6-8; 3:19-26).  A proclamação do mistério foi confiada particularmente a Paulo (Ef. 3:1-3, 8-9; Col. 1:24-27).
 O programa profético foi revelado por intermédio de muitos servos de Deus (Lucas 1:70; II Pedro 1:21).  O mistério foi revelado por intermédio de um único homem: Paulo (Gál. 1:1, 11, 12; 2:2, 7, 9; Ef. 3:2-3).2
 Os escritores do Velho Testamento não compreendiam frequentemente as profecias que por seu intermédio eram tornadas conhecidas (Dan. 12:8-10; I Pedro 1:10-12).  Paulo não somente compreendia como anelava que os outros compreendessem o mistério que por seu intermédio foi revelado.  (Ef. 1:15-23; 3:14-21; Col. 1:9-10; 2:1-3).


1 Os que põem em questão a associação dos pontos registados deste cabeçalho com o mistério não têm senão que investigar e ver se os podem encontrar na profecia.

2 Algumas vezes aparece quem argumente, baseando-se em Ef.3:5, que Paulo foi apenas um dos muitos “apóstolos e profetas” a quem o mistério foi revelado.  As palavras “pelo Espírito” são significantes nesta relação.  Paulo recebeu primeiro a verdade do mistério “pela revelação de Jesus Cristo” (Gál. 1:12; Ef. 3:3; etc.).  Depois “subiu por uma revelação” e comunicou-o aos líderes em Jerusalém (Gál. 2:2 e eles “viram” e “conheceram” e deram a Paulo e a Barnabé, seu companheiro, as dextras da comunhão” (Gál. 2:7, 9).  Certamente que foi “pelo Espírito” que eles “viram” e “conheceram “estas verdades, mas não antes de Paulo lhas ter comunicado.

C.R. Stam
Coisas Que Diferem
 

Sermões e Estudos

CMO 10DEZ17
Alerta Pungente Duplo

Sermão proferido por Carlos M. Oliveira em 10 de dezembro de 2017

Simao Santos 01DEZ17a
Origem bíblica do dispensacionalismo

Sermão proferido por Simão Santos em 01 de dezembro de 2017

Teles
Depoimento e Súmula

Testemunho de José Teles em 02 de dezembro de 2017

Perguntas respostas
Perguntas e Respostas

Conferência Bíblica Dispensacionalista realizada 01-03 de dezembro de 2017

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    Quinta do Conde
  • geral@iqc.pt
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • Domingo: 10:00, Ceia do Senhor
    11:00, Pregação e Escola Dominical
    Quarta-feira: 21:00, Oração e Estudo Bíblico