• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

PeterCerqueira19NOV17a
Aliancismo I   -   Aliancismo II

Sermão proferido por Peter Cerqueira em 18 de novembro de 2017

Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:17, realizado em 22 de novembro de 2017

PeterCerqueira19NOV17a
Calvinismo

Sermão proferido por Peter Cerqueira em 19 de novembro de 2017

Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:16,17, realizado em 15 de novembro de 2017

ver mais
 

Ateus falham, ao acusar os Cristãos de antropófagos

 CMO artigo

     Quando me converti ao Senhor Jesus Cristo em 1975, comecei imediatamente uma ação evangelística junto dos meus colegas de liceu, intra e extra muros do mesmo.

     Quando um dia, junto à Biblioteca Municipal de S. João da Madeira, onde iam muitos dos meus colegas estudar, desencadeei mais uma ação evangelística, alguns, declaradamente ateus, chegaram mesmo a acusar-me - e a todos os Cristãos - de antropofagia (o ato ritual de comer uma parte ou várias partes de um ser humano - do grego anthropos, "homem" e phagein, "comer"), ou seja, de canibalismo.

     O que é que eu respondi? 

     Eu sabia que tal acusação não acertava nos verdadeiros Cristãos, mas nos Católicos Romanos, que se dizem Cristãos, mas cujo Cristianismo está muito adulterado. Os Católicos inventaram a doutrina da transubstanciação, uma doutrina sem suporte bíblico. A transubstanciação é a conjunção de duas palavras latinas: trans (além) e substantia (substância), e significa a mudança da substância do pão e do vinho na substância do Corpo e sangue de Jesus Cristo no ato da consagração, na Eucaristia. Em suma, os Católicos dizem que no ato da consagração do pão e do vinho pelo sacerdote, estes se transformam no corpo e no sangue do Senhor Jesus Cristo, tão real e tão perfeito como está no Céu.Como os Católicos dizem que "recebem" o Senhor quando comem a hóstia, os ateus acusam-nos de antropófagos, canibais - com muita razão. 

     Ora, qualquer crente que conhece a verdade das Escrituras sabe muito bem que o pão e o vinho representam - não são- o corpo e o sangue do Senhor Jesus Cristo, respetivamente. Quando o Senhor Jesus Cristo disse, "isto é o Meu corpo ... isto é o Meu sangue" (Mateus 26:26-28) quis simplesmente dizer que o páo e o vinho eram figuras - não realidades - do corpo de do sangue do Senhor Jesus Cristo. A Bíblia interpreta-se a si mesma, e muitos outros textos semelhantes são claros quanto a este significado. São exemplo disso, por exemplo, os sonhos de José no Egito, e os seus significados - "As sete vacas formosas SÃO (ou seja, REPRESENTAM) sete anos; as sete espigas formosas também são (ou seja, REPRESENTAM) sete anos" (Génesis 41:26).

     Como seria evidente, desmontei facilmente aquela argumentação e acusação falaciosa, explicando-lhes a posição dos Cristãos genuínos, que nada têm a ver com caricaturas distorcidas de Cristãos, como é o caso dos Católicos Romanos. A minha resposta - eles sabiam muito bem - era coerente com o todo da verdade do Evangelho que lhes proclamava, que apontava para uma Pessoa, o Senhor Jesus Cristo, e não uma religião, fosse ela qual fosse.

     Por conseguinte, quanto fores confrontado com este tipo de argumento falacioso, diz-lhes que se devem ter enganado no destinatário da sua mensagem, pois os verdadeiros Cristãos não são antropófagos.

- C. M. O.
 

 

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    Quinta do Conde
  • geral@iqc.pt
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • Domingo: 10:00, Ceia do Senhor
    11:00, Pregação e Escola Dominical
    Quarta-feira: 21:00, Oração e Estudo Bíblico