• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

PeterCerqueira19NOV17a
Aliancismo I   -   Aliancismo II

Sermão proferido por Peter Cerqueira em 18 de novembro de 2017

Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:17, realizado em 22 de novembro de 2017

PeterCerqueira19NOV17a
Calvinismo

Sermão proferido por Peter Cerqueira em 19 de novembro de 2017

Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:16,17, realizado em 15 de novembro de 2017

ver mais
 

09-10-10 - Yoga: não é Cristianismo

yoga.jpg     Albert Mohler, presidente do Seminário Baptista do Sul (EUA), que apelou aos Cristãos para que evitem o Yoga e as suas associações espirituais, está a receber muita resistência dos entusiastas que defendem esta antiga prática.

     Albert Mohler afirma que esta disciplina de alongamentos e meditação deriva de religiões orientais e não é um caminho Cristão para Deus.

     Mohler disse que objecta "a ideia de que o corpo seja um veículo para se alcançar a consciência do divino."

     "Isso simplesmente não é Cristianismo", disse Mohler à Associated Press.

     Mohler falou da reacção que recebeu através de e-mails e comentários em blogs e outros sites desde que ele escreveu um ensaio para solucionar dúvidas que ele ouviu durante anos sobre o Yoga.

     "Estou realmente surpreso com a profundidade do compromisso ao Yoga por parte de muitos que se identificam como Cristãos", disse Mohler.

     Os fãs do Yoga afirmam que o seu número tem vindo a crescer nos EUA. Um estudo realizado em 2008 pela Revista Yoga coloca o número em 15,8 milhões, ou seja, quase 7% dos adultos. Cerca de 6,7 por cento de adultos na América são Baptistas do Sul, de acordo com uma pesquisa realizada em 2007 pelo Pew Research Center Forum on Religion & Public Life.

     Mohler argumentou, no seu artigo online no mês passado que os Cristãos que praticam Yoga "têm de negar a realidade do que representa o Yoga ou deixar de ver as contradições entre o seu compromisso Cristão e o seu abraço ao Yoga."

     Ele disse que a sua opinião "não é uma posição Cristã excêntrica".

     Outros líderes Cristãos têm dito que a prática do Yoga é incompatível com os ensinamentos de Jesus. O cantarolar de mantras e outras componentes espirituais que se associam ao Yoga é diabólico. John MacArthur chamou ao Yoga "uma religião falsa."

     Os defensores do Yoga dizem que a disciplina, que se originou na Índia, oferece a cura física e mental por meio de poses de alongamento e concentração.

     "Muitas pessoas procuram o Yoga porque estão muitas vezes com dores crónicas. Outras vêm porque acham que é um exercício agradável," disse Allison Terracio, que dirige o estúdio Infinite Bliss em Louisville.

     Alguns estúdios de Yoga têm tornado as técnicas mais apelativas para os Cristãos, porque removem os cânticos e as associações espirituais da sua prática às religiões orientais, como seja, o Hinduísmo e as suas múltiplas divindades.

albert_moheler7.jpg     Mohler (foto ao lado) escreveu o seu ensaio depois de ler "O Corpo Subtil", onde Stefanie Syman, a autora, traça a história do Yoga nos Estados Unidos. Syman assinala a crescente popularidade do Yoga nos EUA, salientando que a primeira-dama Americana, Michelle Obama, adicionou-o à festa do encontro anual da Casa Branca Easter Egg Roll no relvado da frente.

     Mohler disse que muitas pessoas escreveram-lhe dizendo que fazem simplesmente exercícios e renunciam ao misticismo e meditação oriental do Yoga.

     "A minha resposta a isso é simples e directa: Você não está a fazer simplesmente Yoga", disse Mohler.



Uma Imagem vale mais do que mil palavras:

     Shiva (imagem abaixo) ou Xiva é um deus ("Deva") hindu, o Destruidor (ou o Transformador), participante da Trimurti juntamente com Brama (Brahma), o Criador, e Vixnu (Vishnu), o Preservador.

shiva.jpg     Uma das duas principais linhas gerais do hinduísmo é chamada de xivaísmo, em referência ao deus.

     Na tradição hindu, Shiva é o destruidor, que destrói para construir algo novo, motivo pelo qual muitos o chamam de "renovador" ou "transformador". As primeiras representações surgiram no período Neolítico (em torno de 4.000 a.C.) na forma de Pashupati, o "Senhor dos Animais". A criação da ioga, prática que produz transformação física, mental e emocional, portanto, intimamente ligada à transformação, é atribuída a ele.

     Shiva é o deus supremo (Mahadeva), o meditante (Shankara) e o benevolente, onde reside toda a alegria (Shambo ou Shambhu).


     Budismo é Yoga e vice versa já que a origem do Budismo praticamente se dá no Yoga e até muito antes disto na distante origem do Hinduísmo.(Um Buda na imagem abaixo).

buda-budha-buddha-ii.jpg




     Nota:

     Será bom que quem nunca pensou no que é, verdadeiramente, o Yoga, considere o que aqui é dito.

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    Quinta do Conde
  • geral@iqc.pt
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • Domingo: 10:00, Ceia do Senhor
    11:00, Pregação e Escola Dominical
    Quarta-feira: 21:00, Oração e Estudo Bíblico