Queremos também retirar-nos?

Kevin 1 1024x576

 

     Em 2010, depois de participar em uma conferência bíblica na Virgínia Ocidental, EUA, a nossa família foi visitar a cidade de Nova York. Dennis Kiszonas ofereceu-se graciosamente para ser o nosso guia para um passeio pela cidade. Uma vez que estávamos hospedados em Nova Jersey em casa de um querido amigo, perguntei a Dennis Kiszonas se poderíamos parar na Star of Hope Mission (Missão Estrela da Esperança) em Paterson, antes de entrar na cidade. Cornelius R. Stam passou grande parte da sua infância a trabalhar nesta missão com o seu pai, Peter, que a fundou em 1913. Naquele tempo, missionários e conhecidos pregadores chegaram à Estrela da Esperança e pregavam fielmente a Palavra com clareza e autoridade . Muitos foram salvos pelo zelo deste ministério pela Palavra de Deus e pelo Evangelho da Graça não adulterado.

Ler mais: Queremos também retirar-nos?

A autoridade Paulina da igreja local

ricky kurth1 1

 

     “E Eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus” (Mateus 16:19).

     Quando o Senhor dirigiu estas palavras a Pedro, ele sabia pela reação dos líderes religiosos em Israel que estes não O aceitariam como Messias, mas antes O matariam. Por isso, Vemo-Lo aqui preparando-Se para a Sua morte, dando a Pedro o poder e a autoridade para agir com capacidade oficial na Sua ausência. Esse poder foi depois expandido, incluindo um quórum de dois dos doze apóstolos (Mt 18:18,19). Nós vemos os apóstolos exercerem essa autoridade nos primeiros capítulos do Livro dos Atos.

     No entanto, a autoridade que o Senhor deu aos doze apóstolos tinha a ver com autoridade na igreja do "reino" (Mateus 16:19), e nós sabemos que Deus interrompeu o programa do reino após o apedrejamento de Estêvão. Ao apóstolo Paulo foi depois dada a "autoridade" para agir com capacidade oficial na ausência do Senhor durante a dispensação da graça (II Coríntios 10:8). Esta autoridade foi posteriormente transmitida através das epístolas de Paulo para a igreja local. Notemos as palavras de Paulo em I Corinthians 5:

Ler mais: A autoridade Paulina da igreja local

Um exemplo de como se maneja mal a Palavra da verdade

obreiro reprovado

 

     “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (2 Timóteo 2.15).

     Marcos 16:15-18 trata-se de um exemplo de como a Palavra de Deus pode ser mal manejada. Temos aqui o registo de palavras dirigidas pelo Senhor quando ainda estava na Terra ao Seu povo terreno, pois na Terra Ele ministrou apenas ao Seu povo terreno.

Ler mais: Um exemplo de como se maneja mal a Palavra da verdade

As curas dos que dizem ter hoje o dom de curar

ricky kurth1 1


"Se Deus removeu o dom de curar, como é que algumas pessoas parecem melhorar depois de contactarem alguém que diz ter o dom de curar?"

     Quando eu estava no ensino secundário, eu fiz um curso introdutório à psicologia. Nessa disciplina, a professora afirmou que 75% de todas as doenças são psicossomáticas. Ou seja, são doenças físicas reais que são provocadas por um processo inteiramente mental. Embora não haja nenhuma maneira de se saber se a percentagem que ela citou seja precisa, é difícil rebater a sua afirmação. Sabemos que o stress é uma reação inteiramente mental aos desafios da vida, mas pode causar um ataque cardíaco muito real, físico. Portanto, não é surpreendente que outras doenças também sejam psicossomáticas. Mas se uma doença física real, indiscutível pode ser provocada por um processo puramente mental, então é razoável que ela possa ser eliminada por um processo puramente mental, como acreditar no poder de alguém que diz ter o dom de curar. Vemos evidências disso no que os médicos chamam de "efeito placebo". Ao testar um medicamento, os investigadores dão a algumas pessoas no grupo de teste o medicamento que está a ser testado, mas dão a outros um placebo, uma pílula açucarada. Eles fazem isso porque sabem que as pessoas às vezes sentem-se melhores porque acreditam que estão a tomar uma droga que as ajudará. É fácil então transferir esse pensamento para o que acontece quando alguém com uma doença real contacta alguém que diz ter o dom de curar. Se uma pessoa realmente acredita que alguém que diz ter o dom de curar pode curar doenças físicas reais, muitas vezes pode! Nós vemos o mesmo tipo de coisas quando Salomão declarou que "O coração alegre serve de bom remédio" (Prov. 17:22). Os médicos sabem, há anos, que uma atitude mental positiva ajuda na cura. Da mesma forma, a atitude mental positiva provocada por acreditar nos poderes de alguém que diz possuir dom de curar muitas vezes permite que pessoas que sofrem de aflições físicas conheçam algum alívio por algum tempo. Porém, frequentemente, aqueles que são "curados" dessa maneira têm de voltar repetidas vezes ao que diz ter o dom de curar, para obter mais cura. Ora, tal nunca foi dito às pessoas que foram miraculosamente curadas pelos que, no dizer da Bíblia, realmente tinham o dom de curar.

- Ricky Kurth

Há apóstolos hoje?

ricky kurth1 1

 

     "Eu sei que hoje não há apóstolos, mas pode apresentar-me justificação bíblica?"

     "A igreja que é o Seu Corpo" (Efésios 1:22,23) é edificada “sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas" (Efésios 2:20), referindo-se aos apóstolos e profetas da graça (I Coríntios 12:28,29). Isso significa que o trabalho de um apóstolo era de natureza fundacional. Se, 2000 anos depois, ainda estamos a colocar o fundamento da Igreja, há algo que está seriamente errado!

Ler mais: Há apóstolos hoje?

Sermões e Estudos

PeterCerqueira19NOV17a
Aliancismo I   -   Aliancismo II

Sermão proferido por Peter Cerqueira em 18 de novembro de 2017

Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:16,17, realizado em 15 de novembro de 2017

PeterCerqueira19NOV17a
Calvinismo

Sermão proferido por Peter Cerqueira em 19 de novembro de 2017

Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:16, realizado em 08 de novembro de 2017

ver mais
 
  • Avenida da Liberdade 356 
    Quinta do Conde
  • geral@iqc.pt
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • Domingo: 10:00, Ceia do Senhor
    11:00, Pregação e Escola Dominical
    Quarta-feira: 21:00, Oração e Estudo Bíblico